18 agosto 2021

Resenha | A Outra Garota Negra - Zakiya Dalila Harris

Livro: 
A Outra Garota Negra
Série: Intrínsecos #35
Gênero: Suspense
Autora: Zakiya Dalila Harris
Editora: Intrínseca
Páginas: 384
Ano: 2021

Resenha:
Nella Rogers é assistente editorial na Wagner Books e é a única funcionária negra da editora. E provavelmente a questão racial é o principal motivo de seu sonho de se tornar editora estar cada vez mais longe. Por isso quando Nella conhece Hazel, que também vai trabalhar na Wagner como assistente, ela já fica toda animada pensando que enfim terá uma aliada na editora já que agora ela não será a unica negra. E no começo é isso mesmo que acontece. Deus parece ter ouvido suas preces e Hazel parece ser tudo aquilo que Nella sempre sonhou. 

Elas tem os mesmos gostos, e a sintonia entre elas é unica. Hazel é ainda mais precisa em perceber o racismo velado no escritório, que Nella enfrentava sozinha até então. Mas o tempo vai passando e Nella começa a perceber que não é só ela que acha Hazel uma garota sensacional. Em menos de um mês Hazel conseguiu fazer o que Nella tentou por anos: todo mundo gosta de Hazel e tudo o que sempre criticaram nela, é feito como um elogio para Hazel, que acaba se tornando a favorita do escritório e Nella está cada vez mais sendo deixada de lado. 

E as coisas que já iam de mal a pior para Nella tem seu ápice quando em um dia particularmente estressante, depois que Nella acaba "magoando" um dos maiores escritores da editora ao apontar alguns erros em sua unica personagem negra em seu novo livro, ela acaba encontrando um envelope com um recado dentro: "Saia da Wagner. Agora." Nella começa a desconfiar de tudo e de todos, mas não consegue descobrir nada, e os bilhetes continuam chegando. O que Nella nem desconfia é que essa história não começou agora, há trinta e cinco anos já aconteceu algo muito estranho com outras duas garotas negras na Wagner e ela não tem nem ideia de no que está envolvida. 


Esse livro furou a fila assim que chegou aqui em casa. Quando a Intrínseca começou a divulgar as pistas do livro de agosto disse que o livro era indicado para os fãs do filme O diabo veste Prada em um encontro com o filme Corra. Como amei os dois filmes já fiquei toda curiosa. E apesar de não ter visto muito do primeiro filme citado, o segundo lembra muito sim. Mas precisei tirar alguns pontos da nota por causa do desenvolvimento da história e infelizmente da protagonista que não conseguiu me cativar. E também, vocês que já leem as minhas resenhas há algum tempo sabem que sou dessas que gosta de tudo explicadinho no final, e apesar de ter gostado de como a autora terminou o livro, fiquei com um monte de perguntas na cabeça. 

Eu gosto de quando o autor vai soltando uma pista aqui e outra ali, isso faz com que o leitor deseje ler só mais um capítulo, mas aqui não sei o que aconteceu a forma como ela foi desenrolando as coisas tão lentamente só me fazia ver que o livro era enorme e as coisas rodavam, rodavam e não saia do lugar. Nem o recurso de intercalar com a história no passado, que é algo que me agrada sempre, funcionou por aqui. Até porque pouco entendi do que aconteceu no passado. A solução final da  autora, meio bizarra por sinal, não é ruim, pelo contrário eu gostei, mas deixou um monte de coisa em aberto, o que me irrita. O final que ela escolheu até funciona muito bem se fosse um filme, mas no livro deixou a desejar. 

E a protagonista, que nervoso. Que garota lerda. A antagonista é muito mais interessante que ela. Tá ali na cara dela e a tonta se fazendo de desentendida. Dava vontade de gritar com ela para que ela reagisse de alguma forma e lutasse pelo o que era dela. De novo, a personagem teria funcionado muito mais se fosse em um filme não em um livro. E sem querer ser a chata mas já sendo, temos tão poucas protagonistas negras e as poucas que temos ainda tem que brigar entre si? Mas enfim, a edição está linda e mesmo com essas minhas ressalvas eu indico a leitura do livro.

Nota:






14 comentários:

  1. Oi Sil,
    Fiquei bem interessada neste livro pelo enredo, mas confesso que suas ressalvas me deixaram com um pouco de receio. Amei a capa do livro e esta cor vermelha do Intrínsecos está linda!! Acho que em breve lerei.

    Beijinhos
    https://tecendoaliteratura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Ameiii a resenha!
    Meu filme favorito é o Diabo Veste Prada. Quando chegou, nem dei muita atenção pra ele, mas agora, vou furar a fila aqui também rs!
    Adorei!
    Beijinhos
    Taty
    www.conclusoesliterarias.com.br/

    ResponderExcluir
  3. A protagonista me irritou do começo ao final do livro.
    Não gostei de verdade, essa história poderia ser melhor trabalhada, tem uma pegada interessante mas não funcionou pra mim.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Sil! Tudo bom?
    SIM PRA TUDO. Eu me senti muito ???? lendo o livro porque a estrutura dele é muito bizarra e não faz sentido pra um thriller; os mistérios não pareciam mistérios, as burrices da protagonista não justificavam os absurdos óbvios que estavam rolando com ela. A única coisa que eu realmente curti foi o final, pela sensação mórbida que ele deixou. Foi inesperado porque eu esperava uma coisa mais Get Out.
    Mas, de resto, que nervoso e não da maneira boa!

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  5. Amei a resenha. Em primeiro momento fiquei morrendo de vontade de ler, mas vendo os pontos que você não gostou, sei que ficaria irritada também. Mas leria pela curiosidade para saber todo o enredo e o que aconteceu.
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Meu deus, achei a protagonista muito anta mesmo. Compartilho a opinião com você em quase tudo, mas não gostei do final. Fiquei frustrada.

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Nossa essas referências para o livro - juntas - meio estranhas, mas também me deixou curiosa. E ninguém merece protagonista lerda e final mal explicado. Hype sempre dando rasteira.
    Uma pena as ressalvas, mas fiquei interessa e espero conhecer futuramente. Gostei q se passa numa editora.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  8. Achei legal que, mesmo não curtindo tanto a leitura, ainda indica. Eu confesso que fiquei como você, cheia de expectativas, mas depois só fui me decepcionando conforme lia a resenha e via que tinha algumas coisas que também me incomodariam se estivesse lendo. O que é uma pena, pois assisti ao filme Corra e O diabo veste Prada e gostei, mas essa leitura, deixarei passar. =/
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  9. Oi Sil, protagonista lerdas irritam mesmo, particularmente não é um titulo que me chama atenção, confesso rsrrss

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  10. Oie Sil!

    OLHA, achei a premissa bem interessante, viu ?
    Ruim que ainda ficaram perguntas não respondidas, mas acho que deve ser interessante essa historia do que aconteceu ha 35 anos mas sim, existem tão poucas protagonistas negras e as que existem ainda brigarem? Poxa :T
    Mas fiquei curiosa pela sua resenha rsrrs

    Beijos!
    Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  11. Oi Sil, como você está?
    Aiii, personagens burras e que não conquistam? Já não quero mais! Ainda mais em um thriller, que não tem nem um amorzinho pra me prender, rs.
    E olha que gosto bastante da proposta, uma pena que foi mal aproveitada!
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. não conheço o livro fiquei curiosa
    http://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Sil. Como vai? Que pena que a obra não tenha lhe agradado como gostaria. Ótima resenha. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
  14. Ue, Mas funcionou muito bem, pelo que vejo. Kkkkk... É assim mesmo. O livro foi pra te deixar nervosa, irritada e querer esbofetear a autora ou a personagem tapada. Então só devo dar os parabéns a quem escreveu o livro. Rsrs...

    Um abraço. Tudo de bom.

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo