03 setembro 2018

Resenha | Romance Com o Duque - Tessa Dare

Livro: Romance Com o Duque
Série: Castles Ever After # 1
Gênero: Romance de Época
Autora: Tessa Dare
Editora: Gutenberg
Páginas: 256
Ano: 2016

Resenha:
Isolde Ophelia Goodnight cresceu acreditando nos contos de fadas e incorporando tudo o que acontecia a sua volta ao seu próprio conto da vida real. Quando sua mãe faleceu ela acreditou que era assim que tinha que ser, porque as heroínas dos contos eram sempre órfãs de mãe. Quando o dinheiro acabou e eles precisaram dispensar a empregada, ela se consolou dizendo para si mesma que a Cinderela também teve que trabalhar duro até seu príncipe encantado aparecer. Quando ela começou a crescer e seu nariz cresceu mais do que todo o resto do seu corpo, ela não se incomodou porque tinha certeza de que um dia ela ia deixar de ser o patinho feito e se tornar um lindo cisne. Mas até então nada disso aconteceu e agora aos vinte seis anos, sua unica esperança é a herança que um padrinho lhe deixou.

Faz um ano que seu pai faleceu e tudo o que eles possuíam, o que já era bem pouco porque seu pai era um péssimo administrador, foi parar nas mãos de um primo. Todas as pessoas que veneravam seu pai por causa dos Contos de Goodnight, uma série de contos fantásticos e românticos que tinham Cressida e Ulric como seus destemidos protagonistas e que eram contados toda noite para sua linda filha Izzi Goodnight, acreditavam que ele era o pai perfeito, mas só Izzi sabe o tanto de mágoa que ela ainda guarda dele por não ter sido um bom pai em vida e muito menos pensou no que aconteceria com ela depois que ele se fosse. Izzi não tem onde cair morta, por isso não pensa duas vezes quando recebe uma carta de Lorde Archer pedindo que ela vá até o castelo de Gostley para receber sua herança.

O que nem Izzi, nem Lorde Archer imaginavam era que Ransom, o décimo primeiro Duque de Rothbury, ainda está vivo e morando no castelo que está claramente em uma situação precária. E ele fica furioso quando Archer diz que Izzi é a nova dona do castelo. Faz mais de sete meses que Ransom estava desaparecido da sociedade, provavelmente ele foi dado como morto e a propriedade foi vendida já que ele não deixou herdeiros. Como ele está cego, faz tempo que ele não lê suas correspondências, onde poderia ter alguma resposta para o que está acontecendo. Ele manda Izzi embora, mas como não tem para onde ir ela diz que vai ficar e lutar por seus direitos. Assim eles acabam dividindo o castelo, mas essa proximidade não vai dar nada certo já que Ransom está inevitavelmente atraído por Izzi e mal sabe ele que estar vivendo tudo aquilo é exatamente o que Izzi sempre sonhou.

"Pela ultima vez, você não pode ficar aqui", ele disse.
"Por quê? Ela olhou ao redor. "Essa torre não é segura?"
"Não. O perigo não está na possibilidade de as paredes desabarem. Não está nos ratos, morcegos ou fantasmas." Percorrendo as paredes com os dedos, ele circundou o perímetro da torre, até seus dedos roçarem o braço dela. "O perigo está em mim."

Mais um romance de época lido. Dessa vez é de uma autora que apesar de sempre ter visto muitos elogios, eu nunca tinha lido nada dela até então. E gente que livro. Amei tudo nele. A começar por essa capa linda demais e que é perfeita para um livro do gênero. Nela tem todos os elementos que me chamam a atenção no gênero. O castelo que já remete a época, o vestido perfeito que já dá o tom da história e esse título que não deixa muita coisa para a imaginação, afinal quem lê um romance do gênero que já não suspira só de pensar em um romance com um duque? E o livro transborda romance. Eu que não sou de marcar muitos quotes, acabei o livro com uma lista enorme de destaques, tantos que nem sabia qual colocar aqui. E acreditam que só percebi que os diálogos era com aspas no lugar de travessão quando fui colocar os quotes na resenha? Para vocês verem como me envolvi com a história.

Para as românticas de plantão essa história tem tudo para agradar. Tem um romance para torcer, um casal para se apaixonar, um cenário incrível e um tom de comédia romântica que me deixou com um sorriso no rosto o livro todo. E teve momentos que ri mesmo. Era cada situação que não tinha como não rir alto. Mas mesmo amando o livro e dando nota máxima, não posso deixar de falar que teve uma coisa que me irritou muito, que foi a insistência dos protagonistas em se acharem feios. O duque por ter cicatrizes e ser cego e a Izzi por não ter o padrão de beleza da época. A gente entende até um certo ponto, mas quando eles ficam batendo na mesma tecla, mesmo quando um já falou várias vezes para o outro que não é nada daquilo, a coisa fica chata. Até porque a beleza está nos olhos de quem vê. Só por esse detalhe não favoritei o livro.

Mas tirando isso de lado, gostei muito dos protagonistas. Tem uma coisa que sempre vejo nos casais do livros que é não falar sobre o que está sentindo, e isso os dois tiram de letra. Tanto a Izzi como o Ransom não tem filtro. Eles falam o que pensam e o que estão sentindo, então já deu para perceber como os diálogos entre eles são interessantes. Os personagens secundários também me chamaram a atenção, principalmente Duncan, o criado pessoal do duque. E me diverti muito também com os Cavalheiros de Morânglia e as Donzelas de Cressida, uma espécie de fã clube dos Contos de Goodnigth. Enfim, esse é um livro que indico sem pensar duas vezes. Me apaixonei por ele e espero que se você ler goste tanto quanto eu gostei.

Qualquer libertino de respeito tinha dois tipos de mulheres na sua vida: as que ele leva para cama à noite e as que fazem panqueca para ele de manhã. Quando ele quisesse as duas coisas da mesma mulher era um sinal de alerta. Um sinal vermelho e grande o bastante que até um cego conseguiria enxergar.

"Foi um beijo. Um Beijo não muda nada."
"É claro que um beijo muda alguma coisa. Se for bem dado, um beijo pode mudar tudo. O beijo é o primeiro passo de um caminho sensual. longo, tortuoso e bastante perigoso. Esta manhã, Srta. Goodnight, você vai embora."

"Você não vai ficar aqui."
Alteza, você fez um belo esforço para me assustar, mas não funcionou, mesmo fazendo seu melhor. Não acha que está na hora de desistir?"
"Não."Ele espetou um dedo no próprio peito."Eu não desisto. De Nada."

"Entenda uma coisa, Srta. Goodnight. É melhor você não ter esperanças."
"Esperanças de que?"
"De mim. De nós. De romance. Só porque você cresceu em meio a essas histórias fantasiosas, não pense que está é uma delas. Eu não vou ser parte de nada disso. Eu não sou um herói disfarçado."

Nota:






22 comentários:

  1. Oi, Sil
    Eu amo demais esse livro! Pra mim essa série é a melhor da Tessa, não tem comparação com os outros livros dela, mas esse nome da guria é feio demais, Jesus na Terra!
    Beijo
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Sil.
    Também nunca li nada da autora, porém só vejo resenhas positivas, desse ser um romance de época muito gostoso e divertido de ser lido.
    Beijos

    Divagando Palavras
    www.divagandopalavras.com

    ResponderExcluir
  3. Oiii Sil

    Faz tempo que não leio um bom romance de época, deu uma vontade grande com essa resenha, já queria ler algo da Tessa e sem duvidas vou começar por esse, se vc amou tanto acho que há chances de eu tb gostar apesar de ser um gênero tão fora do que sempre costumo ler.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  4. Mais uma série Silvana, como você consegue??? Não é muito o meu estilo, você já deve saber... Mas que bom que você curtiu! Beijo, beijo :*

    ResponderExcluir
  5. Gostei do sobrenome dela ''Goodnight''. E sobre o livro, parece ser uma ótima leitura! Boa recomendação :)

    O Planeta Alternativo

    ResponderExcluir
  6. Adoro esses romances que tem partes muito divertidas que nos fazem rir de mais. São os melhores!!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Sil
    AAA sou doida pra ler esse romance!
    Já li um outro livro da autora e gostei.
    Casal q sabe se comunicar é vida! hahahah
    Tbm adoro essa capa 😍
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, Sil!
    Nunca li nada da Tessa, tenho um livro dela aqui, mas ainda não tive oportunidade de pegar.
    Quando vejo postagens de livros dela só consigo lembrar do quanto fiquei chateada que ela teve em Salvador mês passado e eu só fiquei sabendo depois :'(
    Nunca vou me perdoar!

    Li sua resenha, que bom que você gostou.
    Espero ler logo algo dela em breve ;)

    Muitos beijos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  9. Oi, Sil!
    Eu vejo tantas resenhas dessa autora, que não vejo a hora de colocar um livro dela na minha wishlist. Aliás, quero fazer isso ainda esse mês. Tessa Dare vai marcar meu retorno ao romance de época haha
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  10. Oi Sil! Eu sou super suspeita pra falar porque eu adoro os livros da Tessa Dare! Gosto muito desse, um pouco menos do segundo e amo o terceiro! Fico feliz que vc esteja conhecendo a série!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  11. Oi, Sil

    Eu tenho esse livro, mas ainda não o li. Quero muito conhecer a escrita da autora também. E agora, com sua opinião, quero passar ele ba frente. Hahaha
    Uma pena isso deles ficarem se achando feios... rola meio que uma auto-piedade, né? Não curto... mas, o fato do prothonista ser cego é promissor. Na nova série da Mary Balogh também tem um personagem cego e mal vejo a hora de chegar o livro dele.
    Vou ver se encaixo esse livro este mês. :D

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Sil, tudo bem?
    Adoro romances de época, com certeza vou ler esse
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  13. Gostei da sua postagem, sempre estou visitando seu blog e lendo suas postagens.. Seu blog está salvo em meus favoritos..

    Parabéns!

    Amo seu blog ❤️ ..

    Meu Blog: Tudo Sobre o Badoo

    ResponderExcluir
  14. Oi, Sil! Tudo bom?
    A Eduarda AMOU tanto esse livro que foi um dos meus incentivos a começar com a Tessa Dare. Ela parece ter os tipos de história pra me ganhar bem fácil.
    Quando o humor é bem escrito ganha meu coração. Mesmo com os pontos que tu apontou, acho que curtiria a história num todo!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi, Sil!

    Esse livro é um amor mesmo, personagens carismáticos e uma escrita super leve que envolve fácil o leitor. Ainda preciso ler os demais volumes da série. Adorei a resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Oi Sil,

    Tenho esse livro para leitura, mas sempre deixo de lado.
    Só vi comentários positivos sobre ele até o momento, o que fez querer ler ainda mais.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  17. Oi Sil! Esta série da Tessa eu ainda não li, mas eu gosto da forma bem humorada que ela conduz suas histórias e dos romances fofos. Eu acredito que vá amar esse também. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  18. Oi Sil, tudo bem?
    Também não li Tessa Dare ainda, mas tá na lista!
    Depois dessa sua resenha cheia de elogios, fiquei com mais vontade ainda de conferir. <3
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  19. Olá Sil, tudo bem?

    Gosto muito dos livros da Tessa, vale a pena ler os demais! A série toda é ótima, mas esse segue como o meu favorito. Acho que já reli e reli... rs.

    Beijos!
    https://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo