22 maio 2021

Resenha | Os Últimos Jovens da Terra: A Lâmina da Meia-Noite - Max Brallier

Livro: Os Últimos Jovens da Terra: A Lâmina da Meia-Noite
Série: 4 contra o Apocalipse # 5Gênero: Infanto Juvenil
Autor: Max Brallier
Ilustrador: Douglas Holgate
Editora: Milk+Shakespeare
Páginas: 304
Ano: 2021


Sinopse: 
Sobreviver ao Apocalipse dos Monstros não foi uma tarefa fácil... Quando Jack descobre que sua lança tem poderes sobrenaturais, ele inicia um treinamento épico para descobrir todo o seu potencial. Mas entre lutar contra zumbis, fugir de seres apavorantes e jogar uma ou duas sessões de videogame, mal sobra tempo para descobrir o que há de errado com seu amigo, Dirk, que está agindo de forma esquisita quando está perto dos mortos-vivos. O mundo se tornou um lugar muito perigoso, e Jack terá de lidar com vilões e mistérios cada vez mais assustadores.

Resenha:
Faz apenas nove meses, mas parece que já se passou uma eternidade desde que a vida de Jack virou de cabeça para baixo. Em um dia como outro qualquer o Apocalipse dos Monstros aconteceu em Wakefield. Os monstros vieram a Terra através de portais interdimensionais e trouxeram juntos com eles a praga dos zumbis, que transformou a maior parte da população em mortos-vivos. No começo Jack acreditou que somente ele havia sobrevivido, mas semanas depois ele encontrou seu melhor amigo Quint e posteriormente Dirk e June, e juntos eles vem sobrevivendo por todo esse tempo lutando contra todo tipo de monstros, até mesmo ao lado deles, porque tem monstros que são amigáveis. A maior ameaça é Ŗeżżőcħ, o Antigo, o Destruidor de Mundos que estava tentando vir para a Terra e destruir tudo como fez com outros planetas. 

E no fim eles acabaram se tornando a família que Jack nunca teve e por isso quando eles descobrem que existem outros sobreviventes, Jack fica muito triste acreditando que vai ficar sozinho novamente. Mas eles garantem a Jack que eles nunca vão abandoná-lo e decidem encontrar os humanos. Porém eles nem tem tempo para isso já que uma nova ameaça está prestes a invadir a Terra e dessa vez eles falham, não totalmente porque o General Ghazt não consegue seu propósito, mas ainda assim ele consegue vir a Terra. 

Mas nossos amigos não admitem uma derrota e caçam Ghazt e Evie, sua ajudante humana até conseguir detê-los. E eles pensam que a ameaça foi neutralizada, mas é só a calmaria antes da tempestade e por isso Jack precisa aprender a usar os novos poderes do Fatiador, pois parece ser a única forma deles vencerem de vez a praga dos mortos-vivos. E eles ainda tem que lidar com Dirk, que vem agindo muito estranho toda vez que chega perto dos zumbis. E as coisas só pioram quando um inimigo que eles acreditavam estar morto, retorna ainda mais forte do que antes.


E chegamos ao quinto volume dessa série que me conquistou desde a primeira página lida. Mesmo o livro sendo indicado para um publico alvo mais jovem, os personagens e suas aventuras encantam todas as gerações e eu aqui pertinho dos quarenta me derretendo toda com essa série e vibrando a cada novo livro anunciado. Só resta torcer para que o autor se apegue muito e escreva muitos livros nesse universo. E assim como aconteceu nos livros anteriores, eu não pude deixar de dar nota máxima e favoritar essa história, que até não foi a melhor dos cinco livros na minha opinião. Mas é uma leitura tão gostosa que não posso dar uma nota menor do que a máxima.

E nesse quinto livro temos algumas coisas diferentes dos outros quatro da série. Mesmo os livros sendo de aventura, nos temos uma narrativa mais lenta principalmente na primeira metade dos livros e um pouco reflexiva, onde nossos aventureiros tiram aprendizados importantes do que estão vivendo no momento. Mas nesse quinto livro algo mudou, até pode ser pelas coisas estarem se encaminhando ao seu final, mas o certo é que já nas primeiras páginas o ritmo é frenético, continuando assim durante todo o livro, o que faz com que a gente leia ele até mais rápido. Eu mesmo li ele em uma sentada. E também temos uma diferença no final, que nos outros livros temos um final e nesse temos um baita gancho para o próximo livro.

E como não amar essas quatro pessoinhas e se apegar a eles como se fossem da família. Eles tem seus defeitos sim, Jack mesmo até irrita em alguns momentos quando ele deixa o egoísmo falar mais alto, mas logo ele se arrepende e volta a ser o Jack que amamos. E não é apego só aos quatro protagonistas, mas aos monstros que também já ganharam seu lugarzinho em nosso corações. Por isso uma morte nesse livro vai deixar a história triste já que a gente não quer que ninguém morra. E tenho que falar mais uma vez da conexão entre o autor e o ilustrador, que se eu não sei que são duas pessoas diferentes eu acreditaria sair da mesma mente de tão perfeita que é a sintonia entre palavras e imagens. E elogiar mais uma vez o trabalho impecável da editora nessa série. E finalizo indicando o livro é claro, para todas as idades porque sei que é uma série que vai agradar.

Nota:










13 comentários:

  1. Oi, Silvana. Eu me venho acompanhando desde o primeiro volume e parece mesmo bem legal esse título, uma ótima alternativa para a garotada que precisa de algo mais consistente na literatura, para assim ingressarem na literatura com mais afinco e ir pegando gosto pela coisa. Uma coisa que não percebi ainda é se tem alguma personagem feminina com aquele sentimento todo especial por algum garoto. Acho que você até mencionou algo nas outras vezes, mas não foi o suficiente para que eu entendesse se rola algo assim com alguém dessa turminha. Sei que o momento é de caos e pânico, que pessoas podem morrer e questão é sobrevivência, mas nove meses se passaram. Seria impossível a galera não demonstrar sentimentos de amor, carinho e suas nuances. Mesmo bem jovens, essas pessoas sentem à maneira delas uma certa vontade de estarem mais próximas de fulano ou beltrano. Um abraço, querida. Tudo de bom.

    ResponderExcluir
  2. Oi Sil,

    Estou vendo elogios em todos os livros da série.
    De inicio eu achei legal, mas não estava tãooo curiosa em ler.
    Mas vendo tantas resenhas positivas, estou pensando em começar a série rsrs.

    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  3. Oi Sil, eu ainda não li nada da série, mas pelo que parece já dá pra percebe certo amadurecimento na narrativa. Gosto do tema apocalíptico, ainda quero conferir.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    ah, eu super leio juvenis sim, nem ligo... tem uns super fofos outros tem personagens mais maduros q uns romances/suspenses aí haha
    Eu gosto da temática, então é um pé pra iniciar a leitura. E uma série que merece cinco estrelas em todos os volumes não é de se deixar passar a dica.
    Espero conseguir conhecer o primeiro volume em breve.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  5. Oii, tudo bom? Essa série já está na minha lista faz um tempinho. Quero muito começar a ler quando eu tiver um tempinho.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Sil. Tudo bem? Parece-me uma obra muito boa mesmo! Que bom que você tenha gostado da leitura. Muito boa sua resenha. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi Sil! A série é bem empolgante com certeza e amo ver a relação de Jack com os amigos. Estou curiosa pelo momento que eles vão encontrar os outros humanos que sobreviveram e como vai ser quando os amigos dele se unirem aos pais. Acho que o Jack vai ficar bem balançado com isso. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  8. Oi, Sil
    Eu sempre vejo as resenhas dos HQs aqui, mas ainda assim não senti vontade de ler. Acho que não estou nessa vibe mais infanto juvenil, mas se futuramente quiser algo mais leve e divertido, vou lembrar dele!
    Beijo
    https://capitulotreze.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Sil, tudo bem?
    Que bacana perceber que, mesmo jovens, os personagens estão refletindo sobre o que aconteceu. Passa a sensação que conforme os livros chegam ao leitor, a maturidade chega aos personagens também, e você cresce com eles. Parece mesmo uma ótima dica, especialmente pra iniciar no mundo da leitura.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  10. Oi Sil, tudo bem?

    Nossa parece que foi ontem que estava lendo a resenha do primeiro volume de Os Jovens da Terra e agora a história já está chegando ao seu capitulo final. O tempo está passando muito rápido mesmo.

    Confesso que me sinto um pouco "velha" para ler livros juvenis, mas a sua empolgação coma história na resenha é tão contagiante que acho que vou abrir uma exceção.

    Beijos;***
    Ariane Gisele Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  11. Vou tomar nota da sugestão!

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
  12. Oi Sil,
    Não sei se já falei, mas eu tenho um ranço enorme de zumbis, haha. Mesmo assim, eu leria essa série, só de ler as resenhas eu noto como são livros de aventura, mas ao mesmo tempo divertidos. E acho interessante o fato de a história conquistar leitores de várias idades, por que os livros parecem trazer boas reflexões.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  13. Oi Sil,
    Eu estava meio paralizada com zumbis por conta da pandemia e tal, mas aí assisti Army of the Dead na netflix e acho que estou conseguindo superar minha aversão... Até porque já entendi que eu morreria logo de início! rs
    Mas é engraçado porque tem horas que quero ler essa série e aí depois, eu desisto. Não sei se é o clima de obra que se não se encaixa no meu momento, mas seus elogios me empolgam para ler futuramente!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo