19 janeiro 2021

Resenha | Uma Conjuração de Luz - V.E. Schwab

Livro: Uma Conjuração de Luz
Série: Tons de Magia #3
#2 - Um Encontro de Sombras
Gênero: Fnatasia
Autora: V.E. Schwab
Editora: Record
Páginas: 728
Ano: 2020

Resenha:
A resenha de hoje será um pouco diferente. Não teremos aquela tradicional introdução à história, já que esse é o terceiro e último livro da trilogia Tons de Magia, na tentativa de evitar spoilers do enredo para quem ainda não leu e pretende ler a trilogia. E vou tentar ao máximo não soltá-los, mas fique a vontade para não ler a resenha. Uma Conjuração de Luz começa no ponto exato onde Um Encontro de Sombras terminou, por isso diferente do que aconteceu nos dois primeiros livros da série onde temos aquele começo mais lento e a autora vai conduzindo o leitor ao ápice da história, aqui a coisa já começa em um ritmo frenético, com personagens queridos a beira da morte e outros correndo contra o tempo para salvá-los. E com um novo inimigo para enfrentar. 

Eu comecei a trilogia amando o primeiro livro e me decepcionando um pouco com o segundo que eu estava com as expectativas altíssimas. E esse terceiro comecei meio com medo da história desandar de vez, mas na esperança de que a autora fechasse a trilogia com chave de ouro. E gostei do que encontrei, tanto que dei cinco estrelas, mas ainda assim não fiquei exatamente satisfeita com o desfecho da história. Primeiro porque a autora optou por seguir o caminho mais fácil e, segundo porque ela abriu um leque muito grande de personagens e não conseguiu dar voz a todos eles e os meu preferidos, e acredito que de todos os leitores da história, foram os que mais deixaram a desejar no quesito narração.

Quem está acompanhando as resenhas da trilogia já deve saber que o Kell e a Lila são os personagens que mais gostei nos livros, e eu queria ver as cenas sendo narradas por eles e saber o que estava acontecendo com eles. Mas a autora me vinha lá com uma narração de uma fulana que nem existia até então na história e que não fazia nenhuma diferença o que ela estava contando. Que nervoso isso. E além da narração, achei que mesmo com as mais de 700 páginas faltou espaço para os personagens brilharem. E se formos levar em conta, nem eram tantos assim significativos para faltar espaço para cada um deles. Já li livros onde o autor coloca mais de dez personagens importantes e todos tem seu momento. Posso citar Trono de Vidro por exemplo, ou o pai da fantasia moderna, Tolkien.

Outra coisa que preciso ressaltar como ponto negativo foi a parte sobre as várias Londres. Parece que a autora esqueceu que existia as outras e ficou somente na Vermelha. Fora uma ou outra citação, elas pouco apareceram e eu particularmente queria saber mais sobre elas, porque é o que dá a entender quando terminamos o primeiro livro da trilogia. Mas chega de falar sobre as partes que não gostei e vamos as coisas boas. Como disse antes, o ritmo da história não deixa a desejar. Tanto que a gente nem percebe as páginas passar, quando vê já leu 200 páginas sem nem fazer esforço. E tudo o que não teve no segundo livro, temos nesse. São batalhas de vida e morte, lutas épicas e cenas de tirar o fôlego onde a gente fica com o coração na mão pelos nossos personagens, porque quem já leu outros livros dela sabe que ela não tem medo de matar os personagens.

E nesse livro temos um novo inimigo a ser vencido. Um inimigo que eu particularmente fiquei pensando como eles iriam se livrar dessa. Eles tem magia e lutam com ela, mas e quando o vilão a ser vencido é feito de magia? Como você vai vencer algo que é feito da arma que você possui para lutar contra? Nem todo poder do mundo aliado poderia vencê-lo e lembrei muito do filme dos Vingadores na luta contra o Thanos. Um estalar de dedos e o mago mais poderoso estava morto. E gostei bastante da "solução" encontrada pela autora para o desenrolar da história. E do final também confesso. Disse antes que ela foi pelo caminho mais fácil, mas apesar de gostar de ser surpreendida, uma grande parte minha prefere finais assim hehe.

Kell foi do começo ao fim meu personagem favorito. Ele se manteve constante durante toda a história, nada abalou suas convicções e sua honra. Eu sou muito fã de personagens assim. Sei que o povo ama um badboy, mas eu sou dos certinhos hehe. Já a Lila, apesar de também ser uma personagem que amo, a impulsividade dela me deixava nos nervos. Rhy também fez uma coisa que me fez desejar entrar no livro e dar uns safanões nele, mas é um personagem que me ganhou desde o primeiro momento e nesse sofri junto com ele por toda a situação. Não é fácil ser apenas humano em um mundo regido pela magia. Alucard foi um dos personagens que eu esperava muito mais nesse livro. Gostei mais da participação dele no segundo.

E não posso deixar de citar Holland, que mesmo sendo um personagem odiado desde o primeiro livro, nesse teve seu passado revelado e a gente entende, mas aceitar é outra coisa hehe. Quanto ao romance, outra coisa que pelo que vi também já é característica da autora não focar nisso, eu confesso queria mais do Kell e da Lila, ela podia ter mostrado um pouco mais do relacionamento deles assim como fez com Rhy e Alucard. Tanto que o segundo casal foi meu favorito da história. Mas enfim, vou parar por aqui porque já falei de mais. Não é a melhor fantasia que já li na minha vida, mas ainda assim é uma história que indico, principalmente para quem quer fugir dos mesmos enredos do gênero. Quanto a capa segue o mesmo padrão das anteriores e diz muito sobre a história.

Nota:










15 comentários:

  1. Eu vi uns comentários sobre essa autora na Live da Editora Record e lembrei de você! :) Eu conheço essa série através do seu blog. Tenho quase certeza! Fantasia não é o meu gênero favorito da vida, mas quem sabe eu não dou uma chance e fiquei muito curiosa para conhecer a escrita dessa autora, mesmo com as ressalvas desses livros. Eu também amo um romance entre os personagens e saber mais sobre a história. E, sim, sou do tipo de leitora que quer saber de todos os personagens, sem exceção. Fico mega curiosa para saber o que deu, sabe? hahaha =)

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  2. OI.
    Eu acho que a história pode ser uma experiência diferente para quem não é habituado a ler o gênero. Mas, para quem já curte o gênero apesar das "raivas que vai passar na leitura" com certeza vale a pena.
    Beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nossa, como eu estou por fora, pois nem sabia que já tinham lançado o terceiro livro hehehe. Gosto da narrativa dessa fantasia, mas ainda preciso ler o segundo. Que bom que você gostou. É mais um incentivo para mim!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Sil, tudo bem?

    Acho que esse é um problema que acontece quando os autores escrevem muitas séries ao mesmo tempo sabe? Esquecem pontos e personagens importantes dos livros passados na busca por trazer elementos novos para a história.

    Como comentei sua resenha anterior sobre a série, não curti tanto assim a história do primeiro livro e por isso estou protelando a leitura do segundo. Mas gostei de saber que aqui a Victória não enrola tanto para dar fluidez a narrativa.

    Só fiquei preocupada com o seu comentário que mesmo com um livro de 700 páginas a autora não consegui desenvolver bem o arco dos personagens. Acho que isso ia me deixar bem decepcionada também.

    Beijos;***
    Ariane Gisele Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sil
    Eu também dei cinco estrelas para o livro mas senti que faltou algo a mais. Eu queria muito o tiro porrada e bomba mas sei lá, parece que tinha horas cheias de ação e outras mais mornas. Eu amei o Kell e a Lila enfim juntos mas queria muito mais, deixou tudo para o final infelizmente. Mesmo assim é uma das poucas fantasias que e amo e que vou guardar no coração.
    Beijo!
    http://www.capitulotreze.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  6. Eu já to com meu terceiro volume em mãos e pretendo ler em breve. Essa é uma das séries que mais me animei para ler. Schwab me conquistou de primeira.

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  7. Até agora eu só li 2 livros da Victoria e já considero ela minha autora favorita! Eu adoro como ela cria mundo ricos em mitologia e como faz o desenvolvimento de personagens, nos fazendo sofrer horrores quando um deles se vai.

    Não vejo a hora de terminar essa trilogia e começar a ansiar pela próxima ^^

    Abraços
    http://www.auniversitaria.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Só não corri atrás de ler o desfecho da trilogia ainda por conta de também não ter gostado tanto do segundo, ainda bem que o ritmo da história foi bom, pois as mais de 700 páginas assustam!

    Beijão
    https://deiumjeito.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Sil! Tudo bom?
    Pulei toda sua resenha peço perdão por motivos de: vou reler o 1 pra fazer maratona da trilogia e quero chegar no resto da história sem saber nada. Principalmente o 3 por não ter lido o 2.
    Mas só pela sua nota e por ser a Schwab, sei que vou favoritar tudo.

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Sil!! Eu gostei demais do primeiro livro, mas preciso voltar pra série. Fico feliz que a Victoria tenha terminado bem a trilogia!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  11. Oi, Sil. Como vai? Que bom que o desfecho foi satisfatório para você. A série parece-me excelente. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Oie, amei a resenha. Estou com os dois primeiros livros e até hoje nada de ler. Fiquei mais animada em saber que esse você deu cinco estrelas, acho que vou me aventurar nessa fantasia já que tem eras que não leio nada do gênero.
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá...
    Confesso que li a resenha por alto pra não pegar spoiler... sei que você é muito competente e nunca colocaria spoiler, mas, é que estou TÃO ansiosa pra ler que não quero ler muito sobre esse livro :)
    Amei saber que o Kelly foi seu personagem favorito ao longo de toda a série, pois eu amo muito ele também ;)
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, Silvana! Eu me lembro de quando você achou o segundo um tanto aquém e acho comentei algo sobre a autora guardar alguns acontecimentos para o terceiro. Se não comentei, agora está comentado, eheheh! Pelo que você falou do desnerolar dessa história, entendi que o segundo focou mais em como o leitor deve conhecer melhor o casal para entender, então, o que viria no terceiro livro. Mas daí o que veio não rolou afinidade com a leitora kkkk. Acontece. A gente lê e lê depois vê que a obra " é isso", não correspondeu ao nosso gosto pessoal.

    Parece ser uma boa saga que a gente poe pular do primeiro para o terceiro. rsrs... Fiquei curioso sobre o desfecho, que final teve o ser feito de magia. Quem sabe esse livro venha parar na minha mão algum dia.

    ResponderExcluir
  15. Oi Sil,
    Parei essa série no primeiro livro mesmo, não consegui me animar a levar para frente.
    Acho que faltou um pouco mais de romance, sabe? Talvez, eu seja mesmo uma eterna romantica e queira essa pegada mais forte mesmo... rs.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo