23 agosto 2020

#8 | Da Netflix - Agosto Lilás

 Olá confinados! Como estão todos vocês? Espero que bem e saudáveis. 

Dou um doce pra quem me disser o porque o Agosto é lilás!

Agosto é o mês da campanha de combate à violência contra a mulher. Temos ouvido, infelizmente com frequência, abusos cometidos contra as mulheres. Tais como:

- Falta de respeito 

- Desmoralização

- Desmerecimento

- Humilhação

- Opressão

- Privação

- Tortura psicológica

- Agressão

- Assassinato

A lista é grande. Deixo claro que ninguém merece passar por qualquer um desses abusos, tanto homem quanto mulher. Porém, a muitos anos as mulheres vem vivendo a repressão e desmerecimento, pelo simples fato de ser mulher. Uma observação, não só homens cometem algum tipo de violência contra a mulher. Quando fazemos comentários expondo nossa opinião ofensiva na internet, isso também é violência, a falta de empatia e acusação.São hábitos que nós mulheres devemos mudar. Bora agir com mais sororidade?

A sororidade é importante, para que as mulheres se sintam seguras e apoiadas pelas outras. Quando as mulheres se sentem protegidas em seu grupo de apoio. Elas ficam fortalecidas para enfrentar os desafios desconhecidos. 

O cinema vem abordando o tema em diversos filmes. Alguns sutilmente, pra trazer um incomodo, e outros bem diretos para nos mostrar que não devemos aceitar nenhuma violência. 


Series 

As Telefonistas (2017)*


A serie trata diversos assuntos. Emprego, Vida familiar, Amizade, Relacionamento abusivo, Compaixão, Altruísmo. É possível ver o quanto é importante estar com pessoas que estão dispostas a te ajudar, sem julgamento. Um exemplo de sororidade. 


Coisa linda (2019)*


Sabe aquelas amizades verdadeiras, que te levanta e impulsiona para conquistar os sonhos? Nessa serie, vemos as lutas de mulheres distintas, mas, com dramas tão similares. Onde juntas são mais fortes.

Dirty John (2018)*


Ah! o sonho de toda (a maioria) mulher é conhecer alguém que seja o príncipe encantado. (Disney olha o que você fez com as mulheres!) Nessa historia, baseada em fatos reais. Uma mulher que acredita estar vivendo um sonho e vira um dos piores pesadelos. Pesado! Mas vale o alerta. 


Você (2018)*


Tão surreal que pode ser real. O domínio que o outro quer ter sobre a outra pessoa começa sutilmente. Quando vê, a situação fica pior que seria possível imaginar. MEDO


The Handmaids tale (2017)


Uma sociedade utópica. Mulheres são diminuídas, tratadas como propriedade do estado e divididas em grupos. Algumas são escravas sexuais, separadas para procriar. são torturadas e vivem sob o julgo da religião e politica. Não muito diferente dos tempos atuais.


Filmes

Malévola (2014)*

Malévola conhece um homem humano, e se permite viver um amor, crendo que era reciproco. O que na verdade, ele só estava interessado em lhe roubar. Sem pensar que a poderia magoar. Alguma semelhança com a vida real?


A filha do general (1999)*

A filha do general é encontrada morta, amarrada e nua. E nessa investigação, tantas coisas são reveladas que estão debaixo de nosso nariz. 


Millenium - Os homens que não amavam as mulheres (2011)*


Lisbeth esconde entre as tatuagens, maquiagem e roupas, uma historia de abuso, humilhação e vingança. 


Nunca (2002)*

Esposa, dedicada e do lar, casada com um milionário. Porém, vive um relacionamento totalmente abusivo. E quando ela resolver virar o jogo, estremece todo o sistema. AMO


Tomates verdes fritos (1991)

Quem tem um amigo tem um tesouro! Esse filme aborda temas incríveis! Racismo, morte, amor e violência domestica. Essa historia é uma lição. Um tesouro esse filme


A cor purpura (1985)

Celie foi violentada sexualmente pelo próprio pai, gerando duas crianças. Foi separada de seus filhos e a tristeza e solidão vai tomando conta de sua vida. Pesado e necessário .


Nasce uma estrela (2018)

Sutilmente os sinais aparecem. Mas, o amor e o desejo de ajudar a pessoa a melhorar é ainda maior. Aqui vemos um casal que se ama. Porém, coisas pequenas fazem que tudo vire ruína. 


A vida secreta das abelhas (2008)

Cansada do descaso e maus tratos do pai e após a violência sofrida por sua empregada. Lilly foge junto com ela. Ao chegar em uma casa somente de mulheres negras. É acolhida, amada e protegida por elas. A importância de se estar em um núcleo de mulheres que se apoiam. Aqui temos um lindo exemplo. 


O homem invisível (2020)


Casada com um milionário e reprimida, abusada, oprimida. Cecilia foge. Mas nem sempre fugir é uma boa solução. É preciso resolver o problema pessoalmente. 


O quarto de Jack (2015)


Ma é sequestrada, torturada psicologicamente, vive em carcere privado e abusada sexualmente durante anos. E nessa situação ela se torna mãe de Jack. Filme contado com a leveza da criança e intenso. 

***

Durante essa pandemia, os números de casos de violência domestica e de feminicídio aumentaram. Triste saber disso. Portanto, isso também significa que as mulheres estão denunciando, o que é muito bom.  Ligue 180 e registre sua denúncia. Atende 24 horas. 

***

Espero que tenham gostado da lista de filmes e series. Já assistiu algum desses ou tem algum para nos indicar? Deixe nos comentários. 



(*) Está no catálogo da Netflix






17 comentários:

  1. Oie, tudo bem?
    Eu não sabia que Agosto tinha esse propósito, mas achei muito interessante. Infelizmente é um saco ser mulher por conta desse tipo de atitude, né?! Achei a sua lista bastante completa, ainda não conferi todos os títulos, mas acho que é super válido compartilhar esse tipo de conteúdo e de informação.

    Beijos,
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
  2. Eu amei esse post, é necessário e deve ser compartilhado. Da sua lista, eu só assisti o filme Nunca e me senti vingada vendo a atitude da protagonista. Das séries, eu conheço The handmaid's tale pelo livro que me deu agonia só de ler as cenas e imaginar. Ate hoje não vi a série, por saber que não terei estômago. You e o Homem invisível eu sou curiosa para assistir.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  3. Oi
    nem lembrava qual era a cor de agosto, uma concentralização necessária, pois cada coisa que está acontecendo que chocam, desses eu so assistir o Quarto de Jack.
    Você viu que no app do magazine luiza tem uma opção para denuncia de violência contra a mulher, achei uma grande iniciativa deles.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Não sabia que era o mês da conscientização, mas é algo tão importante e que devia ser falada todo santo dia. Na escala de prioridade, a mulher sempre vem último lugar, sempre julgada e alvo da culpa.
    Amei as dicas de filmes e séries, já pude ver algumas e vou conferir as outras.
    beijos
    http://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie
    Adorei as dicas, alguns aí eu já assisti. O conto da Aia é forte, ainda não consegui terminar de ver.

    Beijinhos
    https://tecendoaliteratura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho que continuar The Handmaid's Tale e assistir As Telefonistas e Coisa Mais Linda.
    Eu assisti O Homem Invisível e adorei!
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  7. OI, Olívia! Tudo bem? Que postagem bacana! Adorei!

    Não vi nenhuma das séries, mas pretendo ver (espero gostar). Uma que poderia ter citado é Orange is The New Black. Eu vi e gostei muuito.

    Sobre esses filmes, já vi todos. Gostei muito de A Cor Púrpura, A Vida Secreta das Abelhas, Milleniumm, Malévola, Tomates Verdes Fritos. Também indico "O Limite da Traição", pois também se trata de violência contra mulher recém-separada e que foi iludida. Aproveitaram-se da fragilidade dela.

    Muito legal ver tuas postagens. Em mulher não se bate nem com uma flor, costuma dizer. Apoio completamente. Uma pena que já vi o outro lado da moeda. Mas tudo tem seus dois lado, nao é mesmo? O foco é fazer valer os direitos, pois todos podem precisar deles um dia. E procurarmos viver uns com os outros com muita paz, respeito, muito amor no coração.

    ResponderExcluir
  8. Oi Olívia
    Eu achei muito legal a sua seleção e o cuidado de trazer essas indicações com temas importantes para a gente. Eu já assisti alguns filmes, outras séries vi alguns episódios, mas a maioria era desconhecida para mim, por isso vou dar aquela conferida.
    Beijo!
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Puxa, Olívia! É muito importante tratar desse tipo de temática, não é verdade?
    Nasce uma estrela foi um filme muito forte, mas sem dúvidas muito necessário, assim como o homem invisível

    adorei as dicas, tem muitos que estão na lista mas ainda não comecei hehehe

    Tomates verdes fritos me chamou a atenção
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  10. Oii, não assisti nem metade deles, mas já ouvi falar de alguns. Inclusive estou super interessada no livro "Os homens que não amavam as mulheres". Eu enlouqueço por dentro a cada caso de abuso de mulheres que ouço e vejo no jornal. Enlouqueço dentro de mim, porque não há lei, palestra ou qualquer outra coisa pra fazer os homens de hoje em dia mudarem. A única esperança são os que ainda são bem jovens, as crianças e os que ainda não vieram ao mundo. É inacreditável como esse tipo de coisa não tem freio.
    Amei o seu post, e já estou procurando alguns dos filmes pra ver
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  11. Oi Olívia, que texto sensacional! eu amei! Percebi que não tenho visto muitas séries com o tema, mas vi alguns filmes citados e amo demais Nunca mais com J.Lo! E Homem Invisível foi bem surpreendente pra mim.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  12. Oi, Olívia!
    Soube do Agosto Lilás por meio do Instagram, acho que deveriam divulgar mais essa campanha tão importante e necessária!
    Já conhecia alguns dos filmes, e tem várias séries aí que ainda quero assistir!

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  13. Oi Olivia, muito triste tudo isso!
    A seleção que nos apresentou está ótima, no momento não tenho o que indicar, tenho assistido bem pouco de séries e filmes!

    Beijos Mila

    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
  14. Oiii Olivia

    Que post incrivel, adorei a seleção. Eu assisti A cor purpura há anos e lembro bem o impacto que esse filme causou, interpretações perfeitas. Ainda quero ver The handmaid´s tale, Coisa mais linda e Nasce uma estrela

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  15. Fiquei interessada em assistir Dirty John, A Vida Secreta das Abelhas e a Cor Púrpura, esse último é uma pena que não tenha na Netflix. Enquanto As Telefonistas e Coisa Mais Linda segue na minha lista. Também amo o filme Nunca, e O Homem Invisível eu assisti no cinema e fiquei maravilhada com a crítica dele, mesmo sendo um filme de ficção cientifica, até fiz resenha dele no blog. Eu incluiria o filme As Sufragistas na sua lista ;) Fica a dica.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  16. Essa luta não é só de vocês, mas de todos. Não devemos aceitar qualquer tipo de violência contra as mulheres ou estaremos sendo coniventes.

    Bom fim de semana!

    OBS.: O JOVEM JORNALISTA está em quarentena de 22 de julho à 31 de agosto, mas comentarei nos blogs amigos nesse período. Mesmo nesse período, temos dois novos posts. Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  17. Oi,
    Fiquei feliz de já ter assistido bastante coisa dessa lista, e já anotei todos os que faltam. Sou apaixonadíssima pelo filme de Nasce Uma Estrela e Coisa Mais Linda! Tanta coisa importante a ser discutida, representada de um jeito super real e reflexivo... vale muito a pena conferir e participar desses debates.
    Adorei o post!

    Beijos,
    Fantasma Literário

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo