01 novembro 2019

Resenha | O Príncipe Cruel - Holly Black


Livro: O Príncipe Cruel
Série: O Povo do Ar #1
Gênero: Fantasia
Autora: Holly Black
Editora: Galera Record
Páginas: 322
Ano: 2018

Resenha:
Jude tinha sete anos quando viu seus pais serem assassinados na sua frente. E foi nesse mesmo dia que ela descobriu a verdade sobre sua irmã mais velha Vivienne. É claro que ela já tinha reparado nos olhos de pupilas partidas e nas pontinhas levemente peludas nas orelhas da irmã, mas ela achou que isso fosse normal, assim como ela ser fisicamente idêntica a Taryn, sua gêmea. Mas Jude nunca desconfiou que Vivi pertencia ao povo das Fadas, até Madoc entrar em sua casa e acusar sua mãe de tê-lo traído e ainda levado com ela sua herdeira, antes de matar seu pai em legítima defesa e sua mãe que tentou fugir dele. Como é um homem honrado, Madoc nunca ia deixar as filhas de sua ex esposa sozinhas e assim todos partiram para o Reino das Fadas.

Dez anos se passaram e Jude pouco lembra daquele fatídico dia. Como sempre foi muito bem tratada por Madoc, ela acabou esquecendo que ele era o assassino de seus pais e até desenvolveu uma especie de amor por ele. Madoc é General do Grande Rei de Elfhame, Eldred, e eles moram em Insmire, a Ilha do Poder. As garotas foram criadas junto com os nobres, mas são lembradas a todo instante que não pertencem aquele lugar. A grande maioria do feéricos desprezam os humanos que vivem entre eles e o pior de todos é o Príncipe Cardan e seu grupo de amigos. E eles parecem ter uma preferência por Jude como seu alvo de maldades. Por isso Jude sabe que se quiser viver entre eles e se tornar parte da Corte, e ela quer muito, só lhe resta uma opção: vencer o Torneio de Verão e se tornar uma cavaleira.

Até existem outras formas, uma delas é se casar com um deles, o que ela nem cogita, ou ter um grande talento como tocar muitíssimo bem alaúde, o que ela não tem, por isso ela precisa se tornar uma cavaleira. Mas Madoc permite que ela participe do torneio por diversão, mas diz que ela não está pronta para se tornar uma cavaleira. Jude fica muito frustrada, mas então aparece uma alternativa que pode ser muito vantajosa para ela. Jude recebe uma proposta de uma pessoa de dentro da Corte que quer usar a seu favor uma habilidade de Jude que os feéricos desprezam nos humanos: sua capacidade de mentir. Jude aceita, mas ela não tem nem ideia de que está entrando em uma rede de intrigas onde o que está em jogo é a coroa de Elfhame.

"O que eles não sabem é que sim, eles me dão medo, mas eu sempre senti medo, desde o dia em que cheguei aqui. Fui criada pelo homem que assassinou meus pais, cresci em uma terra de monstros. Convivo com este medo, deixo que se assente nos meus ossos e o ignoro."

Eu fiquei enrolando para ler esse livro porque eu sabia que ia terminar ele e ficar desesperada pelo próximo, que ainda não foi lançado aqui no Brasil. Mas não consegui me segurar mais, o livro ficou me chamando lá na prateleira até que peguei ele para ler. E li em praticamente um dia porque não conseguia largar ele. A Holly é simplesmente fantástica em tudo o que ela escreve. Ela pega temas batidos como vampiros, escola de magia e fadas e cria histórias únicas e maravilhosas. Eu nem me preocupo em criar altas expectativas com seus livros porque já sei que vou amar mesmo hehe. E com O Príncipe Cruel, primeiro livro da série O Povo do Ar, não foi diferente.

O que já comecei gostando foi que a Jude não é a típica protagonista dos livros do gênero. No começo eu pensei que ela era uma tonta por estar obcecada por algo que ela nunca vai ser. Por mais que ela treine e seja a mais inteligente da escola, ela nunca vai ser imortal como eles. E a autora faz questão de mostrar seus momentos de fragilidade e do quanto ela é "mortal". Basta uma fruta ou um simples encantamento para ela ser totalmente subjugada por qualquer um deles. Mas quando ela deixa de lado essa parte sua que quer ser melhor que os feéricos é que vemos o quanto ela é inteligente e astuta e é ai que o jogo fica interessante e conhecemos uma outra Jude.

O livro é de fantasia e apesar dele ter fadas, a história não é bonitinha não. Para quem já leu, ele tem a mesma pegada de Corte de Espinhos e Rosas com o jogo dos tronos de Guerra dos Tronos com todo mundo querendo a coroa e vence quem fizer a melhor jogada. E quem espera que uma humana vai estar participando do jogo? Ninguém, nem mesmo o leitor que só percebe mesmo todo potencial da protagonista em sua ultima jogada no final do livro. As fadas aqui são cruéis e se aproveitam dos humanos a seu bel prazer. Mas tem uns que só pensam em se dar bem e tem outros que querem se dar bem e ainda sair por cima de todo mundo. São esses que se sobressaem na história e que surpreende o leitor com suas jogadas.

Se de um lado temos Jude que logo ganha o leitor, do outro temos o príncipe Cardan e seus amigos que meu Deus como odiei esse grupo. Cardan é cruel com todo mundo, mas com jude ele consegue ser ainda pior. Por isso depois de meio livro odiando tudo o que ele fazia ou que seus amigos faziam e ele assistia, não consegui engolir que teremos um relacionamento entre os dois. Eu não consigo entender como que uma pessoa que sofreu anos nas mãos de outra, possa sentir alguma coisa que não ódio ou desprezo. Veremos como isso se desenvolve nos próximos livros. E ainda tem outro personagem que odiei quase que o tempo todo que foi a Taryn. O garota sonsa. Espero que ela sofra e muito pelas suas escolhas.

Agora tem um personagem que apesar de ser o vilão, já que praticamente ele mostra a que veio logo no primeiro capitulo matando os pais de Jude, eu gosto dele. Prefiro mil vezes um personagem ruim que não esconde quem é, do que outros que se fazem de lobo em pele de ovelha. E confesso que ele me surpreendeu ainda mais ao longo da história e espero muito dele no próximo livro. E fora os personagens maravilhosos e a intrigas politicas que a gente nunca sabe que rumo vão tomar, tudo isso acontece em um cenário incrível. Quanto a edição está muito bem feita e essa capa está de arrasar. E finalizo indicando o livro para todo mundo que é fã de um bom livro de fantasia.

Nota: 







16 comentários:

  1. ola
    Ja faz um bom tempo que eu nao leio desse genero
    o livro deve ser .esmo bem envolvente pois voce leu muito rapido
    parabens pela resenha

    ResponderExcluir
  2. Oi, Sil como vai? Ótima resenha, estou louco para ler esse livro, sua resenha só aguçou mais minha curiosidade em lê-lo. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Sil.
    Ainda não li nada dessa autora, que parece ser mesmo muito talentosa.
    Esse tipo de livro não é meu preferido, mas eles estão em alta e é bom dar uma variada nas leituras.
    Bela resenha.
    Abraços.
    Diego || Visite Diego Morais Viana

    ResponderExcluir
  4. Oi Sil.
    Tambem prefiro mil vezes personagens ruins do que personagens sonsos. Ainda não li esse livro, mas fiquei encantada com ele. Amei sua resenha.
    Beijos.
    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sil! Tudo bom?
    Eu aaaaaaaaaaaaamo a construção dos personagens dessa série. A Jude e o Cardan são meus filhos caóticos e vou morrer pra protegê-los KJNASOFBASGBABGAUGSA amo a dinâmica e as farpas e como eles são tão problemáticos mas funcionam tão bem juntos. É um ship que tá muito no controle então não tem nada de tóxico ou abusivo.
    PRECISO MUITO DO ÚLTIMO MENINA PENSA NO TOMBO QUE É O DOIS!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, Sil!
    Estou fazendo a mesma coisa que você: enrolando pra não ficar morrendo de vontade de ler o segundo hahahaha Outro dia quase comecei a leitura, mas acabei me segurando. Mas depois da sua resenha, acho que vou deixar isso pra lá e ler logo de uma vez hahahaha
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  7. Oi Sil,
    Ah se tem fadas já quero ler haha. Apesar que não são boazinhas. Gostei disso, acho...
    Eu tava com intenção de ler algo da Holly esse ano, aquele fininho da NC, não sei se ainda vai rolar. Gostei de saber o quanto ela consegue ser original em suas histórias.
    E gente, eu ainda amo os vampiros... não consigo largar. hahaha

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  8. Oiii Sil

    Esse livro é maravilhoso, eu fiquei apaixonada pela trama inteira e também li em 1 dia. Agora resta esperar pela continuação que não chega nunca meu Deus! Espero que a editora se lembre de nós pobres leitores desesperados e publique logo a segunda e terceira partes.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  9. Vendo sua resenha, me lembra que preciso reler ele pra estar pronta pra ler o segundo que vai chegar em breve!! Adoro a história!

    Beijos

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  10. Fantasia foi um dos gêneros que me libertou de preconceitos. Li alguns, ainda no Wattpad, que infelizmente não saíram de lá. Digo infelizmente porque as histórias eram boas. Ainda não peguei uma trama publicada por editora reconhecida, pois as de grande renome me cansam. Tive interesse em um chamado "As CrÔnicas de Esteros", porém, acabei pegando rejeição antes mesmo de pegá-lo em mãos.
    São todas leituras e opções que a gente fica perdido.

    ResponderExcluir
  11. Oi Sil, eu também tenho uma queda por bons vilões! Nunca li nada da autora, mas leio muitas resenhas positivas, aprece uma ótima trama e tomara que o próximo volume chegue logo!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  12. Oi Sil
    Eu que nem gosto de fantasia já tinha colocado esse livro na wishlist devido aos inúmeros comentários positivos acerca da obra. Eu adoro um casal que começa se odiando KKKK Acho que vou shipar muito eles, mas tomara que convençam.
    Beijo
    https://www.capitulotreze.com.br

    ResponderExcluir
  13. Quando lançou esse livro eu fiquei muito empolgada para ler. Aí depois fui esquecendo, mas agora, lendo seus comentários, me voltou a vontade de conhecer a narrativa.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Sil,
    Eu já li esse livro e estou roendo as unhas para o segundo.
    Não gostei tanto do início quanto do meio para frente, acho que encontrei um ritmo de leitura e aos poucos me envolvi com a June. A cena da coroação foi MARAVILHOSA!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi, Sil!
    Eu adorei esse livro, mas teve algumas coisas no final que não me convenceram muito. EU estou ansiosa pelo último!
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  16. Oi.
    Não conhecia, mas a capa é lindíssima e a história então... Quero ler!
    Beijos
    Mundo da Fantasia

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo