19 setembro 2020

Resenha | Úrsula e outras obras - Maria Firmina dos Reis

Livro: Úrsula
Série: Série Prazer de ler
Gênero: Clássico
Autora: Maria Firmina dos Reis
Editora: Edições Câmara
Páginas: 313
Ano: 2018
Resenha:

Esse ano estou participando do Desafio Mulheres Da Literatura e quando aceitei participar o meu maior medo foi o mês de setembro: um clássico nacional. Já vi três dificuldades ai. Primeiro que não me dou bem lendo clássicos, posso contar nos dedos de uma mão os clássicos que eu realmente gostei. Segundo um clássico nacional. Lembro que na época da escola tentei ler vários clássicos nacionais e também não me dei bem com nenhum. Mas a grande dificuldade foi que além de ser um clássico nacional, ainda tinha que ser escrito por uma mulher. Quem ai pode me dizer de cabeça um clássico nacional escrito por uma mulher? Quase ninguém, porque os poucos que temos conhecimento foram escritos por homens. 

Por isso me decidi por esse que foi uma dica das próprias organizadoras do desafio. Maria Firmina dos Reis é considerada a primeira romancista brasileira. Ùrsula foi publicado em 1859 quando a escravidão ainda imperava no Brasil. Então imaginem um romance escrito por uma negra dando voz a perversidade da escravidão e a realidade do Brasil pelo ponto de vista dos negros. Esse romance representa muito e a autora mais ainda para a literatura não somente nacional, mas mundial. Embora tristemente seu trabalho ainda é tão pouco reconhecido. Essa edição que eu li tem de grátis na Amazon então quem quiser conferir é só ir lá baixar o seu.

E o livro não contêm apenas Úrsula, traz outras três obras da autora: Gupeva, A Escrava e Contos à beira-mar. E a autora não é pioneira somente em mostrar o horror da escravidão, ela ergue a bandeira do feminismo em uma época onde mulheres e escravos eram oprimidos e tratados como inferiores. Infelizmente apesar de todo valor histórico do livro, eu penei para seguir e terminar a leitura. Só não abandonei porque sou brasileira e não desisto nunca e também porque era o livro para o desafio e não sou dessas de deixar um desafio por cumprir. E para minha surpresa minha dificuldade com o livro não foi a linguagem que normalmente encontramos em clássicos e sim a maneira poética com que a autora contou a história. 

Eu particularmente não sou fã de poesias e poemas, por isso tenho dificuldade de me concentrar na leitura quando me deparo com uma linguagem poética. Eu não conseguia me prender a história e frequentemente minha mente estava vagando por outro lugar enquanto lia. E demorei horrores para entender o que estava acontecendo na história. Sem falar que a narrativa não é linear e fiquei perdidinha. E Úrsula infelizmente foi a história que menos gostei do livro. Até porque os personagens mais interessantes da história não são os protagonistas. E ainda tem o final que me lembrou muito o que eu odiava ao ler um clássico brasileiro: tragédias. 

Para quem acompanha o blog sabe que sou romântica e amo um final feliz. Até por isso romance de época é meu segundo gênero literário favorito, porque sei com certeza que vai dar tudo certo no final. Eu gosto sim de ler livros que mostram a realidade da vida, também sei que é necessário termos certos assuntos sendo discutidos nos livros. Mas eu particularmente leio para me divertir e ser feliz, se quisesse ver tragédias era só ligar a TV em algum noticiário. Porém entendo o quanto esse livro significa, por isso vou dar uma nota na média, mas eu particularmente não gostei. Mas gosto é gosto e cada um tem o seu, por isso eu recomendo a leitura do livro. Até mesmo pela importância do mesmo.

Nota:








15 comentários:

  1. Oi Sil,
    Seria o meu maior desafio também.
    Acho lindo e chique quem lê/escreve poesias, mas elas não me prendem. Confesso que já nem tento mais, então admiro sua força de vontade!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Eu curto livros de poesia e gostei muito dessa capa, acho que vou gostar um bocado desse livro.
    Também não curto ler tragédias mas, fiquei curiosa com o livro, vou deixar essa dica anotada.
    Beijocas.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie Sil!
    Interessante, mas verdade,existem muitos classicos brasileiros que terminam em tragédias e adoro um romance como voce kkkkkkk
    Poesias e Poemas geralmente não me prendem, tem que ser bão mesmo kkkk
    E que coisa que os protagonistas justo da principal ;T
    TE DIGO FORÇA GUERREIRA! Voce conseguiu!!!!

    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  4. Oi Sil, eu gosto de clássico, mas esse u não li. Confesso que não sou a mais fã de poesia também, mas caso eu leia vou considerar suas impressões pra não me decepcionar muito rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sil como vai? Que pena que o livro não tenha lhe agradado. Para mim este livro é mais que um clássico, é uma leitura necessária para a sociedade atual, pois mostea a tragédia vivida pelos escravos naquela época, aliás as pessoas negras sofrem até hoje devido a racismo e outras barbáries. Sua resenha ficou linda! Sua mente vagando frequentemente enquanto lia este livro foi hilário rsrs. Que bom que conseguiu finalizar o livro. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oiii Sil

    Ai amiga te entendo bem, eu também não consigo com os clássicos e assim como vc também tive que ler alguns clássicos nacionais na escola e à exceção de O Cortiço, do Azevedo (que se tornou um dos meus favoritos da vida) nenhum outro funcionou. Apesar do grande valor de Ursula, do retrato que traz e de quem escreve, não sei se leria, acho que não funcionaria pra mim, minha mente tb ficaria longe longe com certeza, poesia não é comigo.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Sil. Tudo bem?
    Que pena que não gostou do livro, mas recomendo tentar novamente com um livro chamado A Poeta X.

    Beijos, Vanessa
    Leia Pop

    ResponderExcluir
  8. Oi, Sil! Tudo bom?
    Também escolhi esse título pro desafio do mês. Apesar de não ser grande fã de poesia (acho que essa parte vai me pegar assim como foi pra ti) a parte histórica e relevante dela me fisgaram demais e eu já tô pesquisando um monte sobre a Maria (quase graduada em História dá nisso né UHUHASUHASUHASUH), então acho que a leitura vai mais fácil por isso.

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  9. Você tocou num assunto bem importante, pois eu não conhecia um clássico da literatura brasileira escrito por uma mulher. Esse foi mesmo um achado. Uma pena que, mesmo sendo um achado incrível, a leitura não te agradou tanto assim. Eu também conto nos dedos os clássicos que realmente me conquistaram.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  10. Oi, Silvana. Sua postagem vai me ajudar a decidir se faço uma no meu blogue sobre um livro que acabei ontem, após muito tempo me arrastando por ele. Eu gostei dos personagens mas esperava uma outra história. Eu ainda não sei se vou falar sobre ele, pois acredito que devo me focar em boas postagens, mas como o autor é "Famoso", acredito que minha opinião pode ajudar leitores que ainda não conhecem a obra. Não quero que eles percam tempo como eu perdi. Vou pensar muito sobre isso. Tua postagem e a de um outro amigo blogueiro vão me ajudar bastante nisso.

    Ah! Obrigado pela fruta. Farei a TAG nesta semana. Um abraço.

    ResponderExcluir
  11. Já eu gosto muito de tragédias hahaha a escrita não sei de me apegaria, não gosto muito de livros bastante descritivos sabe e principalmente quando a descrição é muito poética que fica chato kkkk mas gosto de escrita poética acho lindo em romances de época <3
    Vou salvar essa indicação pra conferir depois!
    Beijoss, Blog Seja Agridoce ♥️♥️♥️

    ResponderExcluir
  12. Oi Sil,

    Tambem sou das que se quisesse ler tragédias, ligava a TV rs.
    Também não sou fã de clássicos e os que tentei ler na escola foram leituras todas abandonadas. Acho que se fosse ler essa história iria ficar meses tentando ler até o fim, por isso vou deixar passar.

    bjs
    https://diarioelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Amei sua resenha e indicação Sil, não leio muita poesia, mas amei conhecer esse livro! <3

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Sil, tudo bem?
    Entendo seu ponto de vista, eu sou um pouco assim com dramas familiares contemporâneos. Já sofro todo dia com a vida, não preciso de um livro focando na tristeza dos outros rs. Mas gosto muito de livros que botam o dedo na ferida, por isso fiquei curiosa com esse.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  15. Ei, tudo bem? Acho que das dificuldades que você mencionou em ler um livro clássico eu também compactuo. Eu também não sou fã de clássicos, acho que Capitães de Areia foi o único que prendeu do início ao fim. Mesmo que você não tenha gostado da leitura, foi uma ótima sugestão. Beijocas!

    https://resenhabookshouse.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo