30 julho 2013

Resenha | O Sobrinho Do Mago - C. S. Lewis

Eu não sei o que aconteceu com a resenha de O Sobrinho Do Mago. Simplesmente sumiu. Já fiz backup, mas não teve jeito, sumiu mesmo. Então vou fazer outra, pois, é justo a primeira das cronicas.

Resolvi reler as Cronicas de Nárnia para participar do Desafio proposto pela Babi Lorentz e pela Juh Claro. O desafio consiste em resenhar uma cronica por mês durante esse ano. Vamos a resenha.

Essa  história aconteceu a muito tempo atras, foi na época em que Sherlock Holmes ainda vivia em Londres. Vivia também uma garota chamada Polly. Ela morava numa daquelas casas coladas uma nas outras. Um dia quando ela estava brincando no quintal, ela viu aparecer por cima do muro um garoto com a cara horrivel de quem acabou de chorar. Ela não sabia que tinha crianças na casa ao lado e ficou muito espantada. Esse garoto é Digory. Ele diz a Polly que veio morar com seus tios, pois sua mãe está muito doente. Mas ele está infeliz pois, sua outra casa tinha muitos lugares para brincar e aqui não tem nada para fazer. E ainda por cima dizem que seu tio André é louco.

Como estavam de férias e não tinha muito o que fazer, foram explorar o sótão da casa de Polly e acabaram encontrando um túnel que liga as duas casas. Ao sair no sótão do tio Andre, uma coisa de imediato chamou a atenção de Polly. Em cima da mesa tinha uma bandeja com vários anéis em pares, um amarelo e um verde. Quando o tio André percebe a presença das crianças oferece um anel a Polly. Ela queria um verde, mas ele diz que é para ela pegar o amarelo. Assim que toca o anel, Polly desaparece.

 Digory fica furioso com seu tio e ele lhe explica que Polly foi para outro mundo e que para voltar ela precisa do anel verde. Mas como Polly não levou nenhum anel verde, Digory vai ter que ir também e levar dois anéis com ele, um para ele e um para Polly. Tio André nunca teve coragem de colocar o anel, e agora ele está usando as crianças, para saber o que tem do outro lado. Acompanhe Digory e Polly, nessa viagem fantástica, por um mundo mágico, onde os animais falam e onde a maldade ainda não encontrou lugar.

As Cronicas de Nárnia, para quem não sabe, é a história da Bíblia escrita em forma de fantasia, para crianças. Mas o livro não encanta somente as crianças. É um misto de aventuras e magia que nos faz rir e chorar ao mesmo tempo. Em O Sobrinho Do Mago acompanhamos a criação do mundo de Nárnia. Conhecemos Aslam, o enorme leão que na história é Deus o criador. Esse livro foi o sexto a ser publicado, mas é o primeiro na ordem cronológica. Quanto a parte bíblica, temos a criação e também a passagem sobre a tentação no Éden, a conhecida história da serpente e da maça. Recomendo com certeza, não só para as crianças, mas para todos que querem emocionar-se com uma história inocente e de enormes aventuras.  Nota: . 

Serie As Crônicas de Nárnia.
1- O Sobrinho do Mago
2- O Leão, A Feiticeira e o Guarda-Roupa.
3- O Cavalo e seu Menino
4- Príncipe Caspian
5- A Viagem do Peregrino da Alvorada
6- A Cadeira de Prata
7- A Última Batalha





29 julho 2013

#23 | A estante aumentou - Silvana

Hoje tem bastante livros para mostrar. Tem de compras e de sorteios que eu ganhei. Tem até um que ganhei no meu aniversário o mês passado e que eu esqueci de colocar.

Encontro as cegas, estava namorando fazia algum tempo e finalmente comprei. A luz através da janela, eu comprei, pois, amei o outro livro da autora que eu li.


Esses eu comprei no começo do mês, em uma promoção da Saraiva. Cante para eu dormir, vi varias resenhas positivas e O Cântaro de Prata eu gostei da sinopse.


Conselho de amiga, eu quis ler, apesar de ter visto varias pessoa falando que o livro é bem fraquinho. E Fingindo ter 19 eu gostei da capa. Já li outros livros da autora e não gostei muito, mas espero mudar a minha opinião.


Esses dois, desde que lançaram que eu estava querendo ler. Aproveitei a promoção.


A Elite acabei de comprar. Não aguentei mais de curiosidade. E para não pagar frete, comprei Um certo verão junto.


Esse ganhei em uma promoção no blog Papiro Digital.


Esse ganhei no blog Psychobooks. É um sorteio de livros usados que tem todo domingo. É usado, mas nem parece de tão novo que está.


Esse foi no blog Seguindo o Coelho Branco. Eu queria muito ler esse livro.


E esse foi o que ganhei de presente de aniversário. Pelo menos um. Parece que por mais que a gente fale que quer ganhar livro as pessoas não entendem. Na verdade eu ganhei A Escolha do Nicholas Sparks, mas como eu já tinha eu fui trocar. E dos que tinham lá, a maioria eu já tinha, então escolhi esse que lembrei que vi um filme dele.


E aqui as lombadas. A de A Elite é linda.


Já leram algum desses? O que acharam?


27 julho 2013

Resenha | A Cadeira de Prata - C. S. Lewis

Em A Cadeira de Prata vemos de novo Eustáquio Mísero, que participou da aventura do livro anterior. Eustáquio encontra-se andando pelo colégio quando percebe uma colega chorando. É Jill Pole. Ela está chorando de medo da conhecida turma da pesada, que aterroriza os alunos do colégio. Para acalma-la, Eustáquio conta a aventura que ele viveu em Nárnia. E quando ela acaba acreditando nele, eles são obrigados a fugir da dita turma e acabam chegando no portão dos fundos, onde são transportados para Nárnia. Já em Nárnia, eles se vêem a beira de um precipício e para mostrar que não tem medo, Jill chega bem na beirada. Eustáquio tenta puxa-la de volta e quando Jill tenta se soltar, Eustáquio acaba caindo no precipício.

Jill fica desesperada, ainda mais por ver que tem um leão enorme perto dela. Mas o leão é Aslam que tem uma missão para Jill. Ela deve encontrar o filho do Rei de Nárnia que está desaparecido a dez anos. E para isso ela deve prestar atenção aos sinais:
Primeiro: logo que pisar em Nárnia, Eustáquio encontrará um amigo. Ele deve cumprimenta-lo e com isso eles terão uma grande ajuda;
Segundo: eles devem viajar para longe ao Norte, até encontrarem a cidade em ruínas dos gigantes;
Terceiro: encontrarão uma inscrição em uma pedra na cidade, e deverão fazer o que diz a inscrição;
Quarto: reconhecerão o príncipe que será a primeira pessoa a lhes pedir alguma coisa em nome de Aslam.
Ela deve decorar os sinais e repeti-los todos os dias para que não esqueça.

Aslam manda Jill ao encontro de Eustáquio, que ele já cuidou. Quando eles se encontram, ela tenta falar o que aconteceu a Eustáquio, mas ele está distraído pela confusão da partida do Rei.  E com isso eles perdem o primeiro sinal, pois em Nárnia já se passaram 70 anos e o Rei que está partindo é Caspian, o amigo a quem Eustáquio deveria cumprimentar. Eles não terão a ajuda do Rei Caspian, mas eles conseguem a companhia de Brejeiro, um paulama (não me perguntem o que é isso), que por sinal é um paulama muito pessimista. Mas quanto mais eles se afastam para o norte mais frio e privações eles começam a passar e quando eles encontram a Dama do vestido verde, que lhes promete tudo o que eles estão sentindo falta, Jill acaba por esquecer-se de repetir os sinais. Será que mesmo assim eles irão encontrar o príncipe? Acompanhe as crianças em mais uma aventura de Nárnia.

Essa é a sexta cronica e toda vez que acabo mais uma, fico achando que é a melhor. Enquanto percorria as Terras dos gigantes voltei a ser criança e me vi junto com eles nessa aventura. Quanto aos personagens, não são tão carismáticos quanto Lucia, Edmundo, Pedro e Suzana. Mas vale e muito a leitura. Quanto a parte bíblica fica por conta da parte em que a Dama do vestido verde cega e domina as pessoas, assim como também faz o inimigo de Deus cegando os corações dos homens.
Nota: . 

Mais uma resenha do Desafio: As Crônicas de Nárnia.

Serie As Crônicas de Nárnia.
1- O Sobrinho do Mago
2- O Leão, A Feiticeira e o Guarda-Roupa.
3- O Cavalo e seu Menino
4- Príncipe Caspian
5- A Viagem do Peregrino da Alvorada
6- A Cadeira de Prata
7- A Última Batalha

25 julho 2013

#7 | Eu indico...

...autores nacionais

Dia nacional do Escritor


Como hoje é comemorado o dia dessas pessoas que são mais do que importantes na nossa vida, vou trazer algumas indicações de autores nacionais que já li e gostei muito. Tem uns que tem resenha no blog, se quiser dar uma conferida, é só clicar no nome. Estão por ordem alfabética.

Carolina Estrella


Monique Lavra



Tammy Luciano


Por coincidência só tem mulher heheheehe. 




23 julho 2013

Resenha | P. S. Eu te amo - Cecelia Ahern

Holly e Gerry se conhecem e se amam desde sempre. Sabe aquela frase de que se torna um quando se casa? Ela se aplica a eles. É impossível pensar em um dos dois sozinhos, pois eles são apenas um. O casamento deles é um exemplo. Até quando eles brigam eles se divertem. O plano era esse, ficar juntos até o fim da vida. Mas o destino não quis assim. Gerry descobre ter um tumor na cabeça e em pouco tempo ele morre. A vida de Holly acaba junto com a de Gerry. Pelo menos é o que ela está sentindo no momento.

Já se passaram dois meses. Holly está prestes a completar 30 anos. Sem emprego, sem marido e com a casa abandonada. Sua mãe e suas amigas ligam todo dia para saber como ela está. Como elas querem que ela esteja, depois de perder o amor da sua vida? Mas em um desses telefonemas sua mãe menciona um envelope que chegou em sua casa, destinado a Holly e acima do seu nome está escrito "A lista". Holly fica em choque pois Gerry sempre brincava com esse assunto. De que ele deixaria uma lista de coisas para ela fazer, coisas que ela sempre se esquecia. Quando Holly pega o envelope e abre, de dentro caem varias cartas, uma para cada mês. Em cada uma tem uma instrução e um lembrete de ele estará sempre com ela e de que a ama.

Quem nunca leu ou assistiu essa história? Eu já tinha assistido o filme e achei linda a história de amor entre os dois. Mas lendo o livro, vi a história por um lado totalmente diferente do que eu tinha visto no filme. No filme não tem como não se emocionar com o amor de Gerry. Saber que ele fez tudo aquilo por ela, que ele sabia que ela não ia conseguir sozinha. Mesmo ele estando em estado debilitado por causa da doença, ele não pensou nele, ele só pensou nela, e em como ela ficaria apos a sua morte. Mas lendo o livro achei isso um pouco doente. Mesmo Gerry estando morto ela continuou vivendo em função dele. Ela não abria as cartas antes do mês especifico, para não magoar Gerry. Ela deixou de viver a vida dela e fechou o seu coração para outras pessoas, para continuar querendo agradar ao Gerry. E o pior ela fica brava com suas amigas por elas estarem vivendo a vida delas e não se martirizando junto com ela.

Falando assim vocês vão achar que eu não gostei do livro. Pelo contrario, achei hilário. Holly é uma estabanada, e não tem como não rir das situações em que ela e suas amigas se metem. É uma pior que a outra. O episódio de aniversário de 30 anos é impagável. E a cena do karaokê então? Um personagem que tenho que destacar é o Richard, irmão de Holly. É engraçado como as vezes convivemos com uma pessoa e não sabemos nada da vida dela? Holly é assim com Richard seu irmão mais velho. De modo geral a família toda de Holly é muito engraçada. Gostei mais do Daneile do livro também. No filme achei ele tão chato e no livro ele é o contrário. Para quem gostou do filme, leiam o livro que ele é bem melhor. Existem varias diferenças entre eles, como por exemplo o tamanho da família e aquilo da Holly ficar carregando a urna com as cinzas, no livro não tem isso. Nota: . 




21 julho 2013

Top 5 | Autores assassinos

Vi esse post no blog Palácio de Livros e achei super legal, por isso resolvi fazer aqui. Tem aqueles autores que parecem ter prazer em matar o nosso personagem favorito. A coisa ia tão bem, de repente o personagem morre e você fica porque?!?! Quem nunca morreu de raiva de algum autor por causa disso? Vamos a lista dos autores que na minha opinião deveriam estar na "cadeia".
Cuidado contem spoiler dos livros citados. Leia por sua conta e risco.



5- L. J. Smith
Para quem não sabe, ela é a autora da serie Diários do Vampiro. Quem só assistiu a serie e não leu o livro não vai saber do que eu estou falando. A autora matou nada menos do que a protagonista, no ultimo livro da serie. Ta certo que ela escreveu uma sequencia depois, mas precisava? 







4- P.C Cast e Kristin Cast
As autoras da serie House of Night, perceberam que Zoye, a protagonista da serie era tão chata que resolveram mata-lá. Mas pena que durou pouco, só um livro, e no próximo ela já voltou. Mas sem falar na Zoey ela matou varias outras pessoas sem necessidade como o Jack e a  Anastasia.






3- George R. R. Martim
Esse eu acho que mata por prazer mesmo. Nunca vi morrer tantas pessoa em uma mesma serie. Você pensa "fulano" é o protagonista, dai ele vai lá e mata  o "fulano". Dai você pensa não, o protagonista não era ele, deve ser "ciclano", dai o que acontece? "Ciclano" morre também. E por ai vai, são mortes e mais mortes e quem ele não matou, ele fez questão de acabar com a vida da pessoa. Ele só pode ser muito amargurado para fazer isso hehehehe. Brincadeira!






2- Nicholas Sparks
Com o Nicholas eu tenho uma relação de amor e ódio. Primeiro ele mostra aquele romance lindo, os personagens maravilhosos, a gente se apaixona e acredita que tudo pode dar certo, que o amor existe e que a vida é cor de rosa. Dai o que ele faz, claro, ele destrói tudo o que ele construiu. Ele pega um dos personagens e coloca uma doença incurável ou prepara um belo dum acidente e mata o bendito. 






1- J. K. Rowling
Agora quem devia estar presa mesmo é ela. Como eu odiei ela por matar o Dobby. Até agora eu não me conformo. E não foi só ele, foram mortes e mais mortes desnecessárias. Quantas pessoas que morrerão na batalha, que não precisava terem morrido. A morte delas não mudou nada na história. Tem umas que mesmo a gente não querendo, a gente entende, como a morte do Sirius, do Dumbledore ou do Snape, mas as outras, porque? E ela não parou por ai não. Em Morte Súbita ela matou a unica personagem interessante do livro. 




E ai gostaram? Concordam comigo? Para vocês, quem deveria estar nessa lista?


19 julho 2013

Resenha | Nunca diga adeus - Doug Magee

Sarah tem nove anos e como está de férias escolares, ela vai fazer sua primeira viagem desacompanhada dos pais. Ela vai para um acampamento de férias. Lena e David, pais de Sarah, estão passando por uma crise em seu casamento e essa viagem de Sarah por duas semanas, vai coincidir com as férias de David. Lena acha que essa é uma boa oportunidade para que eles se acertem. Só que uma hora antes da viagem, David sai de casa dizendo que recebeu uma ligação do seu trabalho. Lena está na maior expectativa para que tudo dê certo. Ela não para de pensar nos momentos em que vai ficar a sós com seu marido depois de tanto tempo.

Talvez foi essa ansiedade que fez com que ela não prestasse muita atenção, quando a van chegou adiantada para levar a sua filha para o acampamento. Após os beijos e abraços, ela entregou Sara aos cuidados de J. D. o monitor que veio busca-la. Então ela ficou perdida em seus pensamentos, até que a campainha tocou novamente. Ao atender a porta, qual não é a sua surpresa ao ver outra van com o mesmo logotipo da anterior e uma garota dizendo que veio buscar Sarah. Já antevendo o pior, Lena diz que Sarah já foi com J. D. na outra van. Cada vez mais nervosa ela se da conta de que Sarah foi sequestrada. Ao ligar para as outras mães, cujos filhos também iriam ao acampamento, eles descobrem que fora Sarah, mais três crianças foram levadas por J. D.

O que era para ser uma diversão se tornou um pesadelo. O sequestradores entram em contato por e-mail, logo depois e a cada novo contato e a cada nova pista descoberta pela policia, as suspeitas parecem recair sobre alguns dos pais dos sequestrados. Enquanto isso J. D. que na verdade se chama Chase, entrega as crianças para seu pai. Chase ficou responsável pelos e-mails e seu pai por esconder as crianças até que o resgate seja pago. Mas Chase comete um erro e seu pai que está com as crianças nas montanhas, bom não vou dizer o que acontece para não estragar a surpresa.

Desde que li uma resenha desse livro, fiquei muito curiosa para ler. E tive uma agradável surpresa. O livro é muito bom. Claro que não é um suspense, a lá Harlan Coben, mas a leitura vale a pena. O livro é curtinho e a leitura é rápida. O autor intercala a narrativa com um capitulo contando o que se passa com os pais e um capitulo contando o que se passa com as crianças. A leitura me prendeu e me emocionou no final. A unica coisa que não gostei, foi do personagem David. Já disse em outras resenhas que tenho um pequeno problema com traição e não consegui gostar dele na história. Nota: . 



17 julho 2013

Tag | Meu Marido Literário


Fomos indicadas pelo blog Sou Bibliófila e pelo blog Recanto da Mi. Obrigada!

REGRAS

- Responder as perguntas
- Indicar 5 ou mais blogs
- Citar quem lhe indicou

PERGUNTAS

1 - Que características fazem com que um personagem entre para sua lista de "Maridos"?
Olivia: Bom humor, destemido, carinhosos, alto (rs) e autentico

Silvana: Moreno alto, bonito e sensual  hehehehehe. Brincadeira. Tem que ser engraçado, tem que ser inteligente, e por ultimo mas não menos importante tem que ser romântico. 


2 - O que menos te atrai em um personagem?

Olivia: Resmungão, briguento e Individualista
Silvana: Não gosto daqueles personagens que pegam geral só pra provar alguma coisa. Nem dos ciumentos e possessivos.


3 - Quem é o seu atual marido literário?

Olivia: No momento estou solteira
Silvana: Bigamia é contra a lei né? hehehehehe. Geralmente é do ultimo livro que estou lendo, mas como estou lendo Instrumentos mortais e não quero ser acusada de pedofilia com o Jace, continuo casada com o Wilson de O casamento - Nicholas Sparks. O que ele faz no livro para a sua esposa é de um romantismo que me encantou e como essa é uma das características que mais me chamam a atenção, fico com ele.


BLOGS INDICADOS


Deitados na Grama

Poesia, Prosas e Algo Mais
Viajando Com Livros
Dres  Rouge
Como um Refúgio

Indicamos apenas 5 blogs, mas se quiser responder a tag, fique a vontade.
E para vocês quem seria seu marido/Esposa nos livros?

15 julho 2013

Resenha | O Jogo Do Anjo - Carlos Ruiz Zafón

David Martím, trabalha em um jornal, como revisor e redige os textos dos seus colegas de redação. Ele tem 17 anos e é o caçula entre eles. Até que um dia a pedido da estrela do jornal, Pedro Vidal, seu chefe resolve dar-lhe uma chance e ele escreve seu primeiro texto. Sua história faz um enorme sucesso e passa a ser uma coluna semanal intitulada de "Os mistérios de Barcelona". A heroína de suas histórias é Chloé Permanyer, uma vampira, uma femme fatale, que extermina a escória do mundo. Seu sucesso faz com que seus companheiros de trabalho comecem a lhe desejar o mal.

E quando ele recebe um convite dentro de um envelope lacrado com uma imagem de um anjo, ele pensa tratar-se de alguma brincadeira de mal gosto de seus colegas. Dentro do envelope tem um bilhete de alguém que diz ser seu fã e diz a ele para ir a um endereço, que ele terá uma surpresa. O endereço em questão é de um bordel de luxo. Quando ele chega, qual não é a sua surpresa, pois no quarto em que ele é levado, se encontra a sua heroína, Chloé. Dizem que a gente não sabe o que é ter sede até beber pela primeira vez. É isso que Martím está sentindo, por isso ele volta ao bordel, mas ao chegar lá, ele só encontra uma casa velha e queimada. E ao pesquisar sobre ela no jornal ele descobre que a casa nunca mais foi aberta, desde que a 15 anos houve um incêndio no local.

Um ano depois, ele é despedido do jornal e após um tempo desempregado ele começa a escrever um folhetim intitulado "A cidade dos malditos". Ele ganha mal e trabalha o tempo todo e isso começa a acabar com sua saúde. Quando sai o primeiro volume, ele recebe um envelope idêntico ao que continha o convite de alguns anos atras e dentro tem um exemplar do livro "Grandes Esperanças", o mesmo que pertenceu a ele quando ele era criança, e que lhe foi dado pelo sr. Sempere. Ele sabe que é o mesmo, pois o livro ainda tem as manchas de sangue de quando ele segurou-o logo após apanhar de seu pai. Seu pai morreu assassinado na porta do jornal em que trabalhava e foi assim que ele passou a trabalhar lá também.

Agora com 28 anos, ele continua escrevendo o folhetim e ainda não tem tempo para nada, mas isso não impede que ele se comprometa com Cristina, empregada de Vidal.. Ela diz a Martím que o livro de Vidal vai de mal a pior e pede que ele reescreva o livro, como se fosse Vidal que estivesse escrevendo. Ele aceita, pois assim vai passar mais tempo com Cristina. Logo em seguida, ele sofre um acidente e quando acorda ele acaba conhecendo o autor dos bilhetes e presentes. Ele faz uma proposta a Martím. Que trabalhe para ele durante um ano e lhe escreva um livro, o que Martím não aceita. Mas logo depois ele descobre que vai morrer, o médico diz que ele tem no máximo mais um ano de vida. Ele decide escrever um livro para que fique alguma coisa sua depois que ele morrer e escreve os dois livros ao mesmo tempo, o dele e o de Vidal.

Mas quando os livro são lançados, o de Vidal faz um enorme sucesso, mas o de Martím as criticas dizem ser uma forma de copia de Vidal e não vende quase nada. E o pior ainda estava por vir. Vidal lhe confessa duas coisas. A primeira é que as balas que mataram seu pai, era para ele e a segunda é que ele vai se casar com Cristina. O mundo de Martím parece desabar. Será que ele vai ter forças para continuar? E será que ele vai aceitar a proposta desse homem misterioso, que promete lhe dar em troca do livro, além de muito dinheiro, seus desejos mais escondidos.

Em O Jogo do Anjo, voltamos a dois cenários conhecidos em A sombra do vento. O cemitérios dos livros esquecidos e a livraria dos Sempere. A história contada nesse livro, se passa antes da história de A sombra do vento. Elas são ligadas, então é interessante ler nessa ordem. O que posso dizer do livro? Quem já leu alguma coisa do Zafón, sabe o estilo do autor, mas quem ainda não leu, não vai entender a grandeza de suas histórias. Só posso dizer que até agora eu ainda não sei se o que eu li era real ou não. O autor faz uma mistura do real e do sobrenatural, que é impossível não ficar nessa duvida. Ao mesmo tempo que eu tinha certeza que tudo o que estava acontecendo era na cabeça do personagem, o autor colocava algum fato que me fazia duvidar disso. Se você gosta de mistério e aventuras com um toque macabro, leia esse livro.
Nota: . 

O Cemitério dos Livros Esquecidos:
1- A Sombra do Vento
2- O jogo do Anjo
3- O Prisioneiro do Céu

  







13 julho 2013

# 4 Da Locadora

Hoje vou indicar três filmes de gêneros diferentes. Espero que gostem.



Aventura/Nacional: Colegas.



Olha, se você tem preconceito com os filmes nacionais, é hora de você rever seus conceitos. Assim como a grande maioria, eu esperava um filme meio dramalhão. 
Mas que grata surpresa, foi ver um filme cômico, irônico e fofo claro.
Adorei! achei uma boa sacada fazer um filme que aborda um assunto ainda tão polemico, de forma poética e singela. Recomendo!

Suspense: O homem das sombras.




Gostei!
Claro que não é exatamente o que eu achava, é daqueles filmes que nos surpreende com suas reviravoltas.
Se você curte um suspense e está com calma pra entender um mistério, assista!

Drama: Histórias Cruzadas



Amei!!!
Esse é aquele tipo de filme que dá um tapa na cara da sociedade, que ainda é preconceituosa. A historia trata sobre amizades, preconceitos e amor. Se você é chorona como eu, prepare os lencinhos rs.




11 julho 2013

Resenha | O diabo veste Prada - Lauren Weisberger

Sinopse: O mundo da moda não é para iniciantes. Especialmente em Nova York. Mas a jovem Andrea Sachs, recém-saída da faculdade, consegue ser contratada como assistente de Miranda Priestly, lendária e temida editora da revista Runway. Miranda faz da vida de seus subordinados um pesadelo permanente. Logo no primeiro dia, Andrea percebe que seu trabalho na revista será atender aos caprichos da chefe.

A vida de Andrea não poderia ser melhor. Ela acabou de se formar, tem um namorado super fofo, e uma melhor amiga que está sempre disponível para compartilhar as suas loucuras. Depois de uma noitada regada a bebidas, Andrea acorda para uma entrevista de emprego. Ela toma um comprimido e veste a primeira roupa que vê pela frente. Quando ela chega ao local ela quase morre de vergonha. pois ela parece uma mendiga perto dos funcionários do lugar. Sem falar que a entrevista é para assistente júnior da editora da revista Runway, uma revista que ela nunca leu, afinal quem lê revista de moda?

Mas as pessoas não param de repetir que qualquer garota daria a vida por esse emprego. Sem falar que se ela conseguir ficar um ano trabalhando, Miranda consegue para ela o cargo que ela quiser. Entusiasmada com isso Andrea, fica empolgada e quando ela é escolhida, ela aceita. O que ela não esperava é que em vez de escrever matérias e entrevistas, que foi para o que ela estudou, ela não vai ser mais do que uma "escrava" da Miranda. Servir a Miranda vai ser o que ela vai fazer desde que acorda, até a hora em que vai dormir, as vezes depois de dormir também. Com isso ela não vai ter mais tempo e disposição para seu namorado, para sua amiga e sua família.

Miranda é a própria diaba vestida em roupas caras. Ela faz Ahn-dre-ah, é assim que Miranda a chama, ou as vezes chama ela de Emily, que é o nome da outra assistente dela, desde buscar o seu café varias vezes até estar de seu gosto, até conseguir exemplares de livros para as suas filhas que ainda não foram lançados. Ela diz por exemplo, quero aquela saia que eu vi na revista. Ai Andrea tem que adivinhar que revista era para achar a tal saia. E enquanto ela tem que rebolar para atender as exigências de Miranda, ainda tem que aguentar as gozações por parte dos colegas por não ser uma garota da "moda".

O filme é bom, principalmente por ter Meryl Streep brilhando no papel da Miranda, mas o livro supera e muito. Dizer que é bom, é pouco. Apesar de toda "simpatia" da Miranda, não tem como não gostar dela e do mundo em que ela vive. É uma relação de amor e ódio. Me peguei varias vezes imaginado como seria viver em um mundo assim. Viver em função da moda e da aparência. Quem só assistiu o filme, não sabe o que está perdendo, pois o filme é diferente em varias partes, inclusive no final. Só vou dizer mais uma coisa: Isso é tudo!
Nota: . 




09 julho 2013

# 6 | Eu indico...

...Filmes


 Minha Mãe é uma Peça - O Filme



Sinopse: Adaptação da comédia que já levou quase um milhão de espectadores aos teatros pelo Brasil, “Minha Mãe é uma Peça – O Filme”, acompanha as hilárias peripécias de Dona Hermínia, uma mulher de meia idade, aposentada, que após ser trocada pelo marido por uma mulher mais nova e não ter mais que cuidar dos filhos já crescidos, tem como preocupação maior procurar o que fazer. Sem um trabalho ou um companheiro, a nada simpática Dona Hermínia passa seu tempo desabafando com a tia idosa, fugindo da vizinha fofoqueira, ou “enchendo o saco” dos filhos ao tentar continuar a “cuidar” da vida deles.




Opinião:

"todas as mães são iguais, só mudam de endereço"
Eu sou fã do Paulo Gustavo, acredito que ele é um dos melhores comediantes do momento. E para quem não sabe, ele começou fazendo teatro, interpretando a própria mãe. Sucesso garantido. Sendo assim, veio o filme, que está bombando.
O filme retrata uma mãe que esta "de saco cheio" e resolve fugir de casa, e sendo assim, ela começa a relembrar fatos marcantes de sua vida com seus filhos, fora que ainda tem o ex marido e sua atual esposa. Risada garantida, momento de emoção, e mais risadas. Com certeza você vai terminar de assistir o filme e vai pensar. Minha mãe é igualzinha a Dona Hermínia. Nota: 



07 julho 2013

Resenha | Legend - A verdade se tornará lenda - Marie Lu

Livro: Legend
Serie: Trilogia Legend #1
Autor: Marie Lu
Editora: Prumo
Gênero: Distopia
Paginas: 256
Ano: 2012

Resenha:

A autora assitia na TV a uma adaptação de Les Misérables, quando começou a se perguntar de que modo o relacionamento de um famoso criminoso e um prodigioso detetive poderia ser apresentado em uma história mais contemporânea. Assim surgiu Legend. Esse é o primeiro volume de uma trilogia.

Estamos no futuro, em Los Angeles, na atual Republica da America. uma praga desconhecida assola a população mais carente. Os mais afortunados não pegam a praga pois, já tomaram as vacinas, que são muito caras. De um lado temos Day, um conhecido criminoso. Ele é um tipo de Robin Hood do futuro. Ele rouba vacinas, remédios e dinheiro para distribuir aos pobres. E sempre que pode atrasa algum plano do governo. Atualmente ele é o mais procurado do pais. Ninguém sabe como é a sua verdadeira aparência, por isso fica quase impossível de capturá-lo.

June, está do outro lado da moeda. Ela é uma das pupilas da Republica. Quando as crianças completam dez anos ela são submetidas A prova. Essa prova é uma soma de exercícios físicos e mentais. Pelo resultado de pontos feitos na prova é que são separadas as pessoas. Quanto mais pontos, mais a criança vai poder estudar e ter um emprego melhor. Se você é reprovado na prova, você vai para os campos de trabalho. June conseguiu a pontuação máxima, 1500 pontos.

A família de Day acha que ele está morto, exceto seu irmão mais velho John. Quando a casa de Day é marcada com o X vermelho, sinal de que alguém na casa está infectado com a praga, Day se arrisca para conseguir a cura. E nao é apenas um X, tem três riscos, o que pode indicar outro tipo de praga. Então Day entra em um hospital para roubar o remédio que seu irmão Éden precisa, mas na confusão ela acaba atingindo o capitão Metias. Metias é irmão de June, que acaba recebendo a sua missão teste. Localizar e capturar Day. É assim que o destino de duas pessoas de mundos tão diferentes se cruzam. Só que a verdade pode não ser o que parece.

Como é bom quando pegamos um livro para ler sem nenhuma expectativa. Quando peguei ele para ler não estava esperando nada. Pensei comigo que era só mais uma distopia. Me enganei. É daqueles livros que pegamos para ler e não conseguimos largar até ter terminado. O livro tem ação do começo ao fim, reviravoltas, mentiras, intrigas e um sutil romance entre os dois protagonistas. O livro é narrado, ora por June, ora por Day, intercalando os capítulos. E quanto a edição está linda. O meu livro é a primeira edição, então não sei dizer quanto só outro, a capa sei que mudou. O interior do livro é muito legal e vou colocar uma foto para vocês verem como é.

Não tem como não gostar de Day e de June e torcer por eles. Day é apresentado como o vilão da história, mas conforme vamos lendo, vemos que não é bem assim. Ele é generoso, desprendido e que arrisca sua vida todo dia para ajudar a sua família e fazer o que é certo. June está do outro lado da moeda, é a garota prodígio, e sendo assim é claro que ela não ia se conformar com a "verdade" que estavam querendo que ela acreditasse. Recomendo para quem gosta de distopia com bastante ação e  sem aquela enrolação de " ai não sei se fico com fulano ou se fico com beltrano". Os dois personagens principais são bem definidos e sabem o que querem e pelo o que estão lutando.

Nota: 


Trilogia Legend
1- Legend
2- Prodigy
3- Champion



05 julho 2013

Selinho Liebster Awards

O Post de hoje vai ser um pouco longo, pois recebemos esse selinho de três blogs diferentes e vamos responder aos três. Obrigada Corações de Neve, Meu Vicio Literário e Viajando Com Livros.




11 Coisas sobre o Prefácio

1- O blog já teve 3 administradores
2- Atingiu a marca de 200 seguidores no primeiro mês
3- A primeira resenha, Marina, foi feita pelos três administradores juntos
4- O blog ficou um ano com o mesmo layout
5- Até dois meses atras, não sabíamos como responder os comentários
6- O blog surgiu após um encontro sobre livros na nossa cidade
7- A coluna mais comentada é a Caixinha de Correio
8- O foco do blog são os livros , mas falamos sobre filmes, series...
9- Não temos nenhum padrão de postagens, por exemplo segunda: resenha, terça: tag e por ai vai. As postagens são aleatórias
10- A Silvana que faz a maioria das postagens, mas a Olivia está ciente e de acordo com todas.
11- Essa é engraçada, nos primeiros meses do blog, sempre que íamos fazer alguma resenha juntos, a unica palavra que vinha a mente da Olivia era intenso, vai ver ela tinha acabado de aprender e ficava usando toda hora hehehehehee.

Perguntas Corações de Neve

1- O que significa blogar para você?
Olivia: É muito gostoso compartilhar com os demais um livro ou filme que tenha te agradado.
Silvana: Concordo com a Olivia, é compartilhar a nossa opinião sobre o que lemos ou assistimos
2- Quais os seus blogs favoritos?
Silvana: Gosto muito do Corações de Neve, Descobrindo livros, Recanto da Mi e o Babi Lorentz
3- Qual seu autor favorito e o que mais odeia?
Olivia: Favorito Harlan Coben e não odeio nenhum 
Silvana: Favorito é a Agatha Christie e odiar no momento odeio o George R. Martim, pois ele não termina nunca As cronicas de gelo e fogo
4- Qual seu top 5 de livros?
Olivia: Marina, Ratos, A ultima musica, Cidade do Sol e A menina que roubava livros
Silvana: Essa é difícil, acho que tenho um top 5 para cada gênero
5- Quais horários você mais gosta de ler?
Olivia: Ultimamente tem sido a noite 
Silvana: Leio durante o dia no caminho para o trabalho e a noite durante as novelas hehehehe
6- Qual seu autor nacional favorito?
Olivia: No momento não me recordo de nenhum 
Silvana: Pedro Bandeira sempre e mais recentemente M. C. Jachnkee (Marli Carmem)
7- Qual a fonte de inspiração para o blog?
Olivia: Acho que bom gosto hehehehe
8- Qual seu desejo mais profundo, aquele que é quase impossível reprimir?
Olivia: Que todas as crianças tivessem gosto pela leitura
Silvana: Que os livros fossem bem baratinhos, tipo até uns 5 reais
9- Livro físico ou e-book?
Olivia e Silvana: Físico
10- O que você mudaria em seu blog e porque?
Olivia: No momento nada 
Silvana: Faz tempo que estou tentando mudar o Arquivo do blog, uma hora eu consigo hehehehehe
11- Qual foi o livro que mais te emocionou até hoje?
Olivia: Éramos seis, li varias vezes e todas as vezes chorei muito 
Silvana: Foram vários, mas vou citar um O diário de Suzana para Nícolas

Perguntas Meu Vicio Literário


1- Qual o livro você mais gosta? 
Silvana: Não consigo escolher um entre os mais de mil que eu já li
2- Empresta muito seus livros? 
Olivia: Razoavelmente 
Silvana: Conto nos dedos de uma mão, as pessoa para quem eu empresto
3- Qual seu livro mais antigo? 
Olivia: Bambi, ganhei quando eu tinha seis anos, é o meu xodó
Silvana: Tenho alguns livros que comprei no sebo, da Agatha Christie, que tem a minha idade, 32 anos 
4- Porque criou o seu blog? 
Olivia e Silvana: Para compartilhar as nossas opiniões sobre os livros e filmes que tínhamos gostado
5- Se pudesse ser um personagem de livro, qual você seria? 
Olivia: Cinderela 
Silvana: Nunca quis ser ninguém de nenhum livro, mas já quis viver em alguns lugares
6- Qual a sua meta de leitura para 2013? 
Olivia: Minha meta é ler os meus livros que estão na estante parados 
Silvana: Coloquei na minha meta livros que já estavam na estante a bastante tempo

7- Qual seu filme favorito?
 Olivia: Diário de uma paixão
Silvana: De novo, tenho um preferido de cada gênero
8- Costuma ler ouvindo música ou prefere o silêncio total? 
Olivia: Até mesmo com a tv ligada 
Silvana: Nem um nem outro, não leio ouvindo musica, mas não ligo para barulhos ao redor.
9- Tem o costume de ir em Sebos? 
Olivia: Adoro sebos sempre tem coisas boas com preços ótimos
Silvana: Sim, tenho vários livros de sebo
10- Qual seu melhor lugar para dedicar a leitura?
Olivia: Onde der 
Silvana: Eu gosto de ler no sofá 
11- Julga um livro pelo(a) autor(a)? 
Olivia: Após conhecer o autor sim
Silvana: Geralmente quando lança um livro de um autor que gosto muito, já fico ansiosa para ler e pré-julgo que vai ser bom.

Perguntas Viajando Com Livros

1- Como escolheu o nome para o blog?
Olivia e Silvana: Escolhemos em comum acordo, algo que não fosse clichê, mas que fosse relacionado com livros
2- Qual o seu gênero predileto?
Olivia: Romance e Policial 
Silvana: Policial
3- Qual a lição mais significativa que aprendeu em algum livro?
Olivia e Silvana: Não tem nenhuma específica, pois a cada nova leitura você acaba aprendendo alguma coisa
4- Em qual horário se dedica a leitura?
Olivia: A noite 
Silvana: Não tenho, leio de dia e de noite
5- Melhor livro que já leu até hoje?
Olivia: Ratos
Silvana: Não consigo dizer um livro no meio de tantos que eu já li.
6- Qual o seu autor favorito?
Olivia: Harlan Coben 
Silvana: Agatha Christie
7- Qual a importância da leitura na sua vida?
Olivia: Entre 1 a 10 é 9
Silvana: É como o ar, eu necessito pra viver
8- Tem algum ritual de leitura?
Olivia: Não 
Silvana: Não
9- O que um livro precisa ter para ser lido por você?
Olivia: Conteúdo
Silvana: Letras, palavras, frases hehehehe. Brincadeira, precisa me chamar a atenção de alguma foram, seja na capa, ou na sinopse
10- Se pudesse ser personagem de um livro, qual seria?
Olivia: Cinderela 
Silvana: Já respondi acima
11- Qual é o seu livro favorito?
Olivia: São vários, A ultima musica, Éramos seis 
Silvana:  Tenho uma lista duns 60 mais ou menos então vou citar os do Harry

Então é isso pessoal. Não vamos indicar ninguém, quem quiser responder, escolha onze perguntas acima e fique a vontade para responder. Obrigada para quem teve paciência de ler esse post enorme.
© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo