26 julho 2020

Resenha | Sedução ao Amanhecer - Lisa Kleypas


Livro: Sedução ao Amanhecer
Série: Os Hathaways #2
#1 - Desejo à Meia-Noite
Gênero: Romance de Época
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 247
Ano: 2013

Resenha:
O cigano Kev Merripen foi criado por seu tio para ser um asharibe, os meninos mais forte escolhidos para serem transformados em lutadores de mãos nuas e os que sobrevivem viram guerreiros da tribo. Por isso ele nunca soube o que era amor ou mesmo um toque de alguém por quem tivesse qualquer tipo de afeto. A tribo de Kev desprezava os gadje, que cansados de tantos problemas revidaram. Kev até tentou lutar, mas ainda era praticamente uma criança e foi deixado por sua tribo para morrer. E por ironia do destino foi um gadjo que salvou sua vida, o Sr. Hathaway. Mas não foi somente por gratidão que Kev permaneceu junto à família, mas sim porque desde que ouviu a voz de Winnifred, ele se apaixonou por ela.

Mas Kev sabe seu lugar. Mesmo sendo considerado como um irmão por todos os Hathaways, ele nunca demonstrou que sentia por Win mais do que sente pelos outros membros da família. Mesmo quando arriscou sua vida para ajudar Win há dois anos quando ela e o irmão Leo contraíram escarlatina. Win sobreviveu, mas sua saúde nunca mais foi a mesma. E agora ela tem uma chance de recuperação pois na França existe um médico que usando métodos nada tradicionais, está conseguindo curar várias pessoas com doenças semelhantes a dela, o Dr. Julian Harrow. Assim Leo e Win partem para a França para fazer o tratamento e, antes de ir ela implora que Kev diga que corresponde aos seus sentimentos, mas ele se mantem firme e nega que sinta algo a mais por ela.

E Kev que já era uma pessoa dificil antes, com a partida de Win fica insuportável e Cam tem a ideia de colocar ele como o responsável pela restauração da propriedade da família em Hampshire, o que ele faz com louvor. Dois anos depois Win está de volta, com a saúde completamente restabelecida e acompanhada por seu médico. E apesar de saber que Julian está interessado nela, Win não consegue esquecer tudo o que sente por Kev, mesmo ele estando ainda mais difícil do que antes dela viajar. Porém Win não é a mesma garota que aceitava a recusa de Kev em admitir seus sentimentos por ela de bom grado e vai fazer de tudo para conquistar esse homem que ela ama desde criança. Mas será que Kev vai conseguir enfrentar seus medos para viver esse amor?

"Cada momento longe dela era agonia; cada momento com ela era a paz que jamais conhecera. Cada toque daquelas mãos nele lhe devorava a alma. Kev teria se matado antes de admitir tudo isso a alguém. A verdade estava enterrada fundo em seu coração."

Esse é o segundo livro da série Os Hathaways e mesmo o livro sendo independente com um casal de protagonistas diferente a cada livro, as histórias seguem em sequência e se for lido fora da ordem perde-se uma grande parte da história da família como um todo, porque a presença de todos os personagens são uma constante em todos os livros. E não é só dessa série não, nesse segundo livro temos a presença de Simon e Annabelle Hunt do livro Segredos de Uma Noite de Verão da serie As Quatro Estações do Amor, uma outra serie da autora que se passa cronologicamente antes dessa.

No livro anterior já conhecemos Win e Kev e eu que já tinha desgostado dele, nesse então queria entrar na história e falar umas verdades pra esse mula empacada. Mas ainda bem que outra pessoa fez isso por mim hehe. Que nervoso que me deu. Até grande parte do livro estava decidida a dar somente 3 estrelas para a história de tanta raiva que fiquei do personagem. Assim que a gente conhece o casal no outro livro já se percebe que são apaixonados um pelo outro, mas sabe aqueles cachorros que não come o osso mas também não deixa ninguém comer? É o Kev.

Que raiva que deu. E teve hora que me irritei até com a Win que é uma flor de pessoa, mas se fosse eu ali tinha colocado o Kev no lugar dele. Sem falar nas atitudes machistas dele. Como disse na resenha do livro anterior, a gente até dá um desconto porque tanto Kev como Cam, protagonista do primeiro livro, são ciganos e a cultura deles em relação as mulheres são diferente. Mas os dois não vivem com os ciganos e se em outras coisas eles se comportam diferente, porque em relação as mulheres tem que ser assim? E nem todo passado traumático de Kev me fez gostar mais dele. Já cansei de falar por aqui minha opinião sobre homens que tratam as mulheres assim por conta de algo que aconteceu no passado.

Mas falando em passado, achei bem legal Kev e Cam terem enfim descoberto suas origens, que já era um mistério desde o livro anterior. E esse é mais um dos motivos de ler os livros na ordem. E outra coisa que me fez subir a nota do livro é a família Hathaway como um todo. Nem sei dizer qual deles gosto mais porque todos são encantadores e fico até com medo de me decepcionar nos próximos livros da série. E até o Leo que eu tinha desgostado no livro anterior, subiu no meu conceito nesse livro. Quanto as capas dessa série são as mais bonitas de época na minha opinião. Gosto das cores fortes e dos vestidos das capas. Só prefiro a azul ao vermelho porque gosto mais da cor hehe.

Nota:



Livro: Casamento Hathaway
Série: Os Hathaways #2.5
#1 - Desejo à Meia-Noite
#2 - Sedução ao Amanhecer
Gênero: Romance de Época
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 52
Ano: 2014
E aproveitando já vou falar também do conto Casamento Hathaway, que segue na sequencia da série. Como tem apenas 52 páginas achei que não compensava fazer uma resenha só dele e resolvi falar o que achei aqui mesmo. Nele vamos ver o casamento de Kev e Win. Até pode ser considerado spoiler, mas acredito que quem lê romances de época já sabe que o casal vai se casar no final, então não considero como. Se for ver o conto como um complemento para a história da Win e do Kev é desnecessário, mas se for olhar pelo lado da família, achei muito legal. Como disse antes a família como um todo é o que me encanta nessa série e a inteiração entre eles no conto vale a pena à leitura.

Nota:











17 comentários:

  1. Oi Sil!

    Eu preciso começar as ler Lysa Kleypas e não é por falta de indicação hahahahaha

    Cheguei aqui e recebi mais uma KKKK
    E vamos combinar que essas capas são tão bonitas
    POXA, KEV, MIGO, tava indo bem até.... -_-
    Mas mesmo assim já quero ler a série heheh

    Beijos!
    Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  2. Oi
    que bom que gostou da leitura apesar do protagonista ter dado nos nervos, parece ser legal essa série, eu estou adorando os livros da autora, mas por enquanto só li uma série dela que é a mais recente que saiu por aqui.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Sil, tudo bem? Kev irrita demais mesmo, mas eu não conseguia largar a história de forma alguma, adoro a Win! E mais uma vez uma capa arrebatadora!

    Bjs, Mi


    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Oi, Sil! Tudo bom?
    Arg, protagonista babaca eu não tenho paciência. Esperava mais da Lisa. O segundo livro dos Ravenels tem umas dessas, mas foi bem desenvolvido e eu dei uma passadinha de pano - não sei se conseguiria fazer isso duas vezes UHASUHASUHASUHASUHASUH Vou deixar essa série ai pra depois.

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  5. Que legal inserir novas culturas no livro. Gostei muito de conhecer mais do livro, mas eu Provavelmente me irritaria com algumas atitudes dos personagens.

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  6. Essa é a boa Silvana que, ao degustar seu tipo de livro que mais gosta, se projeta entre os personagens e quase vai invadir a história, tamanho envolvimento e emoção.

    É muito lindo teu apreço por livros assim. Lembra muito uma tia que tive. Leia mesmo. Leia o que te faz bem. E depois venha nos contar quais personagens teve vontade abraçar, com quais você tomaria um chazinho e quais teve vontade de dizer umas verdades. Eh,Eh, Eh...

    Um abraço, querida. Boa semana.

    ResponderExcluir
  7. Olá...
    Adorei sua resenha!
    Adoro os livros da Lisa Kleypas e tenho certeza que se estivesse lendo esse livro iria passar muita raiva com esse Kev também hahaha...
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Sil!
    Eu achei a premissa bem interessante por ser um romance de época. Geralmente a gente acaba vendo só o lado europeu, achei legal a autora ter colocado ciganos na narrativa.
    Eu também teria zero paciência com esse Kev hahaha. Adorei a resenha e a foto :D

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  9. Amei a resenha. Ninguém merece personagem que não dá o braço a torcer, mas com certeza eu iria adorar a leitura.
    Beijos
    https://www.dearlytay.com.br

    ResponderExcluir
  10. Eu li Segredos de Uma Noite de Verão, e acho legal quando a autora consegue incluir personagens de outros livros e séries na história, acho que isso nos faz ficar mais próximos dos personagens.
    E sem dúvida, se eu ler esse livro, também vou me irritar com o Kev, esse negócio de "não caga e não sai da moita" me dá nos nervos, kk. Mas eu sou muito lenta com séries de romances de época, tanto que gostei de Segredos de Uma Noite de Verão, mas ainda não terminei de ler nem o segundo livro de As Quatro Estações do Amor.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  11. Tem partes que irritaria mesmo. hehehe. Que bom que a família salvou a leitura, e que a história no final, foi mais positiva do que negativa :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  12. É tão ruim quando o protagonista irrita a gente, hahahaha. Amei sua resenha, não é um livro que eu leria, mas foi bom conhecer!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Sil.
    Eu amo essa série, e apesar de alguns comportamentos do Kev terem me irritado, gostei da história deles mesmo assim.
    Acho que vai gostar mais ainda do próximo livro.
    Bjus

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Menina, nem me fale de quando o protagonista nos irrita porque acho que é algo que eu espero não encontrar novamente. Sei bem como é quando a gente quer matar o personagem principal, mas não dá porque ele é o principal, kkkkkk.
    Amei suas dicas.

    Beijão!
    Lumusiando

    ResponderExcluir
  15. Oi, Sil como vai? Que bom que gostou da leitura deste livro, mesmo passando raiva com algumas situações. A capa é deslumbrante. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Gostei da resenha, e a história parece desvendar alguns pontos que ficaram abertos no livro anterior, o que é algo muito bom.
    Quanto a raiva que passou eu confesso que ri nessa parte hahahahaha, sei bem quando o protagonista faz algo que não nos agrada rs
    Beijocas.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Sil
    Então... eu acho esses livros dessa série bem polêmicos. A fragilidade da Win foi algo que me incomodou, porque ela nunca se impunha sabe? E o Ken era machista e muito babaca! Agora acho que você vai passar mais raiva com o terceiro hahahaha eu senti, mas espero que goste.
    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo