20 novembro 2020

Resenha | Um Tom Mais Escuro de Magia - V. E. Schwab

Livro: 
Um Tom Mais Escuro de Magia
Série: Tons de Magia #1
Gênero: Fantasia
Autora: V. E. Schwab
Editora: Record
Páginas: 420
Ano: 2016
Resenha:
Kell é um Antari, um mago de sangue, um dos últimos viajantes entre os universos paralelos conectados pela cidade de Londres. Como ele só existe mais um, Holland. Antigamente existiam portas por onde passavam as pessoas com um mínimo de poder, e a magia circulava livremente pelas quatro Londres existentes, mas em uma delas a magia fugiu do controle, acabando com tudo e com todos e essa Londres ficou conhecida como a Londres Preta. Para não acontecer o mesmo com as outras Londres, as portas foram fechadas e agora apenas os Antaris podem ir de um mundo para o outro e somente com a missão de ser um mensageiro, transportando consigo unicamente correspondências mensais entre a realeza de cada Londres.

Aproveitando que uma das Londres foi designada como Preta, Kell decidiu dar nomes de cores para as outras três também. A que ele vive é a Londres Vermelha, a cidade do império vigoroso onde a magia age livremente. A Londres Branca é o mundo faminto onde se luta para controlar a magia, e onde a magia reage, drenando a cidade até os ossos. E finalmente a Londres cinza, a que se assemelha a nossa realidade, é a cidade sem magia. Mas Kell não atua somente como mensageiro entre as Londres. Extraoficialmente Kell é um contrabandista, levando artefatos de uma Londres a outra para pessoas que querem ter um vislumbre de algo que nunca verão. Ele está ciente dos riscos, mas para Kell, fazer isso é uma forma de ter controle de sua própria vida. Mas uma hora alguma coisa ia dar errado.

Em uma de suas viagens para a Londres Branca, Kell bebeu o que não devia e quando percebeu já havia aceito levar uma carta com ele e como pagamento ele recebe uma pedra preta com uma única palavra gravada, uma runa de uma língua que não existe mais, a pedra pertence a Londres Preta. Kell percebe que está de posse de algo muito perigoso, mas nem tem tempo de pensar no que fazer com a pedra pois ele começa a ser perseguido e em sua fuga acaba sendo roubado por Delilah Bard, ou somente Lila, uma garota que vive de seus furtos. Ao tentar recuperar a pedra Kell é atacado e fica a beira da morte, mas é salvo por Lila. Kell sabe que precisa se livrar de algo tão poderoso e só tem uma maneira de fazer isso, levar a pedra de volta para a Londres Preta. Mas Lila que sempre quis viver uma aventura, só vai devolver a pedra com a condição de Kell levá-la junto com ele.

"Você acredita que a magia é uma igual. Uma companhia. Uma amiga. Mas não é. A pedra é a prova. Ou você é mestre da magia ou seu escravo."

Eu conheci a escrita da autora através do livro A Melodia Feroz, onde ela assina como Victoria Schwab. Seus livros mais adultos, como esse, são assinados como V. E. Schwab. Então para quem ainda não sabe é a mesma autora. Eu amei A Melodia Feroz e desde então eu quis ler todos os seus livros. Mas demorei para comprar esse porque o preço nunca baixava. Quando finalmente comprei esse e o segundo da trilogia, fiquei esperando a editora lançar o terceiro e ultimo livro para começar a ler. E apesar do livro ter sido lançado em 2017 lá fora, só agora a Record se decidiu a lançar ele por aqui, então finamente vamos a leitura.

Quando li as resenhas desse livro e vi que eram mundos paralelos achei que fosse ficar confusa na história, porque sempre fico perdida com esse tema. Mas comecei a ler e já no começo dá para entender as muitas Londres e se situar no mundo criado pela autora. Uma vantagem é que apesar de ser Londres paralelas, não são as mesmas pessoas que habitam nelas. Esse sempre é meu problema com o tema, mas aqui por não ter isso achei de boa. Eu comecei o livro de manhã e terminei ele de noite porque é simplesmente impossível largar enquanto a gente não vê o livro terminado. Depois que a gente começa a acompanhar os dois protagonistas, é como se a gente estivesse dentro da história com eles.

E mais uma vez a autora surpreendeu pela originalidade em vários pontos da história. Mas também encontrei algumas coisas que já vi em outros livros, como os irmãos vilões, que são os governantes da Londres Branca e que achei muito parecidos com os gêmeos Jane e Alec de Crepúsculo. E nem sei quais dois irmãos é o pior. Mas por isso e por outros pontos, acabei não favoritando o livro, mas dei nota máxima pela qualidade da história, mesmo achando que A melodia Feroz é um tantinho melhor. Mas já preciso ler o segundo. E olha que nem tem essa ânsia toda porque o final desse livro é fechado e se a autora quisesse poderia terminar por aqui. Não temos nenhuma revelação bombástica e nenhuma reviravolta de tirar o folego, mas sabe quando fica aquele gosto de quero mais no final da história mesmo assim?

O cenário criado pela autora é fantástico e seus personagens são melhores ainda. Nem sei dizer se gostei mais de Kell ou de Lila. Kell é um personagem que a gente quer abraçar e nunca mais largar. Espero ter mais informações sobre seu passado nos próximos livros. Já Lila é aquela personagem feminina que sempre esperamos encontrar em livros de fantasia. Ela é o oposto de Kell e até por isso as inteirações entre eles são maravilhosas. Mas não esperem nada romântico, e sim algo de parceria mesmo. Até achei que Lila ia ter alguma coisa com Rhy, irmã adotivo de Kell. E podemos esperar grandes feitos dela nos próximos livros porque a autora jogou umas informações sobre ela que acho que vai mudar o rumo da história no próximo livro.

E não posso deixar de falar sobre a magia presente na história. Uma coisa que amei foi que a autora deu todos os detalhes para que a gente consiga entender toda a situação, principalmente a politica. Tudo gira em torno da magia, inclusive a jornada dos protagonistas nesse primeiro livro com a pedra, que pode ser o começo de tudo para alguns ou o começo do fim para outros. Enfim, eu amei o livro e não fiquei perdida nem confusa como achei que ia ficar. O tanto de páginas passa voando de tanto que a história prende a gente. Por isso fica minha indicação para quem gosta de uma boa fantasia. Quanto a capa apesar de não achar das mais bonitas, achei que tem tudo a ver com a história.

Nota:













14 comentários:

  1. Ai, nossa, eu simplesmente amo esse livro! Foi um dos meus favoritos da vida de fantasia e por isso estou tão ansiosa para o último da série. Victoria faz maravilhas com seus personagens e ambientação. Não vejo a hora de ver o que acontece com Lila e Kell <3
    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  2. Ei, Sil, tudo bem? Eu me encantei por "A Melodia Feroz" também. E esse livro já está na minha lista de leituras também, eu gosto muito de livros de fantasia. E eu tenho a mesma opinião que você, essa coisa de ter personagens "iguais" vivendo em mundos paralelos é algo que me incomoda. Mas que bom que você gostou e aproveitou a leitura!


    Books House

    ResponderExcluir
  3. Lá vai a Silvana para mais uma série. Agora o tema é magia. Adorei o quote da magia que você colocou. Muito verdadeiro. Um abraço, querida.

    ResponderExcluir
  4. Oi
    que bom que gostou da leitura, essa é uma história envolvente e bem escrita, eu já li um livro da autora que ela assina por outro nome, até hoje não li o segundo livro, mas preciso, já que esse universo criado por ela é bom.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Ao contrário de você, eu já achei as capas bonitas... rs E amei saber mais sobre essa história. Eu nunca tinha lido nada da autora, mas sempre tive curiosidade. Já gostei pela relação da Lila e Kell e acho que vou curtir bastante as cenas deles. S2 Acho que vou aproveitar e colocar na lista para 2021, vai quê... rs
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  6. Nunca tinha ouvido falar deste livro!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Sil. Tudo bem? Eu nunca li nada desta autora. Ao ler sua resenha certifiquei-me que preciso ler algum livro dela. Me parece uma obra excelente. Que resenha maravilhosa. Parabéns! Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Sil,
    Eu não gostei taaaanto assim desse livro, confesso.
    Não sei se foi a fantasia em si que não me envolveu ou se foi uma problema pessoal com Kell, rs. Só sei que não consegui ter vontade de ler a continuação. Por isso te falei que a Schwab não me empolgou taaaaanto.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Sil, tudo bem?
    Esse livro tá na minha wishlist há um tempo por causa das muitas resenhas positivas na época do seu lançamento. Sua resenha me fez relembrar o motivo de eu ter colocado ele lá! ♥
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  10. OI Sil! A autora escreve muito bem e seus cenários de fantasia sempre me fascinam. Nesta série ela conseguiu criar algo muito maravilhoso e não vejo a hora de ler os demais volumes.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  11. Oi, Sil. Tudo bem?
    Essa autora está na minha lista de leitura (que vive atrasada porque sempre adiciono algum livro novo), ela está sempre sendo recomendada por várias pessoas, amei o fato de você ficar em dúvida entre Kel e Lila.

    Beijos, Vanessa
    Leia Pop

    ResponderExcluir
  12. Oiee Sil! Não conhecia esse livro, mas achei muito interessante.
    Faz tempo que não leio o gênero fantasia.


    Passa lá no blog que eu vou adorar ver sua opinião sobre minha nova postagem.
    Beijos,
    Paloma Viricio

    ResponderExcluir
  13. Oie, tudo bem?
    Ainda não conhecia, mas curti a dica. E a capa é super linda, compraria só por ela kk
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  14. Já li esse livro e adorei a escrita da autora e como ela "desenhou" os mundos. Louca para ler o segundo livro, mas ainda não tenho ele.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo