04 janeiro 2022

Resenha | Corte de Chamas Prateadas - Sarah J. Maas

Livro: 
Corte de Chamas Prateadas
Série: Corte de Espinhos e Rosas #4
#1 - Corte de Espinhos e Rosas
#2 - Corte de Névoa e Fúria 
Gênero: Fantasia
Autora: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Páginas: 714
Ano: 2021

Resenha:

A guerra terminou, mas não dentro de Nestha Archeron. Ela que nem sempre foi uma pessoa fácil, viu tudo dentro dela amplificar, principalmente os sentimentos negativos, após ter sido feita pelo Caldeirão. Nestha não teve escolha, foi forçada a se tornar uma Grã-Feérica e ninguém tem ideia do que a corrói por dentro. A única maneira de abafar o que saiu junto com ela do Caldeirão, somado a toda culpa que ela carrega, é se entupindo de bebida e fazendo sexo com quem estiver disposto a ignorar que ela é cunhada do Grão-Senhor da Corte Noturna. 

Feyre foi paciente até então, esperando que Nestha fosse superar tudo o que aconteceu sozinha, mas depois de mais uma noitada financiada com o dinheiro da Corte, ela decide intervir, e dá a Nestha duas opções: ou ela se muda para a Casa do Vento para treinar com Cassian pelas manhãs e trabalha na biblioteca a tarde, ou volta para as terras humanas. Nestha fica furiosa porque realmente ela não tem escolha já que voltar não é exatamente uma opção. Mas estar tão perto de Cassian não vai ser nada fácil já que ele é o único que parece ainda conseguir tirar dela algum tipo de reação, ainda que puramente física.

E Cassian além de ter que lidar com Nestha, ainda precisa descobrir em que pé está a situação do lado humano, já que as rainhas forjaram uma perigosa nova aliança, ameaçando a frágil paz que se instalou nos reinos. Isso sem falar nos rumores sobre um antigo conjunto de artefatos mágicos, os Tesouros Néfastos: a Máscara, cujo poder é despertar e controlar os mortos; a Harpa, que pode abrir qualquer porta e a Coroa que concede a quem a usa o poder de controlar a mente de qualquer um por perto. E se tem alguém que pode encontrar esses objetos é Nestha, já que ela foi feita pelo mesmo Caldeirão que fez os artefatos. Mas será que Nestha é capaz de usar os poderes que ela fez de tudo para sufocar até então?

Eu nem sabia o que esperar desse livro porque a Nestha é o personagem que menos gosto da série toda. Até o Tamlin está na frente dela na minha lista de preferência hehe. E já fui me preparando para o que a autora ia fazer para deixar a Nestha menos odiável. Eu odiei ela logo lá no começo da série, quando vi como ela era uma folgada egoísta, não fazia nada para mudar a situação em que viviam e ainda se achava no direito de exigir as coisas da Feyre. E a babaquisse só piorou quando ela se tornou uma grã-féerica. Além de ser uma pessoa insuportável, ainda deu para culpar a Feyre por tudo o que aconteceu e acreditar que só ela sofreu perdas com a guerra.

Ela afasta todo mundo e depois faz a magoada porque recebe exatamente o que plantou. E até quase o final do livro eu quis que o Cassian desse um pé nela porque, o mulher insuportável. Ela não se aguenta de culpa e responde ao amor e gentileza das pessoas próximas com raiva e ódio. Senti-me lendo aqueles romances abusivos romantizados onde o cara pisa na mulher o livro todo e no fim ele muda por amor, mas aqui no caso os papéis estão invertidos. Nestha comete violência psicológica com todo mundo a sua volta. Ela sabe exatamente o que falar para ferir e machucar as irmãs e até Cassian, que só fez ajudar. 

E falando em ajudar quem disse que depressão se cura com treino? Aqui a autora pisou na bola e fez algo que ela já tinha feito no segundo livro quando fez de Tamlin um vilão quando seu papel era outro até então. Ela pegou a Feyre e o Rhys e fez os dois terem atitudes que não condiz com algo que ela construiu durante a trilogia. Principalmente Rhys, que além do comportamento errado com a Nestha ainda tira das mãos de Feyre uma decisão que só cabia a ela. Acho que ela fez a Nestha tão intragável que precisou deixar os outros personagens babacas também para compensar. 

E a história que era para ser da Nestha e do Cassian, mas que é só da Nestha? Temos até uns 70% do livro uma Nestha fazendo uma m@rda atrás da outra e somente nas ultimas 200 paginas que realmente temos uma história interessante. E pode se dizer que a Nestha teve sua redenção, mas em relação ao Cassian eu não consegui ver muitos sentimentos da parte de nenhum dos dois. O relacionamento deles é só sexo. Aliás achei que a autora pesou a mão nas cenas de sexo que mais parecia um livro erótico e sabemos que tem muitos adolescentes fãs da série. E em minha opinião o Cassian não passou de um pau mandado, ora da Nestha, ora do Rhys. Nem parecia que tinha quinhentos anos, a impressão era que ele que tinha acabado de virar um feérico e não a Nestha.

E tem tantas contradições no livro que eu nem sei qual comentar. O problema da Nestha que levou os amigos a tomar uma atitude era porque ela bebia demais e fazia sexo o tempo todo. Dai eles levam ela para a casa e ela só sente falta da bebida no primeiro dia, e quanto ao sexo ela continua fazendo, mas com Cassian. Podia fazer então, só que tinha que ser com um parceiro fixo? E o poder da Nestha que terminou o livro e eu não entendi o que era? Todo mundo tinha medo dela, o Rhys, as criaturas ancestrais, mas o tal poder mal aparece, só dá umas piscadas nos olhos da Nestha que ficam prateados, e toda vez que a Nestha precisa, alguém salva ela. 

Outra coisa foi o tal do treino. Aqui tem spoiler se quiser pode pular para o próximo parágrafo. Você pega um monte de mulheres que nunca fez um exercício na vida, treina elas por duas horas durante quatro meses e elas ficam tão fortes que vencem um monte de homens que estão treinando durante anos dia e noite? Mas pelo menos nessa parte dos treinos podemos conhecer duas personagens que são as melhores do livro: Gwin e Emerie. E é com as duas que podemos ver como a Nestha estava completamente errada. Porque as duas passaram por traumas horríveis e nem de longe agem como a Nestha. E falando nelas já torço por um final feliz com Mor e Azriel. Porque a Elain, continua a sem sal de sempre. E o negócio do laço de parceria que era algo raro e todo mundo tem?

Mas enfim, eu já sabia que esse livro não me agradaria completamente, e foi o que aconteceu. Temos mais de 500 páginas de uma Nestha sendo sem noção e somente 200 de história boa. E nem vou comentar o final que foi, piscou perdeu. Precisei até reler a "luta" contra a rainha porque tudo acontece em meia página. O certo é que esse livro foi mais de drama do que de fantasia. Pena que a autora focou somente no drama da Nestha e esqueceu do resto. Mas indico para quem é fã da série, principalmente da Nestha porque sua visão vai ser completamente diferente da minha hehe. Quanto à edição achei vários erros durante a leitura, inclusive troca de nomes. E essa capa prateada é linda! 

Nota:






14 comentários:

  1. Eu li os dois primeiros livros e depois não li mais. Sei lá, preciso voltar hehehe.
    Uma pena esse livro não ter sido tão bom para você.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá, Sil.
    Essa série tá bem famosa mesmo, não é? Ainda não li, mas já ouvi falar bastante e sobre esse livro, em especial, já vi diversos comentários negativos.
    Não é uma série que eu leria agora, esse livro me pareceu daqueles que me deixa com ressaca literária kkkk
    Adoro a sinceridade nas resenhas!
    Beijos,
    Dear masen

    ResponderExcluir
  3. Oi.
    Esses livros estão na minha lista para próximas leituras, mas ainda não tirei um tempo para ler, espero conseguir em breve.
    beijos.



    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Sil! Faz tanto tempo que li os dois primeiros que acho que vou reler para lembrar os detalhes da série. Eu gostei bastante da história até onde li e espero não me decepcionar com este volume. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Amei a resenha. Todo mundo fala tão bem dessa série, que dá vontade de ler, mas ainda não tenho coragem de encarar rs
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Mulher, pelo amor de Deus, eu li esse livro e deu pra dar uma "entendida" do lado da Nestha e até pra engolir ela, mas depois da resenha tô duvidando novamente se gosto ou não dela kkkkk.
    Mas pera, tu colocou o Tamlin na frente da Nestha, isso eu não consigo perdoar.
    Também percebi que esse laço de parceria tá distribuido, todo mundo tem o laço (que é raro), menos o coitado do Azriel.

    Beijinhos
    renatacustodiog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Pena que você não curtiu, mas acontece.. eu gostei bastante. Mas realmente a SJM deixou a desejar mais no quesito embate. No caso, eu achei bem desnecessário o foco em Feysand e no drama lá (ainda mais que tirou o foco das meninas passando lá no Rito), mas parece que ela não sabe trabalhar qualquer coisa nesse universo sem precisar meter eles no meio.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  8. Você é dos livros e eu da música, cada uma com suas paixões hehe! ;)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Mais um título que eu jamais ouvirá falar. rs

    https://clebereldridge91.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi, Sil! Tudo bem?
    Eu tinha muita curiosidade para ler essa série, mas vi algumas resenhas, quotes que me fizeram perceber que o livro talvez não fosse para mim (dividida entre resenhas positivas que me deixaram curiosa e outras que me deixaram em dúvida). Ainda estou pensando se leio ou não.
    Eu fico meio tensa quando pego um livro com mais de 400 e não conheço a escrita do autor hahahah fiquei inclusive tensa lendo a resenha e pensando na quantidade de página e na quantidade de drama.

    beijos

    https://duquesaazarada.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi Sil, puxa que pena que não foi tão bom assim. Eu realmente ando afastada do gênero e não me animo muito com a autora...

    Bjs, Mi

    Na Nossa Estante

    ResponderExcluir
  12. Eu não li essa série, mas estava curiosa, de tanto que é falada. Mas agora, acho que vou é passar longe. Sei que só passaria raiva e, sinceramente, um livro de 500 páginas onde só 200 são a história de verdade não rola.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  13. Oi, Sil. Tudo bem? Que pena que a obra não foi o que você esperava. Ótima resenha. Abraço!



    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. A capa "prateada" não me desce até hoje KKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Oi Sil,
    Você sabe que eu estava ansiosa para essa sua resenha, né? kkkk Queria saber como você tinha lidado com a Nestha e pelo visto, não foi o que você esperava.
    Comigo, é um pouco diferente, porque eu gosto da Nestha, meu problema é a Elain e quero só ver o que vai ser de mim no livro dela. Eu torço muito pro Az ficar com a Gwyn!!!!!!!! E já senti que nas cenas extras do Rhys está começando a passar pano pra Elain, mas enfim... Vou deixar pra sofrer mais pra frente.
    Esse livro em si, acho que para quem buscava uma fantasia incrível como Trono de Vidro, foi bem fraco mesmo. É mais romance e uma "auto-afirmação feminista", o que eu gostei bastante, mas não era o que se esperava dele mesmo.
    beeeeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo