04 novembro 2020

Resenha | Uma Paixão e Nada Mais - Mary Balogh

Livro: Uma Paixão e Nada Mais
Série: Clube dos Sobreviventes #4
#1 - Uma Proposta e Nada maisGênero: Romance de Época
Autora: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Ano: 2019

Resenha:

Agnes Keeping é uma viúva de vinte e seis anos que nunca soube o que é estar apaixonada por alguém. E para falar a verdade ela nem quer isso pois, gosta de ter suas emoções sob controle. Mas querer nem sempre é poder e Agnes é praticamente atropelada pela paixão avassaladora que lhe acomete ao conhecer Flavian Arnott, o visconde de Ponsonby em um baile na casa de sua vizinha e amiga Sophia, viscondessa de Darleigh. Mas dos males o menor, já que aconteceu, menos mal que foi por alguém que ela nunca mais verá nessa vida. Porém Agnes não poderia estar mais enganada já que Flavian é um dos membros do Clube dos Sobreviventes, do qual o visconde de Darleigh faz parte e o encontro anual dos amigos do clube, devido a gravidez de Sophia, nesse ano será na residência deles. 

Assim como seus amigos do clube, Flavian carrega as marcas da guerra. Depois que um tiro atravessou sua cabeça, e ele ainda bateu a mesma ao cair do cavalo, ela nunca mais foi a mesma. Suas memórias desaparecem nos momentos mais inoportunos, além da gagueira e das dores de cabeça que pioram quando ele está ansioso. Mas isso não é nada comparado ao que ele passou anos atrás, aos ataques de raiva constante que só melhoraram depois do tempo que ele passou na propriedade do duque de Stanbrook, na Cornualha. Mas essa melhora não foi o suficiente para sua noiva na época, Velma, que o trocou por seu melhor amigo. E o curioso é que Velma está de volta após cumprir o ano de luto pela morte do marido e a mãe dela e a de Flavian acreditam que eles possam continuar de onde pararam e reatar o noivado.

Mas Flavian sequer cogita essa possibilidade, e ele pretende fazer o que estiver a seu alcance para ficar o mais longe possível da mulher que o fez desacreditar do amor, até mesmo se casar com outra. E essa outra pode muito bem ser Agnes, que Flavian não lembra muito bem de ter conhecido, já que esqueceu de Agnes logo depois de dançar com ela naquele baile há cinco meses. O que ele lembra foi ter sentido alguma coisa muito especial naquela dança e que continua sentindo ao que parece, já que na primeira oportunidade ele rouba um beijo de Agnes. E quanto mais se aproxima de Agnes, mais Flavian fica encantado e atraído por ela. E quando a pressão da sua família para que ele volte para casa e para seu antigo noivado fica insuportável, Flavian faz o que acredita ser o certo e pede Agnes em casamento. 

"— Agnes — chamou ele. — Você estava à minha espera lá? Em Middlebury? Esteve sempre me esperando? E eu sempre estive esperando para conhecê-la?
Ela sorria, ele percebia sob a luz vacilante da vela.
— Durante toda a minha vida — disse ela. — E durante toda a sua."

E chegamos na metade dessa série que já considero uma das melhores do gênero que li ultimamente. Eu confesso que estava receosa de não gostar tanto assim desse quarto livro porque todas as resenhas que li da série citam esse, e o protagonista masculino em si, como o mais fraco da série. E concordo até certo ponto e realmente essa nota foi a menor até agora, mas ainda assim eu dei um muito bom, o que ainda deixa o livro um patamar acima de outros livros e alguns autores aclamados do gênero. E meu problema nem foi com o protagonista masculino, e sim com uma coisa que faltou no final do livro, que é uma questão puramente de gosto, que me fez não dar a nota máxima para o livro.

Se formos comparar os protagonistas masculinos até o momento, Flavian se equipara ao Vincent. Os dois sofreram ferimentos de guerra que os fizeram se deixar levar pelas circunstancias e não aceitarem as responsabilidades que suas posições exigem. E os dois são praticamente sufocados por suas famílias e preferem fugir do que enfrentar a realidade. Mas Vincent tem a "desculpa" da idade e da falta de maturidade, já Flavian não. E esse talvez foi o que fez muitas pessoas achar ele o protagonista mais fraco até então. Eu confesso que passei um certo nervoso com ele sim, queria que ele demonstrasse mais seus sentimentos e sua vontade, mas é preciso levar em conta o problema dele, tanto a falta de memória como a confusão mental e os ataques de raiva quando ele fica estressado.

Já Agnes também se comparada as protagonistas femininas dos outros livros, deixa um pouco a desejar. Ela não é aquela pessoa marcante, se formos descrevê-la, seria como uma pessoa comum, o que não é ruim. Mas é que nós leitoras do gênero estamos acostumadas a ter sempre protagonistas de época fortes e com uma característica ou outra que destaque sua personalidade. E Agnes não tem isso. Apesar que me surpreendi com uma atitude dela no final. E além dos protagonistas mais "mornos" do que dos outros livros da série, temos que levar em conta que ele vem logo depois de um livro arrebatador como foi a história de Benedict e Samantha e fica inevitável essa comparação e esse fica parecendo ser um livro fraco.

Agora meu problema mesmo com o livro e que me fez tirar um ponto da nota foi o final. Pode ser spoiler então se for ler o livro não leia as próximas frases. Não que ele não foi satisfatório em relação ao casal, mas como disse antes, para meu gosto pessoal, ele faltou um acontecimento para me deixar totalmente satisfeita com a história. Diferente dos outros livros da série até então, nesse temos uma vilã na história e eu como rancorosa e justiceira que sou, queria ver a justiça sendo feita e não aconteceu. Os dois souberam a verdade, mas o resto da família não. Na verdade eu queria ela exposta para toda a sociedade, mas já ficava satisfeita que pelo menos a família de Flavian soubesse a cobra que eles defendiam. Mas enfim, ainda assim é um bom livro e recomendo para quem leu a série. 

Nota:










16 comentários:

  1. Oi, Sil
    Esse foi o livro que menos gostei até agora, seguido do quinto. Infelizmente não me conectei tanto assim com o casal e achei que tudo foi muito reto, plano sabe? Faltou algo a mais para me impressionar, tanto quanto você.
    Beijo!
    http://www.capitulotreze.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  2. Ei, Sil, essa semana o clube dos sobreviventes está bombando nós blogs. E eu leio todas as resenhas, já que não peguei nenhum spoiler até então, por isso pulei o último parágrafo. Mas aparentemente o melhor desses livros são os próprios demônios que os personagens tem que enfrentar, então imagino que a construção e o desenvolvimento deles seja muito bom. Beijo.


    https://resenhabookshouse.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
  3. Oi Sil, tudo bem?
    Entendi seu ponto sobre o protagonista masculino, acho mais difícil engolir certos comportamentos quando o personagem é mais maduro (seja o mocinho ou a mocinha). Mas ainda assim quero muito ler essa série!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  4. Eu particularmente amo livros de época. Ainda mais quando têm paixões envolvidas. O que me fez sentir uma vontade enorme de ler esse livro. Além do mais, o propósito de uma boa resenha é essa né? Haha. Muito bom! Beijo.


    Bela sem a Fera

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sil!

    Não achei esse volume tão ruim como o pessoal anda dizendo. A protagonista pode sim ser morna, mas na real eu acho que esse sim é o tradicional, não as mulheres fortes, independentes e rebeldes como vemos em muitos romances de época, algo que nem era muito esperado pra aquela época. O Flavian realmente podia mostrar um pouco mais os seus sentimentos, mas nem de longe é um livro ruim por isso. Adoro essa série!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Sil! Eu tenho gostado muito desta série e com esse volume não foi diferente. Entendo bem seu anseio em relação a vilã, ela merecia o pior castigo. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Oi, Sil! Tudo bom?
    Toda série tem seus volumes mais fraquinhos né. Mas fico feliz que, mesmo com alguns pontos negativos, ainda é um livro bem desenvolvido e bem explorado. Como eu disse, tô com os dois primeiros aqui pra ler - vou ver se leio pelo menos o 1 ainda esse ano! - e bem curiosa pra conferir a escrita da Mary.

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Sil, tudo bem? É eu também gosto de um exposed de vilões rsrsrsrs uma pena que faltou, mas eu acho que vou gostar mesmo assim rsrsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Bom... talvez esses acontecimentos que não te deixaram satisfeita surjam mais tarde em outra parte desta saga. Talvez já venha na próxima ou ficará guardado para surgir em um momento mais oportuno. Quem sabe?

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. Amei a resenha. Essa série parece muito boa, mas fico com medo de acabar não gostando do comportamento dos personagens.
    essa capa está linda
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Sempre acho as capas desses livros bonitas. Amei a sinceridade da resenha. Não vejo muitas resenhas desses livros, então só vejo eles por aqui, mas até agora só senti vontade de ler kk.

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  12. Entre o Flavian e a Agnes, eu passei mais nervouso foi com ela e o doce que ela tava fazendo com o coitado kkkkkk
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  13. Oie, estou querendo muito ler essa série, mas ainda não tive tempo rs
    Beijos!
    https://deliriosdeumaliteraria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Oi, Sil. Tudo bem? Que chato o livro não ter lhe agradado como gostaria, mas é provável que os acontecimentos se revelem nos próximos livros. Espero que você goste dos livros seguintes. Muito boa sua resenha. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Realmente você está empolgadíssima com essa série, e de fato são livros muito bons. Eu acabei lendo o spoiler que tu deu, mas concordo, porque sou meio justiceira nos livros também... kkk
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  16. Oi Sil,
    Esse foi o mais fraco da série, então, porque lembro das outras resenhas você super animada.
    Ainda não desisti da Mary, só não consegui acompanhar os lançamentos, então vou esperar para ler, rs.
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo