18 setembro 2019

Resenha | A Corrente - Adrian McKinty


Livro: A Corrente
Série: Não
Gênero: Suspense
Autor: Adrian McKinty
Editora: Record
Páginas: 378
Ano: 2019

Resenha:
Quando acordou naquela quinta feira, Rachel Klein nunca poderia imaginar que ia entrar dentro de um pesadelo. Ela até esperava que o dia não fosse bom, já que sua oncologista ligou antecipando a consulta depois de seus últimos exames semestrais, mas nunca que ela ia imaginar que sua vida fosse virar de cabeça para baixo com um único telefonema. Os últimos anos não foram fáceis para Rachel. Teve a separação, a cirurgia na mama, depois a radio e a quimioterapia. Mas as coisas foram entrando novamente nos eixos. O câncer entrou em remissão, seu cabelo voltou a crescer, ela ganhou peso e até conseguiu um emprego decente como professora.

Rachel deixou sua filha Kylie de 13 anos no ponto esperando o ônibus escolar e foi para sua consulta. Mas no caminho recebeu um telefonema de um numero desconhecido e quando ela atendeu uma voz retorcida disse que ela se lembrasse de duas coisas: ela não era a primeira nem a ultima e não era pelo dinheiro e sim pela Corrente. Rachel achou que alguém havia ligado errado, mas a voz continuou dizendo que em cinco minutos ela ia receber a ligação mais importante da vida dela. Rachel fica sem entender nada, mas então o telefone toca novamente e dessa vez é uma mulher que diz a Rachel que ela sequestrou Kylie e manda uma foto de Kylie vendada no banco de trás de um carro.

Então a mulher diz a Rachel que vai lhe passar uma série de instruções que devem ser seguidas à risca e que se Rachel não cumprir uma delas ou chamar a policia, tanto Kylie como o filho dela morre. A mulher diz que assim como ela, Rachel está na Corrente agora. As regras são simples: Rachel deve pagar um resgate em dinheiro, e então escolher outra vítima e sequestrar o filho dessa pessoa para que sua filha seja devolvida, assim como a mulher está fazendo com Kylie para ter seu filho de volta. Então Rachel, que até então nem multa levava, vai ter que fazer coisas que nunca imaginou ser capaz de fazer. O que o cérebro por trás da Corrente não esperava é que enfim eles encontraram um oponente à altura, pois Rachel é uma sobrevivente, e vai tentar fazer o que ninguém conseguiu até então: quebrar a Corrente.

"— Quero um pouco de privacidade pra contar a minha história. E pra gente traçar o nosso plano.
— Plano pra que?
— Pro que trouxe a gente até aqui
— E o que foi que trouxe a gente até aqui?
— Quebrar a Corrente, é claro."

Eu fiquei sabendo desse livro quando recebi uma carta da editora dizendo que meu livro tinha sido sequestrado e que para conseguir ele de volta eu tinha que postar uma foto nas redes sociais com a tag #naoquebreacorrente. Eu achei a ideia super original e claro participei da brincadeira. Mas mais original ainda é o enredo do livro, pois nunca tinha visto nada parecido com isso e olha que já li muitos livros do gênero. Sempre que leio a sinopse de livros de suspense, a primeira coisa que penso é, já vi isso naquele livro, ou é muito parecido com a ideia daquele outro. Mas nesse não me veio nada a cabeça. A ideia é muito original e no fim do livro o autor até diz que A Corrente era um conto que ele achou que tinha potencial e cinco anos depois foi transformado em um romance.

E conforme fui lendo a sinopse vi que a editora até que foi gentil com os parceiros porque imagine ter que roubar o livro de outra pessoa para ter o meu devolvido? Porque afinal para quem ama ler, os livros são como filhos hehe. E é isso que as pessoas que participam da Corrente precisam fazer. Quem em sã consciência pensaria em sequestrar uma criança, mantê-la prisioneira e se algo der errado matá-la como se fosse apenas um erro de percurso? Ninguém. Mas e se tiver que escolher entre uma criança desconhecida e o seu filho? É com esse amor que o cérebro por trás da Corrente conta para que as pessoas continuem fazendo o serviço sujo enquanto ele só precisa administrar o dinheiro do resgate e controlar as vitimas com ameças para que nada dê errado.

O livro já começa em um ritmo alucinante e não deixa muito espaço para dúvida sobre o que vamos encontrar na história. A narrativa em terceira pessoa acompanha Rachel na maior parte do tempo, mas também vemos Kylie no cativeiro, assim como seus sequestradores e de uma parte em diante vamos acompanhar o cérebro da Corrente também, mas só descobrimos sua identidade perto do fim. É desesperador saber o que está em andamento e a gente fica ali torcendo para que ninguém morra, porque errado já deu mesmo. E é impossível não se colocar no lugar daquelas pessoas, mesmo vendo tudo o que elas estão fazendo não dá para julgar, porque esse é aquele tipo de situação que você só sabe como reagiria quando está vivendo aquilo, não é algo que dá para imaginar se eu faria ou não.

Ainda mais Rachel que a gente já começa tendo empatia porque ela passou por um câncer que agora está de volta e ainda tem que lidar com o que está acontecendo sozinha. Mas Rachel é determinada e acima de tudo inteligente porque mesmo desesperada, ela vai notando uma coisa aqui e outra ali durante os contatos com a Corrente isso é fundamental na segunda parte do livro. Sim, o livro é dividido em duas partes. Quando a gente acredita que a história terminou e tudo acabou bem da maneira que deu, temos uma segunda parte da história e ai a coisa muda de figura porque a caça vira o caçador e então temos uma história completamente diferente da que encontramos na primeira parte.

Eu poderia ficar aqui horas falando sobre o livro para te convencer a ler ele, mas acho que já disse tudo o que podia sem soltar spoilers. E se eu fosse você não perdia mais tempo e corria lá ler ele. Sem dúvida foi um dos melhores e mais surpreendentes thrilers que li ultimamente. Quanto a edição está muito bem feita. Sei que tem gente que não gosta de capas em soft touch porque geralmente fica com marcas de dedo, mas eu amo aquela sensação aveludada. E para terminar, lembre de uma coisa, é pela Corrente, leia logo esse livro e não quebre a corrente, as consequências serão terríveis. #naoquebreacorrente

Nota: 







16 comentários:

  1. Oi, Sil como vai? Que livro hein! Deve ser uma leitura em ritmo alucinante, presumo. Gosto do gênero e lendo sua resenha, colocarei em minha já extensa lista de livros desejados. Abraços!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Sil!
    Esse ano a Record só tem investido nesses thrillers e policiais ai, Jesus. Confesso que esse principalmente não me chamou atenção em aspecto algum, apesar do pontos positivos. Esse gênero pra mim já deu.

    Abraços
    Emerson
    https://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Sil!
    Fiquei morrendo de vontade de ler esse livro. A premissa é bem original e achei super legal a ideia da editora também. Já estou adicionando a minha lista de desejados.

    Beijos
    Construindo Estante || Instagram

    ResponderExcluir
  4. Oi, Sil! Tudo bom?
    Apesar de estar bem saturada de thrillers por causa do ano passado, confesso que fiquei curiosa pra saber mais sobre essa história. Quando o livro é bem escrito e bem desenvolvido nesse gênero é aquele tipo de leitura que a gente não consegue soltar! AAAA se conseguir, vou ler sim.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Sil, que livro alucinante não é mesmo?! E olha que pela capa a gente nem imagina algo tão estrondoso.
    Acho que seria desesperador isso que a protagonista passa e a vontade dela de fazer diferente, quebrar a corrente é bem legal, deve ser um livro que a gente fica tensa de uma maneira gostosa, ler enquanto não acaba!
    Gosto de livros assim.

    Beijos Mila

    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
  6. Nossa que história, fiquei sem folego só de ler a resenha
    Beijos ♡ Blog | Instagram | Youtube

    ResponderExcluir
  7. Oi, Sil!
    Eu não sou muito fã de suspense, mas esse me chamou muito a atenção.
    Lendo a sua resenha já até consegui imaginar um filme com esse enredo. Achei muito bacana a premissa de Corrente e já vou adicionar na minha lista infinita de desejados.

    Beijos.

    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá Sil
    Amei sua sinopse, não conhecia o livro mas parece ter uma proposta muito boa e interessante, estou muito na vibe de livros desse gênero e vou procurar para ler
    Beijos
    https://focadasnoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Sil, tudo bem?

    Eu fico tão feliz que seja bom, o livro está na minha lista de leituras para o próximo mês! Já estou bem ansiosa!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  10. Nossa, eu também nunca li algo parecido e realmente parece muito cativante! Gostaria de ler <3
    Ah, a editora foi genial com a proposta para a divulgação do livro hahaha amei!

    Beijo
    http://www.leiapop.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá...
    Adorei a sua resenha!
    Esse livro está na minha lista de desejados e estou simplesmente loooooouca pra ler! Seus comentários a respeito me fizeram desejar a leitura ainda mais...
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Só a leitura da sua resenha, que parecia longuinha quando abri o post, passou na velocidade da luz (sério, parabéns)... Imagine o livro! Eu estou a ponto de ficar obcecada por essa história, porque, como você disse, é algo que nunca tinha visto antes. Que original. Obrigada, de verdade, pela indicação. ♥

    Sabrina Santiago | www.mocadecasa.com

    ResponderExcluir
  13. Oiii Sil

    Impossível não se animar com essa resenha, certeza que vou amar esse thriller. To cheia de livro aqui pra ler da Record, fiquei super doente por quase uma semana e as leituras tão mega atrasadas, mas pretendo conferir A Corrente no máximo até Outubro. Aiiii preciso conhecer essa trama, acho que vou ficar vidrada até o final.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  14. Você já leu ele? Ele é incrível mesmo, iniciei ele hoje e estou surpresa sobre o quanto a leitura flui, vendo sua resenha notei algumas coisas que concordo bastante. A leitura é bem frenética e estou adorando e também apreensiva. Já estou querendo logo saber o que vai acontecer haha.

    Beijo
    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  15. Oi Sil! Esse livro não dá para largar, é uma agonia seguir com a protagonista para saber se ela vai salvar a filha. E depois quando ela cisma de colocar aquele plano dela em ação e encarar a Corrente, eu surtei. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  16. Me diz, tem como ler sua resenha e não ler esse livro? Não tem! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo