22 maio 2017

Resenha | A Rainha de Tearling - Erika Johansen


Livro: A Rainha de Tearling
Série: A Rainha de Tearling # 1
Gênero: Distopia, Fantasia
Autora: Erika Johansen
Editora: Suma de Letras
Páginas: 352
Ano: 2017

Resenha:
Do alto da árvore onde está sentada, Kelsea observa a tropa se aproximando. Ela sabia que eles viriam, afinal ela completou dezenove anos, a idade em que os monarcas de Tearling ascendem ao trono. Mas se ela tivesse escolha, ela não iria com a Guarda da Rainha. Desde a morte de sua mãe, a rainha Elyssa, Kelsea foi levada para um esconderijo onde foi criada em uma cabana isolada por Carlin e Bartholemew, que lhe ensinaram tudo o que podiam. Enquanto Carlin ensinou Kelsea a amar os livros, Barty ensinou Kelsea a amar a floresta e a se defender. Mas agora seu destino vai se cumprir, ela vai ter que voltar para a Fortaleza real de Tearling e assumir seu lugar de direito no trono. Porém antes de levar Kelsea, o capitão da Guarda pede uma prova de que Kelsea é mesmo a rainha e ela mostra o pingente de safira que está em seu pescoço desde sempre, assim como a cicatriz em forma de lâmina que vai do seu pulso ao bíceps.

Antes de ir, Kelsea recebe um último conselho: que ela governe de forma racional, mas que no momento sua prioridade será sua segurança, por isso ela não deve confiar no Regente Thomas, que mesmo sendo seu tio, passou esses anos todos à sua procura, com o único desejo de obter o trono. E junto com o conselho, ela recebe um presente, que quando ela abre descobre ser um pingente igual ao seu. Seu primeiro desafio será conquistar a lealdade dos homens da sua Guarda, que acreditam que ela não passa de uma menina fútil. E o pior é que ninguém quer ser leal a alguém que tem um alvo desenhado nas costas, que é o seu caso. E é só eles começarem a viagem para Kelsea descobrir o tamanho do perigo que está correndo. Eles são seguidos por falcões dos mort, e eles não sabem se quem está no comando deles são os Caden, um grupo de assassinos que estão atrás da recompensa oferecida pelo tio de Kelsea, ou se é alguém de Mortmesne, já que corre boatos de uma aliança entre seu tio e a Rainha Vermelha, a feiticeira que comanda Mortmesne. 

O certo é que sua cabeça está a prêmio. Kelsea passou a vida achando que era desafortunada por não ter ninguém, mas só agora ela entende que foi isso que manteve ela viva até o momento. Se conseguir chegar até a Fortaleza viva, ela ainda vai ter que conseguir conquistar o povo sem saber em quem realmente pode confiar. E como o perigo é grande, eles acabam se separando para tentar despistar seus perseguidores e Kelsea fica com Clava, que por coincidência foi quem a levou para o esconderijo quando ela era um bebê. Mas eles são alcançados e mesmo Clava sendo muito bom, eles são capturados por um grupo mascarado e seu líder, que se apresenta como Fetch, o ladrão mais procurado de Tearling. E Fetch diz que vai decidir se Kelsea tem capacidade para ser a rainha que eles estão esperando, ou se ela será como sua mãe. Kelsea não sabe de nada o que aconteceu no passado, mas decide que vai sim ser uma ótima rainha e vai enfrentar tudo o que vier pela frente. E ela nem imagina as dificuldades e os perigos que a aguardam.

"Ela temera ser rainha a maior parte de sua vida e sabia que estava mal preparada para a tarefa, embora Barty e Carlin tivessem feito seu melhor. Não crescera em um castelo, não fora criada com nenhum privilégio. A vastidão do país que iria governar a assustava, mas ao ver os homens e as mulheres trabalhando nos campos, alguma coisa dentro dela pareceu aflorar e respirar pela primeira vez. Todas aquelas pessoas eram sua responsabilidade."

Eu fiquei doida para ler esse livro desde que vi ele nos lançamentos. E nem acreditei quando a editora me enviou o exemplar para resenha. Ele é uma distopia narrada em terceira pessoa e grande parte da história acompanhamos a Rainha Kelsea, mas temos alguns capítulos onde podemos ver o que está acontecendo com a Rainha Vermelha e alguns onde podemos ver outros personagens tramando alguma coisa contra Kelsea. Mas apesar de ser uma distopia, o cenário é bem medieval, já que nessa transição para um Novo Mundo, Willian Tear acabou deixando a tecnologia para trás. E esse é o primeiro livro de uma trilogia, o que eu nunca gosto muito por ter que ficar esperando para lançar as continuações. Mas nesse caso eu adorei, porque a história tem tanto potencial que não dava para ser contada em apenas um livro.

A leitura não é rápida, porque temos muito detalhes e várias descrições. Outra coisa que também não gosto normalmente, mas que aqui adorei, porque foi isso que me transportou para dentro da história e por vezes eu era a Kelsea, eu tinha suas dúvidas e curiosidades, e outras vezes era eu que estava fugindo de algum inimigo e quando acontecia alguma cena de ação, eu terminava de ler cansada fisicamente de tão real que parecia. Eu amei o livro do primeiro capitulo ao último. Estarei mentindo se disser que teve algo que me desagradou. A autora me conquistou logo nas primeiras palavras e eu me apaixonei pela Kelsea. Geralmente eu fico apreensiva quando vejo comparações com algum livro ou personagem na capa e quando vi a comparação a Katniss (Jogos Vorazes), eu fiquei com medo de acabar me decepcionando com a protagonista. Mas felizmente dessa vez a coisa deu certo e posso até dizer que gostei mais de Kelsea do que da Kat.

E uma das coisas que gostei muito foi que a autora ousou colocar uma garota totalmente fora dos padrões como protagonista da história. Kelsea é morena, está acima do peso, tem várias cicatrizes pelo corpo e por vezes as pessoas se referem a ela como comum. Totalmente o oposto das "rainhas" que estamos acostumadas a ver. Até por isso estranhei que ela será interpretada pela Emma Watson em sua adaptação para o cinema. Mas sua aparência é irrelevante diante de sua grande personalidade. Kelsea é incrível. Ela é corajosa, forte, bondosa sem ser boba, inteligente e sábia e está sempre aberta para aprender. Uma perfeita rainha. Outro personagem que me cativou foi o Clava. Ele é o contraponto de Kelsea e os dois formaram uma dupla sensacional. As cenas mais divertidas foram protagonizadas pelos dois que até poderiam ser pai e filha.

E por falar em pai, esse é um dos grande mistérios da história. Quem é o pai de Kelsea, de onde ela herdou tudo isso, já que sua mãe era totalmente o oposto dela? Esse é um segredo que a maioria dos personagens do livro quer saber. E eu também hehe. Isso é mais um monte de coisas que ficaram em aberto nesse primeiro livro. Quem realmente é o Fetch e qual é o interesse dele nisso tudo? E qual é o poder das joias, já que apenas tivemos um vislumbre do que elas podem fazer nesse primeiro livro. E que vislumbre. Quem gosta de livros com magia, vai amar. E para finalizar essa resenha que já está enorme, tenho que elogiar o trabalho da editora que está impecável. Além dessa capa maravilhosa, temos toda uma edição muito bem feita que dá até gosto de ter na estante. Só me resta indicar o livro. Leiam, arrisco a dizer que foi o melhor que li até agora nesse ano. E olha que já li 84 livros esse ano.

Nota:





18 comentários:

  1. Ahi, quando vi que a editora lançou fiquei doida. Quero muito ler! Essa edição ficou maravilhosa. E só de ver que você gostou tanto, anima.
    Esse livro valia uma edição em capa dura, né não!?

    Beijos
    Literatura Estrangeira

    ResponderExcluir
  2. Oi Sil, tudo bem? Primeiro: como assim você já leu 84 livros nesse ano? #CHOCADA! Eu já estava curiosa para ler o livro, depois da sua resenha então... hahaha.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  3. Nossa, o melhor do ano (até agora) Silvana? Incrível. A história parece ser bem interessante mesmo, adorei a indicação!

    ResponderExcluir
  4. Oi Sil, tudo bom?
    Eita que tua resenha já me convenceu a passar ele na frente da próxima pilha de compras :P Tinha algumas ressalvas por conta de uns comentários que vi no Goodreads, mas senti confiança agora.
    Adorei o fato de ela fugir dos padrões! (e já não gostei da Emma ser protagonista, porque né, lá vem um whitewashing...). Vou mesmo procurar o livro, amei a resenha!
    PS.: MULHER COMO ASSIM 84 LIVROS LIDOS????????? MAS JÁ?

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sil linda! Tudo bem?
    Quero muiiito ler esse livro! Ainda não convenci a minha mãe comprar ele pra mim... :(
    Amei a sua resenha e fiquei louca para ler! Depois de saber a quantidade de livros que você já leu este ano e ver como elogiou a obra me deixando querendo mais ainda.
    Beijuu,
    Keth.
    ♥ Blog: www.parbataibooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Sil,
    84? Uau rsrs, realmente esse deve muito bom comparado a tantos.
    Como gosto muito de estilo de leitura, vou colocar na minha lista para ler futuramente.
    Fico feliz em saber que gostou tanto.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  7. Oi Sil, tudo bem?
    Achei a capa desse livro linda haha!
    Também gostei muito da resenha, e fiquei ainda mais interessada na história, que parece ótima.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  8. Oi Sil, tudo bem?
    Que livro lindo em ^_^
    Amei a capa dele e adorei a história, com certeza vou querer lê-lo depois.
    Adorei a resenha, ficou ótima.
    Beijos :**

    Literatura Por Amor
    Top Comentarista

    ResponderExcluir
  9. Oi, Sil!
    Eu odeio tanto a Katniss que toda vez que um personagem é comparado a ela eu já fico com raivinha por tabela hahahhahah
    Porém, eu tenho uma amiga que é louca por essa história e vive me indicando pra ler. E com certeza eu vou me identificar com a Kelsea, principalmente por estar um pouquinho acima do peso...
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Dois Anos de Família Hallinson

    ResponderExcluir
  10. Oláá Sil! Tudo bem?
    Como assim o melhor dentre os 84 que leu esse ano? Estou passada! Primeiro porque leu 84 livros esse ano e segundo porque esse é o melhor! preciso ler imediatamenteeee haahah
    gostei que ela foi comparada com a katniss, mas você ainda preferiu a Kelsea, me deixou ainda mais animada!
    e vai ser interpretada pela emma watson? não estou neeem sabendo disso... quero já!!
    beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Está na minha lista de futuras aquisições. A história parece ser muito bacana, não vi ninguém falando mal, só coisa boa :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi, Sil.
    Menina sua resenha já me convenceu, não posso ver alguém falando que foi a melhor leitura que já quero ler também.
    A capa também é linda.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
  13. Oi? Como assim você já leu 84 livro esse ano? E eu aqui feliz da vida por já ter lido 16 (hahah que idiota, eu!)
    Gente, essa capa esta lindaaa! O livro parece mesmo muito bom e estou doida para ver ele na minha estante *.*

    Beijos,
    Um minuto, um livro

    ResponderExcluir
  14. Oi Sil, sua linda, tudo bem?
    Peço desculpas, mas tive uma forte crise na coluna, só pude visitar seu blog agora. Também fiquei louca para ler esse livro quando foi lançado, pois gosto muito de magia. O que achei mais interessante nesse livro e acho que é o que o torna diferente, é ela ter sido escondida todo esse tempo e ter que provar a todos, inclusive a ela mesma, que pode ser a rainha. Agora, eu não gostaria de estar ao lado dela para ter que defendê-la diante de tantos perigos. Você está tão empolgada falando do livro, que se eu não o conhecesse ficaria doidinha por ele, risos... Adorei sua resenha e não vejo a hora de ler.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oie Sil =)

    Ah!! Estou bem curiosa para ler esse livro, mas ainda estava indecisa sobre a leitura, por que não havia lido nenhuma resenha dele. Não me incomodo com longas descrições desde que elas agreguem alguma coisa na narrativa, o que parece ser o caso aqui.

    Fiquei animada em conferir a história agora ^^

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  16. Oi Sil
    Também fiquei curiosa por este livro, mas ainda não tive a chance de ler. Pela sua descrição o livro parece ser ótimo, eu adoro distopias, mas ja faz um tempinho que não leio nada do gênero. Curti muito o enredo, e quero ler.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. 84 livros lidos esse ano? Pra quê humilhar, Sil? kkkkkk
    Eu não tinha interesse em ler esse livro, mas depois dessa sua resenha é impossível não sentir no mínimo uma certa curiosidade hahahha E se a personagem está fora dos padrões e tem uma personalidade forte, eu já amo hahahhaha E já vai ter adaptação? Vixe nossa senhora hahahah Espero que eu consiga ler até lá :)
    Beijoooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo