19 julho 2021

Resenha | Entre Mundos - Rodrigo de Oliveira e Pedro Ivo

Livro: 
Entre Mundos
Série: Entre Mundos #1
Gênero: Terror
Autores: Rodrigo de Oliveira e Pedro Ivo
Editora: Faro Editorial
Páginas: 288
Ano: 2021

Resenha:
As vezes acontece uma coisa que você nunca esperou ou até mesmo imaginou, e muda completamente o rumo da sua vida. Com Rubens aconteceu exatamente isso. Com um QI acima da média e se preparando para entrar na faculdade aos dezesseis anos, Rubens nunca esperava que aquela viagem fosse praticamente acabar com a vida que ele tinha toda planejada pela frente. Sua mãe insistiu em dirigir, já que seu pai bebeu um pouco demais, e Rubens acabou pegando no sono e acordou com o carro capotando quando eles bateram de frente em outro veiculo. E como se não bastasse, seu pai ainda foi atingido por um caminhão que não conseguiu parar a tempo e ficou preso debaixo dele. 

Ainda vivo seu pai implorou que Rubens viesse até ele para se despedir, mas Rubens não conseguiu, pois ali embaixo estava aquele que ele sempre considerou seu melhor amigo e não podia guardar a lembrança do pai naquele estado. Mas enquanto fugia da cena Rubens ainda ouviu seu pai gritando com suas ultimas forças que o amava. E daquele momento em diante a dor e o ódio tomou conta de seu coração e Rubens se fechou, principalmente com sua mãe que a seu ver era a culpada pela morte de seu pai. Ainda desnorteado por perder sua maior referência, Rubens segue os planos feitos junto com o pai e se muda de cidade para começar a faculdade. E com exceção da ida a faculdade e ao trabalho, onde ele é o responsável por consertar celulares com defeito, Rubens não sai de casa. E nesse último ano mal falou com sua mãe. 

Rubens sempre gostou de mexer com celulares e consegue desmontar e montar novamente um aparelho em poucos minutos. E em um feriado prolongado sem ter o que fazer para passar o tempo, Rubens decide montar um celular do zero. E para sua surpresa, ao conseguir fazer o celular funcionar, ele descobre que o celular faz uma ponte com o além e através dele Rubens consegue falar com os mortos. Sua primeira reação é destruir o aparelho, mas então ele pensa que seu pai pode ser uma daquelas vozes que saem do celular e decide ajudar as pessoas que lhe pedem do outro lado. E Rubens pensa que o aparelho pode ser uma ótima fonte de renda e conta sobre sua invenção para alguns amigos mais próximos. Mas eles não imaginavam o quanto as coisas iam sair do controle.


Eu conheci a escrita do Rodrigo em O Vale dos Mortos e me apaixonei, agora leio tudo o que esse homem publicar. E nesse livro, em parceria com Pedro Ivo, de quem aliás são as belíssimas ilustrações que o livro traz, não foi diferente. Já me vi presa na história desde o primeiro capitulo e quando percebi já tinha lido metade dele sem parar. A leitura é ágil e fluida, as páginas praticamente viram sozinhas e quando a gente vê o livro já acabou. E fica aquela sensação de querer matar os autores porque sim, tem continuação e termina de um jeito que a gente precisa ler o segundo livro para ontem. 

Num primeiro momento achei que o livro fosse puxar mais para o terror por conta dos fantasmas, mas na verdade ele é mais um suspense sobrenatural. E no final ainda temos uma surpresa que se encaixa em um outro gênero, que acredito o segundo livro será mais puxado para esse lado. E a história, por conta da idade dos protagonista em parte, é mais jovem, não tão pesada como estou acostumada a ver em livros do gênero. E até por isso a leitura é rápida. Os diálogos são gostosos de acompanhar, até achei que fosse ficar perdida em algumas partes por não entender muito desse assunto mais tecnológico, mas foi tudo de boa.


Dos personagens a gente gosta de cara do Rubens, não só pela tragédia que ele passou, mas por ele ser um garoto de coração bom, mesmo ainda estando afastado da mãe por achá-la culpada pela morte do pai. A Tânia, interesse romântico de Rubens, também ganha o leitor fácil. E ainda tem os outros amigos, e o interessante é ver que nenhum deles é perfeito. Todos tem aquele quê de real, é um grupo de amigos do qual eu e você poderíamos fazer parte nessa idade. Por isso a gente sê vê torcendo por eles, e tem horas que a gente fica com o coração na mão porque a aventura rola solta na história e nem tudo acaba em pizza. 

E já dizia o ditado, a gente tem que temer os vivos não os mortos e é exatamente isso que acontece nesse livro. Eu até achei que a coisa ia enredar para o lado dos espíritos maus, mas fui surpreendida porque falou em maldade o homem dá conta. E ainda mais com algo que envolve tanto dinheiro. Mas enfim, não vou falar muito mais para não estragar a surpresa de quem for ler, só digo que o final trouxe algo que eu não tinha sequer imaginado até então. E tem uma surpresa para quem leu outros livros do Rodrigo também. Quanto a edição eu amei essa capa estilo HQ e o livro todo está impecável. Recomendo muito para quem quer ler uma história diferentona, e com uma escrita que até agora só mereceu meus elogios.

Nota:









16 comentários:

  1. Adorei sua resenha!
    Confesso que não é meu tipo de livro, mas fiquei com vontade de ler!

    www.garotadebotas.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Sil, minha pilha de leitura está enorme, daí não peguei esse esse mês pra ler, mas fiquei com muita vontade, ainda mais pelo fato de cair mais para o suspense! Vou tentar ler depois!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Ah, eu amei a outra série do Rodrigo também, então já estou ansiosa para conhecer essa.
    E, nossa, adoro suspenses envolvendo mortos - gente que vê ou fala com eles - e realmente os vivos sempre me dão mais medo.
    A edição está linda.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Não conhecia esta HQ, achei bem interessante o enredo e fiquei com vontade de ler. Fiquei curiosa pelo desfecho.

    Beijinhos
    https://tecendoaliteratura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá! Confesso que pela capa eu não leria, acho que não curto tanto assim HQ, mas gostei do assunto abordado que você disse que vai bem para o lado da maldade do homem.
    Amei saber que foi uma boa leitura para você.
    Beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Achei interessante a premissa do livro e totalmente leria ele por ser mais um suspense do que terror, essa edição tá lindona.

    Beijão
    https://deiumjeito.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Esse autor é conhecido pelas obras que saíram no estilo The Walking Dead. Dizem que é de fato muito bom. outro que lançou livro novo nessa pegada de terror/suspense é o Marcos De Brito.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Sil! Tudo bom?
    O problema são sempre os vivos KKKKKKKKK sejam zumbis, espíritos ou qualquer tipo de problema extranatural, quem vai dar dor de cabeça é quem tá vivo mesmo.
    Não conhecia a história, mas quando li os zumbis do Rodrigo, curti o desenvolvimento. Só não consegui dar continuidade na série.

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá...
    Amei a sua resenha!
    Confesso que não sou muito de ler livros de terror, pois sou muito medroso, mas, como você mesma disse que nesse livro temos que temer os vivos e não os espiritos maus, pode ser que um dia eu dê uma chance pra esse livro.
    A edição está mesmo linda :D
    bJO

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi
    sempre vejo esse autor por aqui, não conhecia mais me interesse, pelo que falou de ser uma história ágil e que bem feitas essas ilustrações das fotos, que bom que gostou da leitura.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Gostei de saber mias do livro e por dentro ele parece incrível com essa edição. Também gostei da proposta.

    Bjs

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  12. Lendo sua resenha, logo no começo, imaginei que seria mesmo algo com fantasmas e eu passaria longe. Mas vendo que o livro muda de rumo, acho que darei uma chance, pois fiquei bem curiosa para saber mais sobre ele.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  13. Oi, Sil! Como vai? Parece ser muito bom, não é mesmo? Que bom que gostou da obra. Fiquei com vontade de o ler. Abraço!

    http://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Olá Sil,

    Essa é a primeira resenha que eu leio desse livro, estava bem curioso e não sabia até agora o que esperar dele, fiquei interessado.


    Bjs.

    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Oi Sil,
    Quero voltar a ler Rodrigo de Oliveira, agora que a pandemia deu uma acalmada, acho que consigo voltar aos zumbis. Essas edições da Faro são tão bem feitas...
    E super concordo que devemos temer os vivos!
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Oi Sil! Pretendo ler a obra por amar a escrita do Rodrigo e adorei saber ao ler sua resenha que traz algo diferente. Eu estpu com saudades das obras dele. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo