31 dezembro 2020

Retrospectiva Literária 2020

Como já é tradição aqui no blog, no ultimo dia do ano temos a retrospectiva literária. Originalmente organizada pelo blog Pensamento Tangencial que saiu do ar, mas vou continuar a tradição. E só lembrando que escolhi entre os livros que li nesse anonão são necessariamente livros que foram lançados nesse ano. Se quiser conferir as respostas dos anos anteriores é clicar nas datas: 2012201320142015201620172018 e 2019.


A aventura que me tirou o fôlego: Holly Black nunca me decepciona e com O Povo do Ar não poderia ser diferente. O Rei Perverso figura entre as melhores leituras desse ano.

O terror que me deixou sem dormir: Na verdade nada me faz perder o sono, mas vou colocar aqui um livro que merece essa menção pela edição incrível, Coraline.

O suspense mais eletrizante: Foi o primeiro livro do ano mas tinha que estar aqui porque li ele em um dia de tão bom que foi. Esposa Perfeita.

O romance que me fez suspirar: Fui seduzida junto com a duquesa. Suspirei e me apaixonei com A Sedução da Duquesa.

A fantasia que me encantou: Infelizmente não foi uma saga perfeita do começo ao fim, mas pela qualidade dos dois primeiros livros Crônicas da Quasinoite merece estar aqui.

A saga que me conquistou:  Esse ano reli a série O Cemitério dos livros Esquecidos e me apaixonei novamente pelo autor. Pena que ele nos deixou esse ano. 

O clássico que me marcou: Mesmo sendo uma releitura senti novamente tudo o que senti lendo da primeira vez: O Pequeno Príncipe.

O nacional que adorei: Esse livro foi uma releitura, mas comparando com os nacionais que li Eu Vejo Kate ganha de longe.

O livro que me fez refletir: Esse livro é mais do que necessário. Não basta não ser racista: Sejamos Antirracistas.

O livro que me fez rir: Apesar de não ser um cinco estrelas, eu ri muito com Escritora de Romance e... Virgem.

O livro que me decepcionou: Como amei o filme do primeiro livro e os livros quase sempre são melhores que os filmes achei que encontraria uma história maravilhosa. mas infelizmente Fronteiras do Universo acabou sendo uma decepção.

O livro que me fez chorar: Esse livro acabou comigo. Chorava de soluçar hehe. Amor de Redenção.

O livro que me surpreendeu: Me surpreendi com O Duque Que Eu Conquistei porque não esperava encontrar um enredo tão diferente em um romance de época.

O livro que devorei: Apesar de ter visto muita gente reclamando que o livro foi um suplicio para ler, comigo aconteceu o contrário, tanto que li as 400 páginas finais de uma vez. Casa de Terra e Sangue.

O thriller psicológico que me arrepiou: Poderia colocar vários nessa categoria porque li vários trillher que me arrepiaram esse ano. Mas Nunca Saia Sozinho tem uma das minhas personagens favoritas do gênero então ele merece o posto.

A capa que amei: Estou encantada até agora tanto com a capa como com essa história de O Jardim Secreto.

A capa que detestei: Escolhi essa para ilustrar, mas as capas dos livros da Sophie em geral são bem desleixadas.

O casal perfeito: Teve vários casais que eu amei nesse ano, principalmente os dos livros de romance de época, mas acabei escolhendo um casal que é de um livro que considero perfeito. Benedict e Samantha de Uma Loucura e Nada Mais. 

O(a) personagem do ano: Não posso escolher outra pessoa porque estou apaixonada eternamente pelo Kaz.

O(a) autor(a) revelação: Li vários autores maravilhosos esse ano, mas uma que me surpreendeu e muito foi a Taylor Jenkins Reid com o livro Os Sete Maridos de Evelyn Hugo.

O(a) autor(a) que mais esteve presente entre as minhas leituras: Esse ano participei de uma leitura coletiva de uma série da Mary Balogh, então acredito que foi ela a autora mais lida por mim nesse ano.

O gênero literário que mais li: Novamente ganhou Romance de Época com 38 livros lidos

A melhor editora: Levando o bicampeonato temos a Faro Editorial. Não posso escolher outra editora quando os livros mais bem feitos da minha estante são deles. 

O melhor livro que li em 2020: Como sempre essa é a pergunta mais dificil para responder. Fiquei entre 4 livros e o que me fez decidir foi um dos protagonistas, que aliás levou como melhor personagem. Quem ficou com o prêmio foi Six Of Crows.



Li em 2020: 238 (sendo 15 contos)

A minha meta literária para 2021 é: Comprar mais e-books em vez de livros físicos por falta de espaço hehe. 








15 comentários:

  1. Oi Sil, tudo bem?
    Menina, mais de 200 leituras? Parabéns! Eu não consigo ser tão ágil mas admiro quem consegue. A trilogia Quasinoite eu quero ler por sua causa, os elogios aos dois primeiros livros me deixaram super curiosa. E também estou de olho nos romances de época que você indicou.
    Aproveito para desejar um feliz 2021! Que seja um ano de mais saúde e mais esperança pra nós. ♥
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  2. Oi, Silvana! Eu me lembro bem de cada uma das resenhas desses livros. Realmente o teu nicho neste ano se encontrou melhor com os romances de época e alguns infanto-juvenis.

    Quanto a comprar menos livro físico, acredito ser uma tendência crescente ainda. Aos poucos o povo vai migrando para o ebook que pode até deixar a desejar no quesito visual porque não permite muita arte nem inovações, mas ganha no fator praticidade. Quem realmente gosta de ler sabe do que estou falando. Acredito que o livro impresso ainda existirá por um bom tempo, mas sofrerá uma reestruturação em breve para se adequar mais.

    Um abraço, feliz ano novo, princesa do blog. Tudo de bom a você e toda sua família, seja ela com marido e filhos ou cães e gatos ou amigas ou amigos, enfim, tudo de bom para você e os teus.

    ResponderExcluir
  3. Oi Sil! O pequeno príncipe da Faro é uma edição lindíssima e Coraline foi uma das melhores leituras do ano! Ano que vem espero conseguir ler O jardim secreto!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Oi Sil
    Adorei a sua seleção de livros! Desses livros quero ler: Escritora de Romance e... Virgem, Os Sete Maridos de Evelyn Hugo, O Jardim Secreto e Nunca saia sozinho. Espero ler todos eles agora em 2021 :)
    Aproveitando para desejar um feliz 2021, que esse ano novo venha repleto de saúde, positividade, esperança e muita energia boa.
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa | Instagram | Facebook | Twitter

    ResponderExcluir
  5. Vi vários livros que eu amo serem mencionados e adorei. Meu ano foi ótimo em leituras e espero que 2021 seja ainda melhor.

    Feliz ano novo!!
    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  6. Oi Sil! Foi um ano de muitas leituras para você e pelo visto de livros marcantes. O do Charlie figura entre meus queridos de 2020 também, assim como Cidade da Lua Crescente. Feliz 2021! Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Ei Sil, tudo jóia? Meu Deusssss, mais de 200 leituras, caramba, é muita coisa. Você arrasou muito. Eu adorei esse post, eu quero trazer para o blog nos próximos anos também. Então se me permitem, eu também quero fazer. Tem muitas livros nessa lista que eu amo, e outros que quero ler, que o caso de Six of Crows! Eu adorei o post, de verdade! Um feliz ano novo, e que venham mais eBooks nesse próximo ano. Beijos!

    Books House

    ResponderExcluir
  8. Essa capa do Jardim secreto está magnífica. Eu já tinha vontade de ler. Agora mais ainda. Me interessei por vários títulos.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Sil. Como vai? Suas 200 leituras foram excelentes hein! Que em 2021 você possa ler pelo menos 201 livros, embora eu imagine que você bata este recorde facilmente. Os livros da editora Faro arrasam não é mesmo, o capricho deles é perceptível aos olhos. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Sil,

    Feliz ano novo!
    Parabéns pelas leituras.
    Six of Crows está na minha lista de leituras, e agora vendo que ele ganhou como melhor livro e melhor protagonista deu uma baita vontade de ler rs.
    Holly Black arrasa mesmo, estou lendo o último livro dessa trilogia.
    Coraline eu não li , mas tenho curiosidade.
    Mary Balogh está na minha listinha e desse mês não passa rs.

    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  11. Oi Sil,
    O Rei Perverso quase quase entrou nos meus melhores do ano! Mas o cargo de fantasia tinha que ser de Casa de Terra e Sangue que me fez derramar lágrimas.
    E por lembrar, esse ano NECESSITO de A Rainha do Nada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Já Coraline não foi uma experiência tããão positiva assim! rs
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. P.S.: Os Sete Maridos de Evelyn Hugo é perfeito.
    P.S.2: Você é maravilhosa, fico inspirada só de ver suas leituras e seu desempenho. Queria te falar isso, porque você é o tipo de pessoa que realmente lê, demonstra isso em suas resenhas/postagens, não liga para o que falam/cobram de metas e tal. Sério. Parabéns, Sil. 2021 estaremos aqui juntas de novo. ♥

    ResponderExcluir

  13. Oi
    eita muitos livros lidos em 2020, desses eu tenho Coraline só que ainda não li, eu quero muito Esposa Perfeita já li um livro dessa autora e gostei.
    Já me falaram que Fronteiras do Universo não era tão bom assim.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. sillll
    que ARRASO suas leituras
    parabéns pelo esforço e dedicação!♥
    Vamos ao post

    Os sete maridos foi um livro ótimo!

    Cidade da Lua Crescente quero ler esse ano! ♥ Amor de Redenção eu vi muita gente comentando, mas acho que vou aproveitar a dica que ta no KU e ler, que tal?
    tenho a bussola de ouro e faca sutil
    essas capas novas tao mais bonitas que a minha, pena que tenham sido decepcionantes :(

    Beijos!
    Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  15. De toda a sua retrospectiva eu quero mt ler cidade da lua crescente e essa versão de coraline <3

    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo