02 julho 2020

Resenha | A Poção Perdida - Amy Alward


Livro: A Poção Perdida
Série: Diário de uma Garota Alquimista #2
#1 - A Poção Secreta
Gênero: Jovem Adulto, Fantasia, Aventura
Autora:  Amy Alward
Editora: Jangada
Páginas: 448
Ano: 2017

Contêm spoilers do primeiro livro nos 3 primeiros parágrafos. 

Resenha:
Samantha Kemi venceu a caçada Selvagem com muito esforço da sua parte, já que tinha outros concorrentes tentando ganhar na base da trapaça e alguns até jogando bem sujo para ganhar. Mas Sam contou com a ajuda de amigos e de seu avô para encontrar os ingredientes e fabricar a poção que salvou a vida da Princesa Evelyn e consequentemente de todos em Nova, já que com a mente alterada pela poção, Evelyn não iria conseguir conter por muito tempo todo seu poder e iria acabar destruindo tudo à sua volta. E além de vencer a competição e ganhar o prêmio em dinheiro, Sam ainda ganhou uma amiga na princesa e um namorado, Zain Aster, filho do maior rival de sua família no mundo da alquimia, Zoro Aster, dono da maior empresa de poções sintéticas do mundo.

Sam agora é famosa e tudo o que faz ou diz, é assunto de debate nos fóruns das Teorias das Caçadas Selvagens. E quando Sam dá uma entrevista na Tv, acompanhada de Zain e Evelyn, acaba falando mais do que devia para defender sua bisavó. Sam diz que sua bisavó criou a poção mais poderosa já preparada e que é uma pena seu diário ter se perdido. Antes mesmo deles saírem do estúdio, esse vira o assunto mais comentado dos fóruns, e a teoria de todos é que se trata da Aqua Vitae, uma poção capaz de curar qualquer coisa. E as pessoas acreditam nisso e lotam a loja dos Kemi atrás da poção. E eles só tem um pouco de sossego quando "vasa" uma foto da princesa com seu suposto novo amor e na hora Sam sabe que foi a própria princesa que fez isso para ajudá-la.

Mas alguém continua muito interessado na poção porque seu avô é atacado e sua mente adulterada, e Sam tem a leve desconfiança de que foi Emília, a irmã do Rei quem o atacou. Mas isso seria impossível já que Emilia está presa. E antes do seu avô ser levado para o hospital ele diz para que Sam encontre, o que Sam deduz ser o diário de sua bisavó. Então Sam é convocada para ir ao Palácio e Evelyn diz que Emilia escapou e ela tem quase certeza de que foi Emilia quem atacou o avô de Evelyn para conseguir a Aqua Vitae. Agora Sam tem certeza de que precisa encontrar o diário antes de Emilia, e o Tour Real, onde a princesa vai "escolher" um marido, vai servir de disfarce para Sam e seus amigos. E além de procurar o diário, Sam ainda precisa criar uma poção que controle os poderes da princesa para que ela não seja obrigada a se casar sem amor. 

"Tentar ao máximo e falhar não é um desfecho ao qual eu esteja acostumada."

Esse é o segundo livro da série Diário de uma Garota Alquimista. Eu gostei muito do primeiro livro e estava ansiosa pela leitura desse. Mesmo ele sendo voltado para o publico infanto-juvenil, é uma história tão gracinha que agrada aos leitores de todas as idades. Nele temos aventuras, magia, criaturas fantásticas, romance, amizade e tudo isso em uma mistura de contos de fadas com a tecnologia atual. Assim como no primeiro livro, a história é narrada em primeira pessoa. No primeiro tivemos a narração da Samantha e da Princesa Evelyn, já nesse temos a maioria dos capítulos narrados pela Sam e em alguns capítulos podemos acompanhar as postagens e comentários das pessoas sobre o que está acontecendo através dos fóruns das Teorias das Caçadas Selvagens.


Diferente do que li em algumas resenhas, não vi muita evolução, nem na história nem nos personagens, de um livro para o outro. Achei tudo bem igual, mas não de uma forma negativa, afinal o que me conquistou no primeiro livro, continua por aqui. A aventura dessa vez será ir à procura de um diário que está desaparecido há anos. E dessa vez ela vai encontrar dragões, uma das criaturas que mais amo, e centauros. E essa "caçada" é novamente o ponto forte do livro. Assim como o romance entre Sam e Zain, e os vilões da história continuam sendo o ponto fraco. Acho que a história teria sido melhor sem esse romance porque o Zain estar lá ou não, não faz muita diferença. E os vilões lembram aqueles dos desenhos que eu assistia quando era criança, atrapalhados e que nunca dão uma dentro.

Já uma coisa que continuo gostando é de como a autora mostra a amizade entre as garotas. Nesse livro além da amizade da Anita, Sam também pode contar com a princesa Evelyn. No primeiro livro como a princesa estava sob o efeito de uma poção, não deu para conhecê-la, mas nesse vemos como ela é, e gostei bastante do que vi. Outra personagem que cresceu foi Molly, irmã de Sam. E espero que no próximo volume essas garotas arrasem. Estou bem ansiosa pelo terceiro livro, porque diferente do primeiro que tem um final bem fechadinho, esse segundo termina de forma desesperadora. E vou terminando por aqui, mas antes tenho que falar da edição que está linda e a capa conseguiu superar a primeira na minha opinião. Indico os livros para todos que gostam de um bom livro de aventura, com personagens marcantes e uma história leve e divertida.

Nota:








16 comentários:

  1. Olá...
    Amei sua resenha e fico feliz que tenha gostado tanto assim... E, olha que já ouvi dizer que esse é o mais fraquinho da série ;)
    Já tem muito tempo que essa série está na minha lista de desejados e sua resenha reascendeu minha vontade de ler!
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Sil, lá no blog quem leu foi a Ari e assim como você ela gostou bastante! Eu acho o universo bem interessante e a capa lindíssima.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oi, Sil
    Já tinha visto o primeiro livro e não sabia que tinha uma continuação. Adorei sua resenha e já quero ler o primeiro.

    Beijinhos!
    https://focadasnoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oiii Sil

    FAz tempo que não leio um infanto juvenil e essa trilogia parece ser supr fofa, apesar de não ter tanta evolução dos personagens. O que importa é que a história continua valendo a pena e encantando, espero que o desfecho da trilogia seja muito bom também.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sil
    Eu acho as capas dessa trilogia lindas. Eu já quis ler, mas acabei perdendo o interesse com o tempo e hoje em dia não sinto tanta vontade. Mas está salva para caso eu queria ler no futuro, e a resenha positiva também me deixa mais animada a conferir essa história.
    Beijo!
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu já conheço os livros, embora ainda não li. Mas acho as capas muito lindas e a premissa muito boa.

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho esse e o primeiro livro aqui mas ainda não consegui começar a ler. Todo mundo comenta bem da história, sem contar que as edições são lindinhas.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  8. Tem alguns livros que acabam conquistando o pessoal de 8 a 80 anos. Eu amo livros assim, S2, especialmente quando tem meninas mostrando seu poder para o mundo. Esse livro é muito gracinha e eu sou doida para ler um dia, quem sabe? =)
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  9. Sil, também gostei dessa capa. Ah, sobre ser infanto-juvenil não tem problmea pra mim, desde que seja bom, está ótimo. Eu achei o enrendo interessante e sim leria. Acabei de ler QUISSAMA e está clasificado como infanto juvenil, mas achei tão legal!!!

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Eu acho as capas dessa série tão fofas.
    Mesmo sendo juvenil morro de curiosidade porque adoro histórias envolvendo magia e poções.
    E nossa, que bocuda essa menina acabou prejudicando no avô kkkkk

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  11. Eu acho essas capas tão fofinhas e, apesar de ser fantasia, eu não tenho tanta vontade assim de ler..
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  12. Gostei da resenha, não conheço a obra.
    Visite-nos: Make Beauty Close | Instagram
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Acredito que esse título seja legal principalmente para aquele pessoal que gosta de Harry Potter, Mochileiro das Galáxias e outros desse tipo. Não vejo muita divulgação de livros assim. É bom ver que às vezes pensam nesse público.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Sil! Não li este livro e, embora não leia muito este gênero literário, gosto de fazê-lo vez ou outra, este aí me parece ótimo. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Oi Sil,
    Eu sempre achei que esse livro fosse mais juvenil, por isso nunca me interessei em lê-lo, mas vendo você elogiar essa fantasia fiquei curiosa!
    Eu gosto das capas coloridas e acho que a história até pode funcionar comigo, vou anotar para comprar quando der!
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo