10 novembro 2016

Resenha | Colega de Quarto - Victor Bonini

Livro: Colega de quarto
Série: Não
Gênero: Policial, Suspense
Autor: Victor Bonini
Editora: Faro Editorial
Páginas: 280
Ano: 2015

Resenha:
Conrado Bardelli não aguenta mais cuidar de divórcios. Parece que é só para isso que as pessoas procuram os advogados hoje em dia. Mas graças a Deus seu novo cliente não quer se divorciar, nem falar com o advogado na verdade, ele quer ver o detetive particular. E as duas da madrugada. Conrado estranha, mas resolve ouvir o garoto com pinta de playboy que diz se chamar Eric Schatz. E a primeira coisa que ele fala é que estão querendo fazer ele de louco, que até já procurou um psicólogo mas não adiantou nada e começa a contar sua história. Eric conta que é do Rio de Janeiro, mas que está morando sozinho em São Paulo estudando direito. Só que de uns tempos para cá, ele tem a impressão de que não está mais morando sozinho no apartamento. Além dos barulhos, Eric vem reparando em alguns sinais que mostram que tem mais alguém morando no apartamento além dele.

Um dia foi uma escova de dentes nova que apareceu na pia. Outras vezes é a televisão que ele tem certeza de ter deixado desligada quando saiu e ao chegar em casa ela está ligada. Frequentemente ele acorda a noite com o barulho da descarga ou com o microondas ligado. E hoje ele viu um par de chinelos que não são seus sob o sofá. Mas a gota d'água foi quando ao levar o lixo para fora, ele viu a silhueta de um homem entrar em seu apartamento pela porta da frente. Seu colega de quarto invisível não é tão invisível assim. Por isso ele decide procurar ajuda, ele precisa saber o que está acontecendo, se alguém está querendo deixar ele louco ou ele já está louco mesmo. E quando Conrado pergunta se ele chegou a procurar a polícia, Eric que já estava uma pilha de nervos acaba se descontrolado e vai embora correndo do escritório.


Conrado vai para casa e está prestes a dormir quando recebe um telefonema de Eric, que parece estar ainda mais desesperado e Conrado tem a impressão de que ele está chorando. Mas Eric encerra a ligação sem dizer o que  aconteceu depois que ele voltou ao apartamento. E é por causa dessa ligação que a polícia procura Conrado na manhã seguinte, já que o telefonema para Conrado foi a última coisa que Eric fez antes de despencar quinze andares abaixo e ter seu corpo destroçado pela queda. Aparentemente foi um suicídio, mas quando Conrado conta ao delegado tudo o que sabe, a coisa muda de figura. Será que Eric estava realmente perturbado a ponto de tirar sua vida, ou ele foi induzido ao suicídio? Ou então realmente ele tinha um colega de quarto que o matou?

Depois de ler várias resenhas positivas desse livro, assim que tive a oportunidade, eu adquiri ele. O mistério presente na história chama a atenção e prende o leitor até as ultimas páginas. Uma coisa que me fez gostar bastante do livro e do autor foi a forma como a história foi narrada, lembrou muito o estilo da Agatha Christie, que amo desde que comecei a ler. A história é dividida em três partes, Primeiro temos a apresentação do caso, segundo, a investigação e por fim as explicações e a revelação do mistério, bem ao estilo da Agatha. Inclusive o final, onde eu imaginei de tudo, menos o que era realmente que tinha acontecido. Durante a leitura levantei vários questionamentos, mas chegou no final e não era nada do que eu tinha imaginado e nem passou pela minha cabeça o culpado de tudo.


Num primeiro momento imaginei que a história ia puxar mais para o sobrenatural e que tinha um fantasma no apartamento. Mas depois vão aparecendo outras pistas e já comecei a imaginar que ele tinha sido assassinado. E fiquei nessa o livro todo, imaginando mil teorias e mudava de ideia a todo instante e até a revelação final eu ainda não tinha certeza se era suicídio ou assassinato. O autor soube me enganar direitinho. Quanto aos personagens, Conrado é o protagonista do livro, mas não consegui gostar muito dele não. Sabe quando você termina a história e fica sem saber a que veio o personagem? Uma hora ele parecia ser muito inteligente, outras parecia ser um tapado e confesso, não fiquei convencida da forma como ele elucidou o crime. Mas pode ser implicância da minha parte por ficar imaginando o Poirot ali. E também isso não interfere na ótima história criada pelo autor. A edição está muito caprichada e merece elogios. Enfim, recomendo para os amantes de um bom suspense, porque é o que não falta nessa história.

Nota:





19 comentários:

  1. Oi Sil!

    Eu já tinha escutado falar do livro, mas não imaginava ser um suspense tão bom! Fiquei curiosa com a história, pena que o personagem Conrado parece não convencer muito.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi sil,
    Já tinha visto esse livro, mas nunca tinha parado para ver a história. Realmente parece ser um bom suspense.
    Vou anotar a dica aqui;
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  3. Não é implicância não, eu também não gostei do Conrado. Vou te falar, eu esperava que o Eric ficasse por mais tempo na história. Foi tão rápido que quando o Conrado recebe o telefonema sobre o seu suicídio, eu fiquei "mas ué". Tinha gostado bastante das primeiras páginas, repletas de tensão e mistério vindo do personagem assombrado, e acho que fiquei esperando por mais momentos assim do que investigação, e por isso acabei deixando de lado lá pela parte 2 :( mas fico feliz em saber que a investigação se mantem eletrizante até o final, fazendo o leitor levantar várias teorias. Quem sabe quando eu estiver mais no clima, eu dê uma segunda chance pra obra!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Sil! Se lembra os livros da Agatha eu quero ler agora. Que bom que foi uma boa leitura, até hoje não lembro de ter lido nenhuma resenha negativa.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Surpreendente... super já quero ler
    Adorei
    Bjinhos

    naosouapenaslouca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Sil
    Adorei a sua resenha, me deixou ainda mais curiosa pra ler o livro rsrs Estou querendo comprar já faz um tempinho e já coloquei ele está na minha lista de compras.
    Eu também sou assim, fico tentando descobrir tudo durante a leitura :D
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  7. Oi, Sil. Tudo bem?
    O Conrado é o Lyra? Porque eu gostei dele hahahahha
    Eu gostei bastante do livro também, só não curti muito o final. Também não imaginava isso, mas achei ele muito improvável, sabe? não consegui acreditar. Para mim ficou parecendo que o autor queria inovar, mas não ficou verossímil. Mas mesmo assim, curti o livro e a edição está muito bonita mesmo =D
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. A premissa me deixou super curiosa. Achei a situação bem perturbadora. Fiquei imaginando ter a mesma sensação que o Eric, de chegar em casa e achar que tem outra pessoa morando comigo! No mínimo bem inusitado! Que pena que o protagonista não conseguiu te agradar, mas mesmo assim, parece uma boa obra! Beijos!
    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir
  9. Que premissa diferente! Adorei esse mistério e fiquei realmente interessada em ler esse livro, ainda mais por ser algo que vai nos surpreender no final, fiquei muito curiosa por esse desfecho também, sua resenha ficou incrível e muito bem escrita, amei!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Sil!
    Menina, eu adquiri esse livro numa troca no skoob, mas ainda não li. Sua resenha me deixou bem mais curiosa.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção seis anos de Caverna Literária

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Adorei a sinopse, o livro tem uma capa e só por ser nacional ja fiquei animado. Parabens pela resenha!
    Abraço!
    http://leituraforadeserie.blogspot.com.br/2016/11/3-anos-de-blog-sorteio.html

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? Tenho muita vontade de ler esse livros desde a primeira vez que vi ele por aí, pois adoro livros com bastante mistério. Adorei sua resenha e a minha curiosidade só aumentou!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  13. Nunca tinha visto esse livro mas a sinopse já me chamou bastante atenção.
    Sua resenha me despertou a vontade de ler :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi, Sil!
    É difícil encontrar livros desse gênero que te prendam até a última página, esse parece ser uma exceção, com certeza é uma leitura que gostaria de conferir, principalmente por a escrita ser bem parecido com a da conceituada Agatha Christie! :)

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Hum...adorei! Fiquei muito interessada justamente porque você falou que lembrou muito dos livros da Ágata e amo o jeito que essa mulher escreve. Para ser uma obra fascinante, adoro esses romances assim. A capa realmente ficou bem caprichada. AMei.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  16. Oi Sil,
    Ah, eu amo o gênero e tão bom ver um livro nacional explorando.
    E depois dessa comparação com a Agatha, não tem como não ficar mais curiosa ainda. Quero muito ler! Dica anotada.

    tenha um ótimo final de semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  17. Oi, Sil

    Você já sabe que eu sou louca por esse livro, né? Eu nunca consigo comprar, é uma tristeza! :(
    Confesso que essa comparação com a Agatha me deu até um arrepio, pq vc sabe que minha experiência com a autora não foi das melhores, mas não vou me ater a este detalhe! Hahahahah
    Espero ler o mais rápido possivel, quero muito, e essa edição está um arraso!

    Beijo
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  18. Que interessante Sil!
    Nunca li nada parecido e parece algo que me deixaria bem curiosa.
    Gostei da dica, ainda não tinha lido nada sobre a obra.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo