20 novembro 2013

Falando sobre...

...adaptação cinematográfica.



Começa mais ou menos assim. Você pega um livro para ler e enquanto está lendo, vai imaginando o cenário, os personagens, cada um com suas características específicas. E fica pensando enquanto lê: imagine se fosse um filme? O livro vai ficando cada vez melhor e quando termina você com lagrimas nos olhos, diz a todos, o quanto amou o livro, indica para todas as pessoas que você sabe que gosta de ler e para quem não gosta também, pois quem sabe né?

Ai um dia você fica sabendo, o livro vai ser adaptado para o cinema. Ou então vai ser feito um filme baseado naquele livro que você leu e amou tanto. Você nem lê as palavras adaptado ou baseado, você só consegue ver que vai ter um filme daquele livro que tantas emoções te despertou. E você não se aguenta em si de tanta felicidade, convida todo mundo para ir na estreia com você, e conta os dias no calendário para o lançamento do filme.

Chega o dia tão esperado e lá está você com seus amigos sentadinho no cinema esperando o filme começar. Quando começa, você vê na tela que os atores são um pouco mais velhos do que no livro e as características físicas também não são as mesmas. Mas isso não tem importância, o que importa mesmo é a história e você fica lá sentadinho esperando. E vai passando o tempo e as cenas não são as mesmas que você imaginou, tem cenas no filme que não tem no livro e vice-versa, mas o final vai ter que ser o mesmo, não é possível eles mudarem aquele final lindo que fez você derramar tantas lagrimas. E de repente o filme acaba e você fica lá com aquela cara enorme de decepção.

Na saída os seus amigos vem te falar, "nossa, você tinha razão a história é boa mesmo". E todos naquela maior empolgação e você fica pensando: "será que eles assistiram o mesmo filme que eu?". O filme foi horrível, mudaram completamente a história do livro. É então que você lembra que era uma adaptação do livro, que ninguém disse que o filme seria igualzinho ao que está escrito no livro. Fazer o que, mais uma decepção para a coleção que você tem. Mas quando está saindo do cinema, você fica sabendo de outro livro que você amou e que também vai ser adaptado. Já empolgada novamente você pensa: será que dessa vez vai ser diferente?




14 comentários:

  1. Oi Sil!

    Adorei a postagem. Você tem toda a razão é sempre o mesmo. Algumas vezes me esforço para pensar, é uma adaptação. Filme é filme. Mas não consigo evitar as comparações. O que mais me incomoda nem são as cenas criadas ou excluídas, mas quando eles acabam com essência do livro e dizem tudo completamente diferente da obra. Na maioria que tenho visto gostei, tirando alguns, mas raramente mais do que do livro.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. HAHA!
    Adorei seu post porque sou tri animada ao saber que vai lançar e antes de estrear já sei que não será tão bom. Normalmente não assisto adaptações de livros para filmes porque mudam muita coisa,as vezes até o sentido do livro e você fica lá fofocando para a pessoa do lado "Isso nem aconteceu" xDD
    Bom, a caixinha de decepções somente cresce! O;
    http://romances-para-te-fazer-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. hahahaha é exatamente assim, Silvana. Seu texto está perfeito, sem tirar nem por. Poucas vezes na vida achei que o filme correspondeu ao filme (sempre cito "O Exorcista" como um ótimo exemplo de adaptação que deu certo), e embora sempre me decepcione, ainda crio expectativa em relação aos próximos... É, acho que não tem jeito hahaha.

    bjs!
    Carla
    http://linhas--soltas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. É bem assim mesmo. Quando assistir Percy Jackson que todo mundo gosto e eu detestei.
    Amei o post!!!
    Seguindo, retribui?

    Bjus
    http://infinitoparticulardoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu estou na expectativa para A Menina que Roubava Livros, pois só o trailer já deu pra arrepiar. Agora, a melhor adaptação de todos os tempos é O Poderoso Chefão, talvez por que tenha a mão do Mario Puzo no Roteiro

    ResponderExcluir
  6. Oi Sil :)

    Amei o texto. Fui ver Em Chamas com 15 amigos kkkk foi uma zona muito alegre e feliz. Eu estou louco para assistir A menina que roubava livros, O Hobbit, ACEDE e etc,. Beijocas!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. É a pura verdade, os filmes nunca são surpreendentes.
    Mas acabei não criando mais tanta expectativa com filmes, sempre é completamente diferente.
    Um exemplo foi P.S. Eu te amo, eu sou apaixonada pelo livro, mas não passei da metade do filme.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  8. Morrendo de rir!! É EXATAMENTE ASSIM! E pior.. sempre! E ainda pior.. eu não me canso de ter esperanças de ver uma adaptação nova.. a cada adaptação anunciada passo por todos esses estágios que você citou até culminar em decepção total. É de rir para não chorar.. kkk Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  9. Olá Sil!
    O duro que é que exatamente assim! Sempre me decepciono e sempre me empolgo novamente quando fico sabendo de outra adaptação. Felizmente, algumas não são tão decepcionantes, não? rs.
    Ótimo post! Me identifiquei muito :)
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Com uma diferença nunca me conformo que é apenas uma adaptação,
    não consigo aceitar, sempre espero que seja igual, e quando percebo que tem muitas diferenças não consigo me lembrar que é apenas uma adaptação hehehe Adorei o post

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. pois é.... temos q aceitar.. nao concordo nao.. tenho decepção tbm
    bju

    http://aieuvivantagem.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Oie Sil =)

    Eu justamente não sofro mais com isso, por que tenho em mente que é uma "adaptação baseada" no livro e não um retrato fiel do que li. Desencanei desse tipo de comparação desde a época dos filme do Harry Potter, e com isso consigo curtir bem mais os filmes. Claro que alguns realmente não conseguem ficar bons, como A Bússola de Ouro, por exemplo, mas no geral todos que vi até que ficaram bons.

    Ótimo post!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  13. Adorei a forma que você abordou o assunto, não magoou (muito kk) os cinéfilos e deu sua opinião de uma forma válida. Como eu amo o cinema, adoro a oportunidade de ver as mudanças a forma que o diretor adaptou uma cena preferida de algum livro. Me faz amar mais o livro e me faz ficar feliz quando a cena sai diferente e me surpreende. Sempre fico surpresa com filmes e especialmente com adaptações literárias. Uma das que mais gostei até hoje foi O Caçador de Pipas, apesar de já conhecer toda a história do livro, chorei muito com o filme, porque um filme é produzido em um ambiente totalmente diferente do de um livro. Admiro flexibilidade do cinema de aproveitar as obras literárias de uma forma diferente para que eu possa ser surpreendida.

    Meu Filme virou Livro

    ResponderExcluir
  14. Esse ano a única adaptação que assisti foi de Percy Jackson e o Mar de Monstros, posso dizer que gostei. Não foi fiel ao livro, porém trouxe umas 2 horas no máximo de entretenimento e diversão.
    Foi engraçado e ao mesmo tempo angustiante, pois com as várias mudanças, algo de pior poderia acontecer no fim.
    Agora, é fato que nos decepcionamos com as mudanças! Já tô preparado para ver as merdas em Divergente. XD
    xoxo

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo