15 julho 2020

Resenha | Sangue Na Neve - Lisa Gardner


Livro: Sangue Na Neve
Série: Tessa Leoni #1 / Detetive D.D. Warren #5
#2 - Esconda-se
#4 - Viva Para Contar
#8 - A Garota Desaparecida
Gênero: Suspense
Autora:  Lisa Gardner
Editora: Novo Conceito
Páginas: 414
Ano: 2013

Resenha:
A Sargento Detetive D.D.Warren estava de folga quando foi chamada para o caso por seu ex, o detetive Bobby Dodge. Aparentemente se tratava de um caso de violência domestica, onde a mulher cansada de sofrer abuso nas mãos do marido acabou matando ele com três tiros. Só que a mulher no caso, Tessa Leoni, é uma policial, especializada em atender a esse tipo de ocorrência, e nunca deu nenhum sinal de que o mesmo estava acontecendo com ela. E quando D.D chega ao local descobre que o caso é bem mais complicado do que ela pensava porque Sophie, a filha de seis anos de Tessa, está desaparecida.

Tessa está quase que completamente desfigurada, mas foi ela mesma quem ligou para a policia contando sobre o crime. Assim como também ligou para um representante do sindicato e para um advogado, que não deixam D.D. fazer as perguntas que precisa para descobrir o que está acontecendo. Sem falar no monte de companheiros de trabalho de Tessa, que acabaram destruindo qualquer prova que algum sequestrador poderia ter deixado na neve do lado de fora da casa. Encontrar a criança é a prioridade de D. D., mas como, se parece que a unica pessoa que tinha essa informação era o padrasto, e ele está morto.

E quando começa a investigar a vida de Tessa, D. D. descobre que tanto ela como seu marido Brian eram devotados a Sophie e amavam a criança acima de tudo. E a vista de todos eram um casal perfeito. Alguma coisa está muito errada nessa história. Porque Tessa escolheu o revolver quando tinha várias armas a sua disposição como o taser que iria imobilizar Brian em vez de matá-lo? E então D. D. descobre que esse não é o primeiro assassinato de Tessa por legitima defesa. E enquanto investiga o que realmente aconteceu e o paradeiro de Sophie, D. D. ainda tem que lidar com uma possível gravidez.

"O médico me via como uma vítima, da mesma forma como a socorrista tinha visto. Os dois estavam errados. Eu era uma sobrevivente e estava no momento andando na corda bamba de onde eu não podia, absolutamente, positivamente, me permitir cair."

Esse é o quinto livro da autora que eu leio. E o quarto da série com a Detetive D. D. Warren. Li tudo fora de ordem, porque no caso eles foram publicados assim aleatoriamente aqui no Brasil. E até o momento por duas editoras diferentes, a Novo Conceito e a Gutenberg. E infelizmente, mesmo os livros tendo histórias independentes, a gente perde muito sobre a vida da detetive e acho que esse é um dos motivos de eu não ter me apegado a ela. Mas não posso deixar de dar nota máxima para o livro porque ele deu um nó na minha cabeça e fiquei morta de vontade de ler logo o final porque não me aguentava de tanta ansiedade para saber tudo sobre o que realmente tinha acontecido.

O livro tem mais de 400 páginas, mas a gente nem vê elas passarem de tanto que a história prende a gente. Ai que nervoso que me deu porque eu precisava de respostas e a autora só ficava lá soltando uma pista por vez e em vez de resolver alguma coisa só embaralhava ainda mais a situação. Como o livro é narrado em terceira pessoa quando acompanha a detetive D. D. e as investigações, e em primeira pessoa quando acompanha Tessa e suas lembranças do passado que levou até o dia do crime, a gente fica querendo ler só mais uma pagina para ver se o quebra cabeça toma forma e quando percebe o livro já terminou.

A Lisa é fantástica nesse gênero. Como disse antes já tinha lido quatro livros dela e em nenhum ela se repetiu. Fui surpreendida tanto pela história como pela precisão e segurança com que a autora discorre sobre os assuntos. Acho que se ela quisesse poderia cometer o crime perfeito. Eu amo livros como os do autor Harlan Coben por exemplo, mas tem tantas situações surreais que a gente custa até a acreditar no que está lendo. Mas os livros da Lisa não. Ela sabe bem do que está falando. Dá para ver como ela estudou o assunto antes de colocar a história no papel. E também já aproveito para falar sobre a capa que gostei e não gostei. Achei ela bem bonita, mas não entendi esse homem ali.

E em todos os livros dela que eu li, a Lisa levantou algum tipo de discussão sobre a motivação do crime. Nesse temos a pergunta até onde você iria por amor ao seu filho. Porque é o amor da Tessa que move toda a história. Depois que terminei o livro e entendi tudo, até lembrei de alguns filmes famosos de ação que tem por ai, mas antes de descobrir todos os pormenores a gente fica desesperado por respostas e na torcida para que a criança seja encontrada viva. Tessa foi um personagem incrível e a exemplo do que já tinha acontecido em outros livros da série, ela roubou o protagonismo da D.D. Emfim, termino essa resenha indicando o livro para todo mundo que ama um bom suspense policial.

Nota:









15 comentários:

  1. EU PRECISO DESSE LIVRO NA MINHA MESA AGORA

    Amo livros assim, meus autor preferidoé o Harlan Coben (fiquei feliz por você ter falado nele).

    Já leu os livros da Liane Moriarty, ela também deixa a gente grudada no livro.

    Beijinhos,
    Renata

    ResponderExcluir
  2. Olá Sil,
    Até tenho esse livro mas ainda não li. Já li ótimas indicações como a sua, e fiquei super curiosa para entender mais sobre essa confusão familiar, que acabou em crime, e no poder do amor de uma mãe.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir
  3. Hahaha me irrita quando o autor só dá pequenas dicas e ainda solta mais coisas para a gente ficar ainda mais ansiosa para descobrir o final. Mas é isso que faz a gente querer continuar, né? Hahaha :D Geralmente, gêneros assim, me impressionam, mas me fazem devorar o livro. Não sabia dessa história e acho que mais para frente posso tentar embarcar! :)

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  4. Gente, que confusão esses lançamentos hein... pelo menos foi uma boa leitura e isso que importa kkkkk
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Oi Sil,
    Acho que nunca li nada desta autora, apesar que eu gosto muito deste estilo de história e pelos teus comentários parece ser um bom livro. Adorei saber sua opinião sobre.

    Beijinhos
    https://tecendoaliteratura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oiii Sil

    eu nunca quis ler os esses livros justamente por causa dessa salada nos lançamentos, eles publicam fora de oredm mas a gente pega um monte de spoilr ou perde detalhes de algo relevante da vida do personagem que nos permitiria ter bem mais empatia. Fico contente em saber que o mistério é bom, te prendeu e te envolveu, isso compensa muita coisa.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  7. Oii Sil
    Estou gostando bastante de ler livros de suspense/trillers, um gênero que antes não me atraia muito. Gostei bastante da sua resenha e me interessei demais nele, pena que os lançamentos não seguiram uma ordem.

    Beijinhos!
    https://focadasnoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. OI, Sil
    Ainda me surpreendo que você consiga se surpreender com tantos livros de suspense já que leu vários hahaha mas isso é bom porque mostra que o autor sabe inovar. Eu já comprei um livro da Lisa pra dar pro meu pai mas não me interesso muito não, mas quem sabe futuramente...
    Beijo!
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi
    uma pena que foi publicado de forma aleatória, isso é um desrespeito com os leitores, mas pelo menos gostou da historia representada nesse livro, e é bom quando a história prende o leitor e cria apreensão para chegar ao final.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Sil, eu estou embarcando mais nos suspenses, mas eu confesso que prefiro ler em ordem quanto mais que todos tem a mesma protagonista. Enfim, espero conseguir ler todos!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  11. Oi, Sil

    Nem lembrava desse livro. Fiquei aqui pensando nesse questionamento de onde iríamos por amor a um filho e lembrei do flop A Corrente. Hahahaha
    Nunca li nada dela e fiquei animada, adoro thillers que dão nó nos miolos! Hahahah
    Os livros do Harlan tem umas coisas muito inventivas mesmo, às vezes ele exagera. Hahahha

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  12. Essa série tem te deixado bem contente e nem é aquela série onde o cara todo errado se apaixonada pela moça. Que Bom que esteja se divertindo. Parece interessante.

    ResponderExcluir
  13. Oi Sil, tudo bem?
    Amei a comparação que você fez com Harlan, porque eu justamente não curto a vibe surreal das tramas dele (pelo que vi na Netflix). Então já fiquei interessadíssima nos livros dessa autora, que parecem ser bem mais críveis.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  14. Suspense policial é um dos meus gêneros favoritos. Já coloquei o livro na minha wish por que amo enredos bem tramados e que nos prende. Só é uma pena que os livros da série tenham sido lançados aleatoriamente, vou tentar ler a partir do primeiro.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  15. Amei a resenha. Estou com três livros dela, mas ainda não comecei a ler.
    É sempre bom quando a autora faz um trabalho amarradinho e real na história nos fazendo pensar que aquilo pode acontecer.
    Beijos
    http://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo