07 dezembro 2017

Resenha | Corte de Asas e Ruína - Sarah J. Maas


Livro: Corte de Asas e Ruína
Série: Corte de Espinhos e Rosas # 3
#1 - Corte de Espinhos e Rosas
#2 - Corte de Névoa e Fúria 
Gênero: Fantasia
Autora: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Páginas: 687
Ano: 2017

Esse livro faz parte de uma série. Contêm spoilers dos livros anteriores.

Resenha:
Feyre era uma humana que acabou envolvida em uma maldição lançada em alguns feéricos. Ela se apaixonou por um deles e quebrou a maldição, mas para isso teve sua alma partida e seu corpo mortal foi transformado em um corpo feérico pelos Grão-Senhores. E nesse processo ela recebeu o poder e habilidades de todos eles. Mas Tamlin, seu amado e Grão-Senhor da Corte Primaveril, teve tanto medo de perder Feyre novamente que acabou prendendo ela em sua casa, o que fez com que Feyre fosse definhando um pouco a cada dia. E quando estava prestes a morrer de tristeza, Feyre foi salva por Rhysand, Grão-Senhor da Corte Noturna, que Feyre não sabia, mas era seu Parceiro. A Parceria é um laço tão forte que o casamento se mostra insignificante perto dele. É um laço de amor que une duas pessoas como se fosse uma ponte entre as duas almas.

E é graças a esse laço que Feyre e Rhys vão poder se comunicar agora que estão separados. Enquanto tentavam descobrir uma maneira de derrotar o rei Hybern, eles foram traídos por Tamlin, que se aliou a Hybern em troca de ter Feyre de volta em seus braços. O que Tamlin nem imagina é que Feyre agora é a Grã-Senhora da Corte Noturna e está fingindo para poder destruir o rei Hybern em um local estratégico, no meio de seus aliados. Feyre tem que ser o mais sutil possível, já que um descuido pode acabar com todos os seus planos. Além de conseguir informações sobre os planos de Hybern para o ataque à muralha e posteriormente as terras humanas, Feyre vai tentar jogar uns contra os outros, a começar por Lucien, que descobriu que Elain é sua parceira quando ela e Nestha foram transformadas em feéricas no Caldeirão, pois Ianthe entregou suas irmãs para Hybern poder controlar Feyre.

E Feyre não perde uma oportunidade, mas ela tem que tomar muito cuidado porque Jurian está de volta e ele conhece Rhys de antes do tratado. Ele sabe o que Rhys é capaz de fazer pelos que ele ama e ele tem certeza de que Rhys não vai deixar que levem sua parceira sem fazer nada. Por isso Feyre apressa seus planos e consegue deixar Tamlin desmoralizado perante todos, e de quebra se vinga de Ianthe. E Feyre leva Lucien com ela. Mas apesar do que Feyre fez, Hybern segue firme em seus planos de derrubar a muralha e a guerra que até então era só boatos, começa de vez com Hybern atacando uma das Cortes. Além de Hybern ter um exército sem tamanho, ele consegue anular a magia dos feéricos e conta com o poder do Caldeirão a seu favor. A Rhysand só resta tentar unir os Grão-Senhores. Mas depois de tudo o que eles já passaram, como confiar uns nos outros? Mais uma vez Feyre tem um grande inimigo à sua frente, será que dessa vez ela sairá vencedora?

"E, embora a expressão de Rhys estivesse tranquilo, e os ombros, relaxados, eu disse: Vejo você inteiro, Rhys. E não há uma só parte que eu não ame com tudo o que sou."

Faz tempo que eu não leio uma história que mexeu tanto comigo como aconteceu nessa. Essa trilogia foi uma das melhores que li não só nesse ano, mas na minha vida. A história é tão completa e tem tudo o que gosto. Por isso virou favorita, mesmo eu encontrando vários pontos nela que me fizeram odiar a autora em alguns momentos. Odeio autores que manipulam os leitores a seu favor. Você esconder as coisas e criar aquele suspense em torno de algo é uma coisa, você levar o leitor a pensar de uma forma e no livro seguinte mudar tudo aquilo, eu acho sacanagem. Principalmente quando essa coisa no caso mexe com sentimentos. Tem gente que não concorda comigo, mas eu ainda estou muito magoada com o que a autora fez do primeiro para o segundo livro. Mas nem por isso deixo de reconhecer que a Sarah é uma das melhores autoras de fantasia da atualidade e com certeza vou querer ler outros livros dela.

Esse terceiro livro não chega a ser tão perfeito como foi o segundo, mas ainda assim é um ótimo livro e entrou para os favoritos também. Aconteceram tantas coisas e foram tantas emoções que nem sei explicar o que senti lendo ele. Eu acabei o livro em prantos. Foi muita emoção para um coração só e até precisei fechar o livro e voltar depois, pois, não consegui me segurar em uma cena que teve quase no fim da história. Não vou dar spoiler, só vou dizer que quando o negócio é com família, mexe comigo. Eu amei as cenas de ação durante a guerra que vinha sendo anunciada desde o primeiro livro. E as coisas que Feyre teve que fazer, o que cada um deles teve que sacrificar, foi maravilhoso. Fazia tempo que eu não lia um livro assim que cada um dos personagens foram essenciais para que tudo terminasse como terminou.

Mas eu sou dessas que guarda as coisas e não consegui perdoar a Nestha pela forma como ela tratava a Feyre no começo da história. Ela pode ter conquistado todo mundo, mas eu não consegui olhar ela de outra forma. Até se eu tivesse visto algum tipo de mudança nela, mas o tempo todo ela tratou a Feyre mal, mesmo que fosse apenas por respeito pela posição da Feyre, mas nem isso ela fez. Ela foi sim uma grande personagem que mostrou e muito o empoderamento feminino, mas eu guardei ódio dela. E falando em empoderamento feminino, isso foi o que mais teve nessa história. Todas as personagens femininas tiveram seu papel de destaque. Os homens estavam ali sim, mas era para apoiar as mulheres e incentivar cada uma delas a alcançar seu potencial. Eles lutaram lado a lado como iguais. Era uma guerra, local onde homens sempre tiveram mais presença. Mas aqui todos os personagem são iguais e tem o mesmo valor, ninguém é mais do o outro, que é o que revindicamos.

Outra coisa que não faltou, foi ship para todos os gostos. Eu fiquei na torcida por vários casais e acho que menos da metade deles deram certo. E teve alguns que ficaram em aberto, já que mesmo que a história dessa trilogia tenha terminado por aqui, a autora ainda vai continuar escrevendo nesse mesmo universo e acredito que esses personagens vão aparecer ainda. Mas o grande romance sem dúvida é entre Feyre e Rhys. Eu amei essa coisa do laço de parceria e desse amor entre eles que transcende tudo. E o legal foi a autora mostrar que eles tiveram escolha, o amor entre eles não veio por causa do laço, o laço apenas fortaleceu o amor entre eles. Tanto que teve outros casais que tinham o laço mas não se amavam. Outra coisa que gostei foi que a autora redimiu alguns personagens, que não vou falar quem são é claro.

Enfim, essa resenha já está enorme e eu ainda tenho muito para dizer, mas vou parar por aqui. Eu indico para quem ainda não leu. Mesmo não sendo de um gênero que você curta, dê uma chance, porque feliz é quem leu e conheceu essa história magnifica. A Feyre vai ser um marco nas minhas leituras. Não vou conseguir ler um livro sem comparar os personagens com ela. Feyre foi um exemplo de força e superação. Um personagem que cresceu tanto que virou a própria história. Essa história não existiria sem ela. Quanto a edição, está melhor que no livro anterior, pelo menos não encontrei tantos erros de revisão. Eu gostei da capa, mas sei que o povo chiou bastante quando ela foi revelada. Enfim, leiam, leiam agora. Pare o que você está lendo e vá ler essa trilogia. Você não vai se arrepender.

Nota: 








18 comentários:

  1. Precisooo ler essa trilogia. Todo mundo fala tãaaao bem. Acho que o primeiro livro vai ser um dos primeiros que vou comprar em 2018. To bem ansiosa!

    Beijos
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  2. A foto ficou linda! Já tinha ouvido falar várias vezes sobre esse livro, mas nunca li ou fui saber mais, então quando li sua resenha me interessei bastante, a história parece muito boa e intensa, com certeza conferirei!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Sil

    Infelizmente não pude ler a postagem por conta do aviso de spoiler, mas fiquei impactada de ver que você já terminou oi três! AAAAAAAAAAAAAA ahhhahahahahaha
    Eu comprei o box aquele dia, mas acredita que ainda não chegou? Está previsto para o dia 15.
    Espero gostar, me propus a ler e farei de coração aberto. Vamos aguardar...
    Hahahahah

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Sil.
    Nunca tinha nem ouvido falar dessa série. :(
    Tô muito por fora pelo visto, já que pra você é um dos melhores livros favoritos de todos os tempos.
    Pela sinopse ficou meio confuso pra mim pela quantidade de personagens, mas essas distopias, fantasias, geralmente tem mesmo muitos personagens importantes.
    Gostei de saber que a história tem mulheres fortes como protagonistas.
    Interessante que o laço/parceria é forte, mas sem amor não funciona.
    Bela resenha.
    Abraços.
    Diego || Diego Morais Viana

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li esse. Vou ler provavelmente em janeiro para finalizar essa trilogia. Espero gostar tanto assim como você. Eu gostei bastante dos outros :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  6. Você falou com tanta sede sobre esse livro, sobre a série em si, fica impossível não ficar desejando ler.
    Já quero rs.

    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Sil, tudo bom?
    Esse livro é um épico, né não? Quando terminei fiquei deitada na cama olhando pro teto porque não conseguia pensar em mais nada além de PQP QUE FINAAAAAAAAAAL!
    Eu amo muito a Nesta (pq raios a tradução colocou um H ali?) e entendo bastante essa personalidade arisca dela. É o tipo que eu mais amo em livros assim; ela usa a frieza e a crueldade pra evitar mais dor do que já enfrentou, e considerando que a Feyre tem culpa no cartório a respeito do que rolou com a Nesta e a Elain sem o consentimento delas (e, convenhamos, acabou com tudo que elas eram e mudou a vida das duas PRA SEMPRE, não é pouca coisa) super compreendi inclusive apoiei a reação dela. E da Elain. Cada uma reagiu de um jeito de acordo com a sua maneira de encarar a vida.
    Eu sou Team Nesta - inclusive é minha religião - então preciso defender sempre UHASUHASUHUHASUHASUHASUHASUHA
    Adorei sua resenha! Deu uma saudade imensa da história, espero que o quarto livro não demore tanto (e espero que seja da Nesta, porque se for de outro personagem eu jogo um sapato na SJM!).

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Sil, estou acompanhando a sua leitura dessa série e achando bem bacana. Como vc disse mesmo não sendo tão fã do gênero parece valer a pena e sou mega rancorosa, sei bem como é não conseguir perdoar um personagem hehehehehe

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Oi
    que bom que gostou de ler, mesmo não tendo amado como o segundo, esses livros parecem ser bons e eu quero muito ler ele, perdi a promoção do box, pois tinha gastado dinheiro com outros livros.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Sil,
    Ah nossa, coitada da Feyre gente, olha que minha intuição - enquanto lia a primeira resenha - deu uns pitaco de que o cara não era flor que se cheire...olha aí. Sim, leio resenha com spoilers kkkkk
    Parece ser uma ótima trilogia, cada vez curiosa pra ler, que em 2018, eu consiga!

    bjs
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Eu tenho lido várias resenhas da série e só agora enxerguei com bons olhos, antigamente eu não me interessava. Mas esse enredo instigante, com personagens femininas tão fortes e clima de guerra sempre me atrai. Estou ansiosa para ler. Bjos ❤

      Click Literário

      Excluir
  11. Oi, Sil!
    Apesar de alguns detalhes que me incomodaram, eu amei esse livro.
    Eu também não gostava da Nesta, mas depois de saber um pouco mais sobre ela em um capítulo extra eu passei a ver com outros olhos.
    Só sei que quero logo são os spin-offs que a Sarah prometeu.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Natal Literário e ganhe prêmios maravilhosos

    ResponderExcluir
  12. Oi Sil! Estou até com medo de ler esse livro e ele não superar minhas expectativas, mas eu acho difícil a autora me decepcionar.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  13. Uau, Sil! Uma trilogia que não só se tornou favorita do ano, mas da vida, merece mesmo uma atenção especial hahaha li a resenha por cima por conta de spoilers, mas lembro de ter lido suas resenhas anteriores da série e como o segundo volume foi surpreendentemente o melhor de todos. Depois de tantos elogios, com certeza vou arranjar um tempo pra dar uma chance pra trilogia!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Sil,

    Ahh preciso muito ler esse livro, mas vou aguardar uma folga para ele, pois se que vou ter uma ressaca literária com ele ♥
    É o primeiro livro na minha lista para ler ♥

    Bjs e um bom Domingo!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  15. Oi Sil
    Menina você já leu tudo, e eu aqui nem comecei, espero em breve. Confesso que pulei umas partes da resenha pra não ver spoiler, fico feliz de saber que vc curtiu a série e eu confio nos teus gostos. As capas são lindas né?

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo