24 outubro 2019

Resenha | Lágrimas de Amor e Café - Babi A. Sette


Livro: Lágrimas de Amor e Café
Série: Não
Gênero: Romance de Época
Autora: Babi A. Sette
Editora: Verus
Páginas: 378
Ano: 2019

Resenha:
Inspirada nos casamentos dos pais e dos avós, Angelina sempre acreditou que iria se casar por amor e teria um casamento marcado pela felicidade. Mas as coisas não aconteceram como ela planejou. Sua mãe faleceu e ela precisou assumir o papel de mãe para sua irmã mais nova. E os negócios foram de mal a pior. Os impostos aumentaram e a produção de queijos e vinhos não eram mais suficientes para pagá-los, muito menos para ter uma vida decente. Por isso quando um estrangeiro rico apareceu oferecendo uma grande quantia de dinheiro, o suficiente para sua irmã e seu pai viverem bem o resto de suas vidas, Angelina aceitou se casar com ele e deixou para trás sua família, seu país a Itália, e veio com seu marido Pedro Guimarães para o Brasil.

Já durante a viagem de navio, que durou um mês, Angelina se arrependeu de sua decisão porque ela não consegue se sentir a vontade com o homem que agora é seu marido e que parece mudar de humor de uma hora para outra. A diferença de idade entre eles é enorme, ela tem dezenove e ele quarenta e um, mas nem é isso que incomoda Angelina, é não saber o porque um homem como ele escolheu ela, uma camponesa para se casar. E suas dúvidas só aumentam quando chegam ao Brasil e ela descobre que seu marido é um barão e tem muito mais dinheiro do que ela imaginava. E também que seu marido pode ser muito cruel. E ela vira uma prisioneira em sua própria casa. Seus únicos momentos de alegria é quando está escrevendo, o que faz escondido do marido.

Quem também veio da Itália em busca de uma vida melhor foram os irmãos Vincenzo e Matteo. Eles juntaram o pouco que tinham e partiram acreditando que abririam um negócio rentável para ajudar o resto da família que ficou na Itália. E durante a viagem no navio duas coisas marcaram a vida desses rapazes. Primeiro foi que Vincenzo viu Angelina e se encantou por ela, e segundo eles foram roubados no desembarque e ficaram sem nenhum tostão, precisando assim trabalhar quase de graça em uma das fazendas de café. E por coincidência é a mesma na qual Angelina é a senhora. Meses depois eles finalmente se encontram e acabam virando amigos. E fatalmente acabam se apaixonando. Mas os dois sabem que esse amor é proibido e pode ter consequências terríveis se forem descobertos.

"Aquilo tudo que vinham vivendo era uma grande loucura, improvável, impossível de acabar bem. Quem eles queria enganar?"

Esse é o sexto livro que leio da autora e tenho uma relação de amor e ódio com ela. Amei e favoritei O Despertar do Lírio e Não Me Esqueças. Já Entre o Amor e o Silêncio gostei bastante, mas com algumas ressalvas. E A Promessa da Rosa e Senhorita Aurora odiei os protagonistas masculinos e para mim os dois foram romantizados pela autora porque eles não passam de dois abusadores. Por isso quando vi Lágrimas de Amor e Café fiquei interessada, mas com um pé atras. A capa está incrível e se eu não conhecesse a autora compraria o livro só por ela. E toda a diagramação na verdade está muito bem feita.

Um das coisas que já amei no livro assim que comecei a ler foi que no inicio de cada capitulo temos uma homenagem da autora as várias famílias italianas que imigraram para o Brasil ao longo dos anos. Eu como bisneta de italianos amei isso, mas faltou meu sobrenome ali hehe. E gostei bastante do cenário que a autora escolheu para contar sua história porque toda minha família trabalhou na colheita de café. E também meus bisavós se conheceram e se apaixonaram no navio vindo para cá, que acredito essa ser a história de muitos imigrantes italianos. Segundo, apesar do tamanho do livro, os capitulo são curtos, por isso a gente nem percebe as páginas virando, o que deixa a leitura super rápida.

Como vocês podem ver no título do livro, não esperem um romance bonitinho, a coisa aqui pega no drama e o amor entre os protagonistas é construído debaixo de lágrimas mesmo. Angelina acaba se casando para salvar sua família da miséria, mas ela nunca imaginou que seria praticamente uma escrava sem voz dentro da sua casa. Eu li algumas resenhas do livro antes de iniciar a leitura e vi algumas questionando a construção do personagem Pedro. Eu não questiono, porque infelizmente essa era a realidade de quase todas as famílias na época. Eu sei porque ouvi cada história dos meus pais, inclusive meu pai ainda tinha muito desse machismo que foi lhe ensinado através das gerações. Apesar de termos muito ainda pelo o que lutar, a realidade das que vieram antes da gente era bem pior.

E uma coisa que me fez pensar muito durante a leitura foi a questão da traição, já que Angelina e Vincenzo se envolvem quando Angelina é casada com Pedro. Mas será que houve traição nesse caso? Eu particularmente acredito que não, porque Angelina apesar de casada com Pedro, não passava de um objeto que ele estuprava quando tinha vontade e espancava quando era contrariado nas mínimas coisas. Para haver traição tem que existir lealdade e confiança, o que nunca existiu entre eles e Pedro sabia bem disso. Como odiei esse personagem, e o pior é a impotência diante da situação já que além de homem, ele é muito rico.

E que nervoso que me dava cada vez que os dois se encontravam e eu ficava com o coração na mão pensando que aquela era a hora que eles iam ser pegos. Mas fora essa angustia e toda o sofrimento por causa dos maus-tratos do marido, o livro tem uma história linda de amor. Eu gostei muito da forma como a autora construiu primeiro a amizade e depois o amor que surgiu entre eles. Agora o que me fez não dar nota máxima, foi a forma como a autora "resolveu" a situação no final do livro. Sabe quando falta luz e você perde o ultimo capitulo da novela e alguém te conta no outro dia o que aconteceu? Foi isso que aconteceu aqui. De um capitulo para o outro passa o tempo e ficamos apenas sabendo o que aconteceu. Mas não é a mesma coisa. Enfim para terminar, é um livro que recomendo para quem gosta de romances de época recheado de drama.

Nota:








18 comentários:

  1. ola
    ja tinha visto resenha desse livro e lendo a sua percebo que o romance traz muito das situaçoes vividas pelos imigrantes italianos
    ainda nao li nada da autora mas tenho vontade
    parabens pela resenha e como amo romances de epoca esse ja vai para a lista de desejados

    ResponderExcluir
  2. Oi, Sil como vai? Que resenha estupenda! Já tinha lido algumas resenhas dessa obra e, após ler a sua, com essas ressalvas que você citou deve ter tirado um pouco da expectativa alta em torno desse livro, mas de todo modo me parece ser interessante de ser lido. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. ah que bacana conhecer esse romance historico, como muitos somos descendentes de italianos é bem fácil a gente se identificar e apesar das ressalvas fiquei bem interessasda em ler

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  4. Eu amo livros de romance bem dramáticos, então acho que iria gostar desse! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sil

    Esse livro aparenta ser bem pesado, diferente dos demais romances de época, que retratam histórias bonitas e envolventes. Toda a realidade enfrentada pela protagonista é triste e cruel, também não considero que tenha sido traição, mas num geral o ambiente da história requer um pouco do leitor, não é o tipo de leitura que a gente pega pra relaxar e distrair. Ainda assim, fiquei curiosa e gostei da resenha!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Sil! Eu li um livro da autora e gostei bastante, assim espero que este também me agrade. É bem diferente dos romances de época que costumo ler e espero que a parte do drama não seja muito pesada. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Oi Sil, tudo bem?
    Acho que não ia curtir esse recurso de passagem do tempo no final também. Passa uma sensação de "ih, estourei o número de páginas, preciso terminar logo", né? Hahaha!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  8. Oi Sil! Eu estou gostando, mas não consegui me conectar com o casal ainda, achei que o protagonista se apaixonou rápido demais e do nada, mas a história é boa!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Oi, Sil
    Acho sempre bom a gente ter um pé atrás pra não se decepcionar e no máximo ter uma grata surpresa. Eu também tenho um certo tê a tê com essa autora kkk mas que bom que a experiência foi boa de toda forma.
    Beijo!
    https://www.capitulotreze.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, Sil!
    Vi muita comoção com Senhorita Aurora e até tenho o livro aqui, mas ainda não li. Aliás, nunca li nada da autora, mas esse livro em particular não me chama a atenção. A sua não é a primeira resenha positiva que leio, mas acho que não estou no momento certo. Quem sabe mais pra frente...
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  11. Pelo que relatou sobre o final, provavelmente, alguém decidiu correr com a trama porque teve medo que o final ficasse um tanto tedioso. Há Uma tendencia atual de se fazer algo mais dinâmico e que prenda a atenção do leitor até a última página. Uma péssima idéia neste caso. Talvez o original nem seja assim no final. Talvez seja mesmo e nada há de ser feito para se mudar isso.

    Tem que ver, também, se não foi você que se frustrou porque o final não foi como você gostaria. Acontece con a gente, às vezes. Rsrs....

    ResponderExcluir
  12. Detesto finais rápidos demais que mal acompanhamos, pra mim isso acaba com a graça do plot. Mas achei a edição uma graça.

    Beijos

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  13. Oi Sil, tudo bem?
    Gosto da literatura da Babi, pretendo ler ainda!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  14. Oi Sil.
    Ainda não li nada da autora porque nunca tinha realmente me chamado atenção. Entretanto, sua resenha me deixou apaixonada pelo livro. Parece ser mesmo bem interessante e sinto que vou amar apesar da agilidade do final.
    Beijos.
    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  15. Oi Sil!
    A capa é linda, mas o tipo de leitura não é muito minha cara. Não sei se envolveria no romance em si, embora pareça muito bom.

    Abraços
    Emerson
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Adorei sua postagem de hoje, sempre estou aqui acompanhando seu blog. Tenho aprendido muitas coisas legais aqui e te agradeço por compartilhar...

    Beijos 😘.

    Meu Blog: Dicas da Web

    ResponderExcluir
  17. Amei a resenha, esse livro tem tudo para me conquistar (ultimamente não consigo ler nada)
    Beijos
    http://www.dearlytay.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi Sil,
    Eu gostei muito desse livro, porque trouxe um romance de época meio diferente do que estamos acostumados, não romantizou o casamento arranjado. E por mais que você tenha achado um ponto negativo o final corrido, eu gostei, porque deu um alívio as partes de tensão, sabe?
    beeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo