08 novembro 2020

Resenha | Amigas Para Sempre - Kristin Hannah

Livro: Amigas Para Sempre
Série: Firefly Lane # 1
Gênero: Drama
Autora: Kristin Hannah
Editora: Arqueiro
Páginas: 446
Ano: 2014

Resenha:

Tully Hart tinha dois anos quando sua mãe largou ela na casa de seus avós e só voltou dois anos depois para desaparecer novamente e, dessa vez ficar seis anos sem ver a filha. Durante esse tempo Tully tentou ser a melhor pessoa possível para que quando a mãe voltasse dissesse que a amava e nunca mais ficasse longe dela. Mas esse sonho acabou de repente quando Tully completou quatorze anos e entendeu que a mãe era uma drogada que só pensava em si mesma e que a relação entre elas nunca seria como ela sempre desejou. Mas se ela não tem uma mãe, ela teria quantos amigos pudesse e Tully se transformou na garota que todo mundo gosta e na oitava série ela era a garota mais popular do colégio. 

E foi isso que chamou a atenção de Kate Mularkey quando Tully se mudou para a casa em frente a sua. Kate é o tipo de garota amorosa e gentil que faz tudo que seus pais mandam, ela só não tem nenhum amigo. E num primeiro momento é isso que faz as duas se aproximarem e se tornarem melhores amigas, o desejo de ter o que a outra tem. Enquanto Kate tem a família perfeita que Tully sempre sonhou, Tully é a garota linda e descolada e rodeada de amigos que todos mundo aceita como é que Kate sempre quis ser. Mas a amizade que começou como um sentimento de inveja, acabou se tornando tão forte que sobreviveu por mais de três décadas. 

E quando Tully perde sua avó já com dezessete anos, Kate pede que seus pais fiquem responsáveis pela amiga. Então elas se formam juntas e vão para a mesma faculdade de jornalismo, mesmo esse sendo o sonho de Tully e não de Kate. Tully quer provar que pode ser a melhor jornalista e faz o que está ao seu alcance para conseguir seus objetivos, enquanto Kate parece se importar mais com os livros de romance. Tully quer ser famosa e Kate quer apenas se apaixonar. E é isso o que acontece quando Kate conhece o chefe de Tully, mesmo vendo que ele só tem olhos para sua amiga. E finalmente Kate cria coragem e vai atrás do que realmente quer e o caminho das amigas acaba tomando rumos diferentes. Mas a amizade entre elas continua mais forte do que nunca, até o momento em que uma traição pode acabar com tudo.

"— Nós vamos ser melhores amigas para sempre — disse Kate com sinceridade. — Combinado? 
— Você quer dizer que sempre estará ao meu lado?
— Sempre — respondeu Kate. — Não importa o que aconteça. Melhores amigas para sempre."

Faz algum tempo já que não estou muito no clima de ler livros de dramas, ainda mais um livro da Kristin Hannnah que sempre desidrata o leitor. Mas quando vi que o livro para o #DesafioMulheresDaLiteratura desse mês seria um livro onde a amizade é o foco, eu não consegui pensar em outra opção que não fosse Amigas Para Sempre, que já está há um bom tempo na minha estante. Inclusive eu ganhei Por Toda Eternidade, que é a continuação de Amigas Para Sempre, antes de comprar esse, e se não me engano Por Toda Eternidade foi lançado por aqui antes mesmo, já que foi lançado pela Novo Conceito e Amigas Para Sempre pela Arqueiro. 

E por já ter o segundo da duologia antes e já ter lido a sinopse dele, eu já sabia o que ia acontecer nesse. E mesmo assim não estava preparada quando aconteceu. É de arrancar lágrimas e ficar deprimida de como a vida pode ser injusta. No livro vamos acompanhar a vida das duas protagonista desde suas infâncias por mais de três décadas e por isso é impossível não se apegar a elas, mesmo odiando e querendo socar a cara de uma delas boa parte da história por ser uma pessoa horrível e dar uns chacoalhões na outra por ser tão passiva. E mesmo passando raiva a maior parte do livro e não me conformando com o final, não pude deixar de dar nota máxima para o livro porque mais uma vez a autora foi incrível no que se propôs a escrever.

E mais uma vez fui enganada por uma sinopse da Arqueiro. O que dá a entender é que elas serão ótimas amigas por toda uma vida e uma traição coloca a amizade em risco. Mas não é isso que acontece. Desde o começo a amizade delas já começa errado, com elas só se aproximando porque a outra tem o que elas mais querem. Mas da parte de Kate logo se transforma em uma amizade verdadeira, e só podia ser porque aguentar tudo o que essa mulher aguentou não é para qualquer um não. Mas a Tully, o personagem que me deu ranço. No começo até ficamos sensibilizados por ela ser abandonada pela mãe, mas depois foi só raiva com essa mulher.

Ela quer tudo o que é de Kate. Primeiro ela "rouba" a mãe dela ao escolher uma profissão que a mãe de Kate admira, e Kate até tenta acompanhar para ver se a mãe olha para ela da mesma maneira que olha para Tully. Depois entra o namorado/marido. Ela não quer o cara, mas fica com ele mesmo assim sabendo que a Kate é apaixonada por ele. E depois fica se insinuando para ele ao longo dos anos. E por fim temos a filha de Kate, que Tully insiste em ser a madrinha perfeita e desacatar tudo o que Kate diz para a filha se tornando aos olhos dela a super madrinha e Kate a vilã da história. Tudo o que dá errado na vida de Kate é culpa de Tully e ainda é Kate quem tem que ir atrás e se desculpar.

Nossa como passei nervoso nesse livro. Porque Tully pisa e sapateia em Kate e ela faz o que? Nada, sorri e diz que tudo bem. Uma é o cão e a outra não faz nada para se defender. Eu não consegui ver essa "amizade" delas com bons olhos não. A meu ver essa relação só fez mal a Kate. Tully abriu mão de ter uma família para focar em sua carreira, mas vivia querendo viver a vida de Kate, que por sua vez abriu mão da carreira para cuidar da família. E esse foi outro ponto que não gostei muito porque dá sim para ter as duas coisas, não precisa abrir mão de uma para ter sucesso na outra. Mas enfim, esse livro é indicado para quem gosta de um bom drama para passar raiva e chorar horrores no final. Quanto a continuação ainda não sei se lerei, porque é com a Tully e não aguento mais ver a cara dela tão cedo.

Nota:






16 comentários:

  1. Amei a resenha. Estou doida para ler Tempo de Regresso da autora e fiquei querendo esse agora também. Eu fico bem incomodada quando a sinopse não faz tão jus a história, mas as vezes é até bom para a gente se surpreender um pouco.
    Esse livro parece ser uma ótima leitura e que nos dá uma montanha de sentimentos.
    Beijos
    http://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Sil, tudo bem?
    Nossa, é a descrição de um relacionamento tóxico essa amizade. Deus me free ter alguém como Tully na minha vida. Só por esse ranço já não quero ler hahaha! Fiquei curiosa quanto ao final: a Kate morre? O_O
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  3. Só de ler a sua resenha já fiquei com ranço da Tully e me deu vontade de bater um papo real com a Kate hahaha. E a sinopse e a capa enganam bem hahaha. Mas como é um bom drama, a gente não resiste. Eu acho que tenho esse livro aqui em casa e mais para frente quero ler e passar raiva também hahaha. :)

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  4. Ei, Sil, tudo bem? No início da resenha eu pensei, "quero ler esse livro". Mas já no final perdi a vontade. Eu tenho certeza que essa Tully iria me fazer tanta raiva que eu abandonaria o livro, e quanto a outra, Kate, ela parece ser uma boa personagem, mas essa coisa de ser saco de pancadas, me desanima! Mas que bom que você gostou da leitura, apesar dos pesares! Beijo.

    Books House

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sil

    Eu amo a Kristin e esse livro está na minha lista desde que comecei a ler os livros da autora. O físico é meio difícil de achar, quando o acho o frete deixa caro, por isso acabo postergando a leitura. Agora, com o lançamento da série, provavelmente a Arqueiro vai relançar, aí vou ler. Já vi que vou passar várias raivas também! hahahahaha E como eu amo um drama dos bons, a dica está mais do que anotada!

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  6. Que legal parece essa narrativa, apesar de não ser um estilo que eu leia muito. Não sou muito do romance, mas adoro ver as opiniões. Achei bonita a capa.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia essa série da Kristin, mas pela sua resenha com certeza eu teria raiva mais da Kate que da Tully
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  8. Oi, Sil
    Eu tenho um certo interesse em ler algo da Kristin, mas não agora hahah depois de Arsen, eu passei tanta raiva com protagonistas, que por enquanto não quero chegar perto de dramas. Mas é um livro que eu adoraria ler futuramente, ainda mais contando a história das protagonistas por tantas décadas.
    Beijo!
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  9. É ruim quando a relação dos protagonistas do livro são pesadas, né? Fico agoniada. Uma pena ele não ter sido surpreendente. <3

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  10. É claro que você lerá a continuação. Livro bom é assim mesmo. Faz a gente querer entrar na história e encher o vilão de tapas.
    Mas vou te falar uma coisa. Quando li o comecinho da postagem onde você escreveu a sinopse, achei que era uma outra história e confesso que fiquei com um pezinho atrás. Mas quando você começou a contar o que achou do livro, então percebi que a trama é diferente e achei bem interessante, graças à sua postagem.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Sil! Tudo bom?
    Socorro que pela premissa e capa eu esperava uma coisa Nicholas Sparks/dramalhão mexicano, e é isso mas muito mais focado na raiva??????? Não sei se me sentiria bem lendo, na real. Quando tem drama eu prefiro drama pra chorar, não de ódio UHASUHASUHUHASUHAS

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Sil, eu nunca li nada da autora, mas eu sempre acho que ela escreve histórias incríveis! E eu tb tenho agonia com personagens passivas demais e pavor de amizades abusivas!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  13. Parece um bom livro para quem curte o gênero, mas a parte de chorar e drama não me chama muita atenção kk. Gosto do gênero se for um livro mais leve.

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Eu tenho esse livro por aqui. Até tinha separado pra ler esse ano, mas tanta coisa ruim diminuiu muito da minha meta. E nossa, só foi o cara surgir que acabou a amizade das duas kkkkk e as máscaras começaram a cair. Uma pena... mas ótimo que mesmo assim não perde o ritmo.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  15. Oi, Sil. Como vai? Parece-um livro excelente. Que bom que gostou de o ler. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Oi Sil!
    Eu só li um livro da Kristin Hannah até hoje e foi uma bela experiência.
    Intensa e emocionante, quero ler mais em breve. Este, está na lista!
    beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo