05 julho 2020

Resenha | A Pequena Sereia e o Reino das Ilusões - Louise O'Neill


Livro: A Pequena Sereia e o Reino das Ilusões
Série: Não
Gênero: Fantasia. Releitura
Autora: Louise O'Neill
Editora: DarkSide Books
Páginas: 224
Ano: 2019

Resenha:
Em A Pequena Sereia e o Reino das Ilusões vamos conhecer Gaia, ou melhor Muirgen, porque Gaia foi o nome terreno que sua mãe que não convêm citar lhe deu. Gaia é uma sereia, a caçula de seis filhas do Rei dos Mares e a mais bela não somente entre as filhas do rei, mas de todas as sereias. Gaia está completando quinze anos e como já é tradição entre as sereias chegou o momento dela nadar até a superfície e ver como os humanos são maus. Foram os humanos que enfeitiçaram sua mãe até ela ficar obcecada por eles e em um momento de distração se deixou ser capturada e provavelmente morta por eles. Gaia tinha apenas um ano quando isso aconteceu. Mas Gaia não pensa dessa forma, ela acredita que sua mãe ainda pode estar viva.

Porém as mulheres não podem pensar por conta própria, nem fazer perguntas, já basta elas serem bonitas. E beleza Gaia tem de sobra, tanto que desde seus doze anos ela já está prometida em casamento a Zale, o tritão mais importante entre os sirênicos depois de seu pai. Zale ia se casar com sua irmã Cozima, mas ele mudou de ideia conforme Gaia foi crescendo e se tornando ainda mais bonita que a irmã. E esse casamento deve acontecer quando Gaia completar dezesseis anos. Mas por enquanto ela ainda é livre e vai aproveitar sua ida à superfície. O que Gaia nem imaginava era que essa visita ia mudar sua vida já que assim que chegou na superfície ela conheceu e se apaixonou à primeira vista por Oliver, um garoto humano.


Mas a sorte não estava ao seu lado porque o iate em que Oliver estava com seus amigos é atacado pelas rusalkas, criaturas que nasceram humanas mas que tiveram uma morte violenta e passaram a viver no oceano e que são comandadas por Ceto, a Bruxa do Mar. Gaia não pode deixar ele morrer e quebrando todas as regras luta por Oliver e salva sua vida. De volta ao seu reino Gaia começa a ficar cada dia mais estressada esperando o momento em que as rusalkas vão acabar com a trégua e começar uma guerra. Além disso Zale sabe o que ela fez e começa a ter liberdades com ela mesmo antes do casamento. Até o momento que Gaia não aguenta mais e resolve procurar Ceto, a unica pessoa com poderes que pode lhe ajudar. E Ceto concorda em lhe dar pernas para poder procurar Oliver, mas em troca pede seu bem mais precioso: sua linda voz.

“Eu não esperava tantas semelhanças entre este mundo e o do meu pai. Guerra e dinheiro ainda são domínio masculino, conversas sérias e cochichadas em ambientes privados e com charutos. Enquanto isso, espera-se que as mulheres se enfeitem com joias e estejam agradáveis aos olhos. Os homens falam, as mulheres escutam.”

Antes de mais nada vamos falar dessa edição que até o momento é a mais bonita da DarkSide que eu tenho aqui na estante. A capa é maravilhosa, o miolo, o acabamento, tudo é perfeito. Mas como já dizia o ditado 'por fora bela viola, por dentro pão bolorento'... Esse livro foi vendido com a ideia de que teríamos uma releitura do famoso conto de A Pequena Sereia contada de uma forma feminista e empoderada. E no começo do livro achei que seria isso mesmo já que o ambiente é todo opressor para as mulheres, já que elas só podem fazer uma coisa na vida: ser bonitas. Elas não podem falar, só quando forem solicitadas a concordar com algo que seu pai diga, não podem comer para não engordar e não podem saber de nada que acontece ao redor porque isso é coisa de homem.


O cenário estava li, todo preparado para a autora criar uma história de empoderamento feminino fantástica, mas infelizmente isso não aconteceu. Gaia até consegue fugir sim do abuso do pai e noivo apenas para cair nas mãos de outro abusador e perder tudo nessa troca. E no fim das contas não tivemos um livro feminista e sim um livro que reforça a ideia completamente errada que a grande parte das pessoas tem dos feminismo, que feminismo significa o contrário de machismo quando na verdade não queremos ser mais nem oprimir ninguém, só queremos ter o direito de ser e fazer o que quisermos sem ser tachadas como algo ruim.


E mesmo se não levar em conta a propaganda em torno do livro, a história ainda assim deixa a desejar. Temos uma história com um tom de tristeza no começo que passa por uma sensação de impotência e termina com a raiva. Eu nunca li nem assisti o filme, mas sei o básico da história e acredito que os fãs da história não vão gostar dessa releitura, mesmo os elementos principais da história estando presentes. Gaia como protagonista deixou muito a desejar. Oliver então nem se fala, que é um embuste em forma de mocinho. Ceto é a personagem mais interessante do livro. Ela é chamada de bruxa porque não aceita ser submissa ao rei e aos homens. E ela, junto ao final que me surpreendeu, é um dos motivos de eu não ter dado uma nota menor para o livro. Mas cada um tem um gosto, por isso se você tem interesse leia o livro e tire suas próprias conclusões.

Nota:











15 comentários:

  1. Oi Sil. Eu tive muita dificuldade com a Gaia e sua ideia de depender sempre de um homem. Mas depois eu comecei a achar que a proposta era mesmo mostrar a dificuldade dela de sair do ciclo de abuso. Ceto melhor personagem, com certeza.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi, Sil

    Mais uma opinião que reforça o equívoco desse livro! Sempre que leio as resenhas eu só penso em uma coisa: misandria! Eu até queria ter o livro para servir de enfeite, mas como leitura eu passo longe. E esse lance aí do bela viola e pão bolorento serve para a maioria dos livros da editora. Hahahahahha

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  3. Nunca li, mas vou tomar nota!
    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
  4. Oi, Sil como vai? Que chato a leitura deste livro ser tão frustrante para você. A edição está muito bonita. Ótima resenha. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá...
    Essa edição da Darkside está mesmo espetacular! Essa história temgrande significado pra mim na minha infância, então, pelos seus comentários, acho que a leitura tem tudo para não me agradar também... Acho que nem vou me dar o trabalho de comprá-lo hehe...
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. ai gente que livro mais maravilhoso! sou apaixonada pela pequena sereia e uma pena que tras essa ideia deturpada do feminismo

    www.tofucolorido.com.br
    https://www.instagram.com/liviaalli/

    ResponderExcluir
  7. Eu já me desprendi da vontade de ler. No lançamento estava bem ansiosa, mas também depois de ver seus comentários, nem tenho mais vontade. Uma pena pois a edição está lindona.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  8. Sil, eu sempre achei que os livros dessa editora eram apenas de terror... Acredita? Não sabia que esse título era deles! A capa realmente é linda. Pena que o conteúdo deixa a desejar, né? :( Eu gosto bastante da história tradicional da Disney e estou ansiosa para o live action. Mas não sei se embarcaria nesse livro específico. E espero que aos poucos, as pessoas entendam realmente na prática o que significa o feminismo. :)

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Sil! Tudo bom?
    Eu sabiaaaaaaaaaaaaaaaa que meus instintos estavam certos. Quando começaram a bater muito na tecla de "um livro feminista" geralmente dá ruim. Esse é um dos exemplos que o marketing e a edição salvam, porque o conteúdo.......... evito.

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  10. Sil, eu não conhecia o ditado 'por fora bela viola, por dentro pão bolorento'. Gostei rsrsrs Sabe, eu achei a capa e a edição em si muito bonitas, mas pelo que você escreveu o conteúdo decepcionou. Eu sou do tipo que prefiro o conteúdo, isso para livros e pessoas. rsrs.

    ResponderExcluir
  11. Oi Sil
    Eu vi que esse livro foi uma grande decepção para a maior parte dos leitores. Não li mas vi muitas resenhas negativas comentando justamente sobre esse falso empoderamento que a autora vende, mas que na verdade não condiz com toda a construção da personagem e da trama. Detesto releituras por causa disso. Infelizmente acabam com a história e ficamos com mais raiva ainda dos personagens hahaha não lerei, mas queria ter pela capa!
    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi, Silvana! À medida que fui lendo do que se trata a trama, fui visualizando elementos de A Pequena Sereia da Disney, que já era uma adaptação (eu amo muito aquele desenho) de um conto mais sombrio.

    Você quem leu é que pode ter as honras de avaliar. Pelo que vi das tuas impressões, parece que o marketing dessa livro foi totalmente errado, levando as leitoras pensarem uma coisa e, na prática, elas viam outra completamente oposta. Parece ser uma boa obra, porém, imagino que não souberam divulgá-la do modo certo. Uma pena! Um trabalho todo perdido porque venderam gato por lebre.

    Um abraço. Boa semana.

    ResponderExcluir
  13. Oiii Sil

    Que frustração de livro, uma edição tão linda em um desperdício de história, é o velho caso de uma boa idéa que foi extremamente mal executada pelo visto, uma pena. Nunca me chamou muito a atenção em meio a tantas releituras, e confesso que pelo que pude ver na resenha não tem nada que eu fosse gostar. Uma pena Sil, espero que tuas próximas leituras sejam bem melhores.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  14. Olá silvana, tudo bem?
    Por aqui tudo bem :)

    Falando do livro, eu conheço essa edição e é linda, impecável e muito bem trabalhada. Gostei de saber sua opinião do livro, pois conheço a edição mas, eu ainda não li e nem sei ainda se vou ler, depende muito do livro me chamar a leitura. Eu gostei do ponto em que você disse que termina com raiva, me parece que a história foi narrada em um tom diferente de outras obras com a mesma história, já li alguns livros de contos infantis que tem a pequena sereia mas, se eu resolver ler esse eu volto aqui para te contar o que achei.
    Beijocas.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi
    uma pena que a leitura foi uma decepção, não sendo o que esperava, realmente a edição é linda, porém essa não é a primeira resenha negativa que leio do livro, o pessoal sempre fala que a autora não soube desenvolve e que não foi o que esperavam.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo